Arquivo da Tag: "STAFF"
11
04

Novo ministro da Educação anuncia nomes sem experiência na área

Por Estadão Conteúdo

 

O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, vai levar para o MEC pessoas sem experiência na área e que atuavam na Casa Civil e no Ministério da Economia. Das sete secretarias sob seu comando, cinco tiveram novos nomes anunciados nesta quarta-feira (10).

 

A Secretaria de Educação Básica (SEB) passa a ser chefiada por Janio Carlos Endo Macedo. Formado em Direito e com especializações em Administração, atuou por mais de dez anos em banco e, em 2016, durante a gestão Michel Temer, foi nomeado secretário executivo do então Ministério do Trabalho. (mais…)

19
01

Kleber Lima deixa comando do Gabinete de Comunicação de Mato Grosso

O jornalista Kleber Lima encerrou seu ciclo como secretário de Comunicação de Mato Grosso, nesta sexta-feira (19). Ele permaneceu no cargo por um ano e dois meses, depois de ser escolhido pelo governador Pedro Taques (PSDB) para conduzir a pasta com o afastamento do também jornalista Jean Campos, que foi remanejado para Brasília, onde assumiu o escritório de representação do Estado. Sucede Lima, Marcy Monteiro, que já atuava no Gabinete.

 

“Agradeço penhoradamente pela parceria, pela compreensão e pelo respeito mútuo. Deixo hoje a titularidade do Gcom com a sensação de ter dado o melhor de mim para que a relação entre Governo e imprensa fosse a mais profícua, respeitosa e transparente possível. (mais…)

18
04

Mudança no staff

 

 

Segunda mudança
O prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) promoveu mais uma mudança em seu secretariado. Menos de quatro meses depois de iniciar sua gestão, o peemedebista substituiu a secretária Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Singlair Ciekalsli de Musis, pelo ex-vice-prefeito de Várzea Grande, Wilton Coelho (PR).

 

Encostada
Ao anunciar a mudança, mais uma vez por uma rede social, Pinheiro anunciou que Singlair irá fazer parte de um grupo de trabalho que será criado especialmente para atuar nas ações, projetos e atividades alusivos aos 300 anos de Cuiabá. Nos bastidores, a leitura do ato foi a de que o prefeito decidiu “encostar” a agora ex-secretária.

 

Cassado
Aliás, chama a atenção o fato de que Coelho teve seu mandato de vice-prefeito de Várzea Grande cassado pela Justiça Eleitoral. Ele foi acusado, e condenado, por ter praticado crime de caixa 2, ao lado do ex-prefeito Walace Guimarães (PMDB).

 

Educação
Interessante que pouco tempo depois das críticas internas com relação à mudança, surgiu a informação de que Singlair poderia ser a nova secretária Municipal de Educação, pasta que tem sido tocada, interinamente, pelo secretário de Gestão, Rafael Cotrim. Ninguém confirma a possibilidade.

 

Câmara
Não bastasse os problemas internos, o prefeito teve seu primeiro desgaste com a Câmara Municipal. Nesta terça-feira (18), ele foi alvo de críticas de parlamentares por enviar às pressas Projeto de Lei que desmembra as pastas de Governo e Comunicação. A mudança foi aprovada, mas o presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária, Marcelo Bussiki (PSB), lamentou a falta de tempo para a análise do projeto.

 

Sem conversa
Uma das críticas feitas por alguns parlamentares é a de que haveria uma reunião nesta quarta-feira (19) entre o prefeito e os vereadores para que o projeto fosse apresentado, o que não ocorreu. Um parlamentar, muito ligado à gestão de Pinheiro, chegou a dizer aos críticos que não seria a primeira vez que a Casa votaria algo sem que todos tivessem pleno conhecimento do que se tratava. Lamentável!

 

Textão no face
A deputada Janaína Riva (PMDB) fez um desabafo em suas redes sociais. No “textão”, ela nega ter qualquer envolvimento com a Operação Lava Jato. O nome da empresa de Janaína, Floresta Viva, administrada por seu pai, o ex-deputado José Riva, aparece no despacho em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede a prisão preventiva do doleiro Lúcio Bolonha Funaro por conta de seu envolvimento com o ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB).

 

Cui Bono
“Esse inquérito que cita o Lúcio Funaro e é trazido nas matérias por suposta triangulação financeira com a empresa Floresta Viva, de propriedade da minha família, não se refere à Lava Jato, é sobre a operação Cui Bono, sobre a qual o meu pai, ex-deputado José Riva, já prestou todos os esclarecimentos ao Ministério Público Federal”, explica a deputada. Ocorre que a operação Cui Bono é um desdobramento da Operação Catilinárias, iniciada a partir de provas obtidas na Operação Lava Jato.

 

Odebrecht
Quase uma semana após a divulgação de seu nome entre os investigados na Operação Lava Jato, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), quebrou o silêncio. Ele confirmou que o Estado pagou uma dívida que tinha com a Construtora Odebrecht, mas negou que isso tenha qualquer relação com doação de recursos não contabilizados ou pagamento de propina.

 

Documentos
Blairo ressaltou que já está levantando toda a documentação do caso para contrapor as acusações, feitas por ex-executivos da empreiteira que firmaram acordo de colaboração premiada no âmbito da investigação.

 

01
04

MT: Secretários de Mendes são exonerados

1Por Fernanda Leite

De olho em uma cadeira na Câmara de Vereadores de Cuiabá dois secretários do staff do prefeito Mauro Mendes (PSB) foram exonerados a pedido nesta sexta-feira (1). São eles Gilberto Figueiredo, da Educação, e Marcelo Bussiki, da Controladoria-Geral do município

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

08
05

MT: Staff de Lucimar já tem 1 nome confirmado; outros analisam convites

1Por Welington Sabino

A empresária Kathe Martins é o primeiro nome já confirmado para compor o staff da prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM) que assumiu o comando da 2ª maior cidade mato-grossense na noite desta quinta-feira (7) depois da cassação do então prefeito Walace Guimarães (PMDB) por compra de votos e caixa 2 nas eleições de 2012. A empresária recebeu o convite e já aceitou assumir a Secretaria Municipal de Promoção Social.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

30
12

Blog do Mauro na Gazeta

 

Sem descanso

 

A próxima quinta, dia 1º, está reservada para as solenidades e atos festivos relacionados à posse do governador eleito Pedro Taques e de seu secretariado. Na sexta-feira o novo governador reúne sua equipe para a assinatura de contratos de gestão relativos aos primeiros cem dias de governo. Cada secretário receberá uma lista de tarefas que deverão ser cumpridas. Será o teste de fogo do staff.

 

Precaução

 

No sábado não haverá folga. O secretariado volta a se reunir para receber orientações gerais e noções básicas sobre administração pública do novo procurador geral do Estado, Patryck Ayala. A preocupação é evitar que a nova equipe cometa erros jurídicos e, ao mesmo tempo, que saiba identificar eventuais problemas legais da gestão Silval que mereçam providências.

 

Orientação

 

O jornalista Jean Campos, que assume a Comunicação, também será orientador na reunião de sábado. Vai instruir o secretariado sobre a política de comunicação do novo governo, as relações com a mídia e o funcionamento das assessorias de imprensa. Pedro Taques quer todos falando a mesma língua.

 

Mobilização

 

A reunião de sábado poderá ter sequência no domingo, caso haja necessidade. Na segunda-feira o governador inicia uma visita à todas as secretarias e repartições. Taques quer envolver os servidores no projeto do novo governo. Segundo ele, os primeiros 30 dias serão dedicados a mobilizar internamente o funcionalismo.

 

Trégua

 

Os secretários e o próprio governador Pedro Taques terão uma trégua de cem dias dos partidos políticos que compõem a base de sustentação do novo governo. Depois disso, a depender do desempenho de cada Pasta, estarão sujeitos às pressões políticas.

 

Insatisfação

 

Boa parte dos partidos aliados não está lá muito satisfeita com Taques. Preteridos nas indicações do primeiro escalão, partidos e parlamentares aguardam o espaço que ocuparão no governo com os cargos de menor destaque.

 

Queda de braço

 

A ocupação de cargos de direção nas secretarias, autarquias e empresas públicas envolve não apenas os políticos e seus partidos. Os secretários escolhidos por Taques também querem nomear seus nomes de confiança, sobretudo em funções estratégicas e relacionadas ao controle administrativo e financeiro. O entrevero promete.

 

Governista crítico

 

A julgar pelo tom das entrevistas que vem concedendo o deputado Zeca Viana, presidente do PDT, terá uma atuação crítica em relação ao governo de seu correligionário: governista, mas muito independente. Viana vem tendo divergências com Taques, principalmente em relação à disputa pela Mesa Diretora da AL. Viana apóia a chapa articulada por José Riva e liderada por Guilherme Maluf (PSDB) e Mauro Savi (PR).

 

 

27
12

MT: Taques define últimos nomes em secretariado

1

Por Sonia Fiori

A Gazeta

Governador eleito Pedro Taques (PDT) deve fechar, neste fim de semana, os últimos nomes para compor seu staff, tendo na linha de frente vias como a deputada estadual Luciane Bezerra (PSB). Aventada anteriormente para assumir pastas como a da Assistência Social do primeiro escalão, foco de denúncias do Ministério Público Estadual (MPE), ela seria agora “considerada” para autarquias como o Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), sendo espaço pleiteado por membros do partido.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

13
10

MT: Silval discute transição com staff

0

Por Renan Marcel

O governador Silval Barbosa (PMDB) convocou o primeiro escalão dos seu staff para uma reunião na manhã desta terça-feira (14),no Palácio Paiaguás. O principal tema do encontro será a transição para a gestão do governador eleito, senador Pedro Taques (PDT).

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

07
02

Diógenes deixa governo Silval

DEU NA GAZETA

O secretário de Segurança Pública, Diógenes Curado está deixando o staff do Governo Silval Barbosa (PMDB) e será substituído pelo atual secretário adjunto Alexandre Bustamante que também veio da Polícia Federal. A informação foi confirmada pelo secretário chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf e foi tratada como uma troca normal de comando que já vinha sendo discutida há algum tempo com o governador Silval Barbosa, que teria lamentado a decisão do Delegado da Polícia Federal que teria contribuído de forma importante para Mato Grosso nos últimos anos.

LEIA A ÍNTEGRA DA MATÉRIA

25
01

Nomeação de Carlos Brito já provoca racha no PSD

DEU NO MIDIANEWS

A nomeação do ex-deputado Carlos Brito (PSD) como secretário de Esporte e Cidadania de Cuiabá, na gestão do prefeito Mauro Mendes (PSB), já causa racha no partido. A bancada do PSD na Câmara, formada pelos vereadores Toninho de Souza e João Emanuel, se posicionou contra a entrada dele no staff de Mendes.

“Os posicionamentos dentro da sigla são divergentes. Os vereadores acharam que eu não deveria assumir, mas outras pessoas, como o deputado José Riva, entenderam que o convite do prefeito foi de cunho pessoal e não partidário, e me deixaram livre para aceitar”, disse Brito, em entrevista coletiva no Palácio Alencastro, na manhã desta sexta-feira (25).

LEIA A ÍNTEGRA DA MATÉRIA

Publicicade

Publicicade