Arquivo da Tag: "SINTEP"
03
10

MT: Governo só volta a negociar com fim da greve

O governador Silval Barbosa (PMDB) esteve por duas vezes reunido nesta quarta-feira (2) com os deputados estaduais da base aliada e manteve a posição de somente voltar a negociar com os profissionais da Educação após o retorno às atividades.

Ele promete apresentar uma proposta à categoria, mas não adianta qual seria o teor. O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep) realiza uma assembleia geral nesta sexta-feira (4) à tarde, quando os trabalhadores vão discutir os rumos da paralisação que completa hoje 52 dias.

Nesta semana, o governo endureceu o discurso, anunciando a demissão dos profissionais em estágio probatório, o corte no ponto dos concursados, o fim dos contratos temporários e a retirada da última proposta de aumento salarial com reposição da inflação definida para os próximos 10 anos, atitude que foi classificada como truculenta pela categoria.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

02
10

MT: AL busca entendimento de professeres e governo

Os deputados se reúnem com uma comissão do Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Mato Grosso – Sintep, nesta quarta-feira (02), das 9hs às 12hs, na Presidência da Assembleia Legislativa. Juntos, buscarão alternativas que atendam a categoria e garantam o retorno dos professores às salas de aulas. A sugestão foi dada pelo deputado José Riva (PSD), durante a sessão desta terça-feira (01), quando a categoria superlotava as galerias do Plenário das Deliberações.

Riva disse que o resultado dessa reunião será levado ao conhecimento do governador Silval Barbosa (PMDB). Expectativa é que haja entendimento e a greve, instalada há quase 60 dias, chegue ao fim. “Não tem nada mais importante hoje nesse estado do que resolver a situação dos professores. Se for necessário, neste momento o governador deve parar tudo para resolver essa questão”, disse Riva, ao pedir à categoria a composição de uma comissão para participar do debate.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

01
10

MT: Professores avaliam acionar governo na Justiça por ameaça de cortar pontos

3e3219a68ff8a44c58a88aed3ba9581b

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), o professor Henrique Lopes do Nascimento revelou ao Gazeta Digital que a assessoria jurídica do sindicato já estuda medidas judiciais para “enfrentar” o governo do Estado após o anúncio de corte de ponto e início de processo demissório contra os servidores interinos.

“Vamos nos antecipar contra essa ‘batida de cabeça’ do governo e já estamos estudando se cabe ingressar com uma ação cautelar em torno dessas ameaças do governo. Nosso corpo jurídico está avaliando se cabe essa ação”, adiantou o sindicalista nesta tarde de terça-feira (1º).

Ainda sobre as ameaças do governo de cortar ponto de quem não voltar ao trabalho e demitir os contratados, Henrique afirma que não é novidade. “Já assisti esse filme antes, na década de 80 no governo Júlio Campos. Ele agiu dessa mesma forma endurecendo contra os professores em greve e depois teve que voltar atrás. Hoje, sabemos que é inexequível essa decisão judicial que manda 50% dos trabalhadores voltarem ao trabalho, não temos como cumprir a vontade do governo”, ressalta ele. A reportagem é de Welington Sabino.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

01
10

MT: Sintep diz que ameaça de cortar ponto é intimidação e não vão ceder às pressões

c6a083f471ea45eaf35aceb440c2c40b

Irredutíveis na decisão de não cederem às pressões do governo do Estado que anunciou que cortará o ponto dos grevistas, os professores da rede estadual de ensino não vão voltar ao trabalho sem uma nova proposta. O anúncio do governo foi feito final da noite desta segunda-feira (30) por meio de um comunicado oficial.

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep), o professor Henrique Lopes do Nascimento diz que “é uma nota irresponsável, truculenta, autoritária e recheada de mecanismos de intimidação aos trabalhadores”. O sindicalista rebate o governo e adianta que a categoria não vai ceder. “Não estamos cumprindo nem decisão judicial, quanto mais uma decisão irresponsável dessa, que foi tomada sem qualquer amparo legal”, enfatiza Nascimento. A reportagem é de Welington Sabino.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

02
09

MT: Governo não apresenta proposta e greve na Educação continua

dd9d06242df44606f712d3f75059d65f

O governador Silval Barbosa (PMDB), em reunião com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), Henrique Lopes, juntamente com o secretário de Educação, Ságuas Moraes, e deputados da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa (AL), não apresentou proposta para que a categoria encerre a greve que ocorre há três semanas. A proposta do governo é estudar as reivindicações da categoria, através de uma Comissão que se reúne amanhã (3), juntamente com deputados, Seduc e Sintep, para apresentar uma proposta que seja viável no exercício orçamentário de 2014. Enquanto isso, a greve continua e atinge 90% dos mais de 38 mil servidores da Educação.

A categoria reivindica reposição salarial de 10%, acima da inflação, além de dobrar o poder aquisitivo da classe, entre outras questões, como realização de concurso público e convocação dos aprovados no último concurso. São reivindicados também o pagamento da hora-atividade para interinos, melhoria na infraestrutura das escolas, aplicação dos 35% dos recursos na educação como prevê a Constituição Estadual e autonomia da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nos recursos devidos na área. A reportagem é de Marianna Marimon.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

Publicicade

Publicicade