Arquivo da Tag: "SELMA ARRUDA"
25
02

MPF pede cassação de Selma Arruda por caixa 2 e pede nova eleição para o Senado

O Ministério Público Eleitoral, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso, requereu, ao Tribunal Regional Eleitoral, a cassação da diplomação da senadora Selma Arruda (PSL), eleita pela Coligação “Segue em Frente Mato Grosso”, e de seus suplentes. Além da perda do mandato, requer ainda a aplicação de sanção de inelegibilidade e, como consequência, que sejam realizadas novas eleições para o preenchimento de uma vaga de senador em Mato Grosso.

 

Além disso, o MP Eleitoral também requereu o reconhecimento da arrecadação e gastos ilícitos de recursos, combinados com a prática de abuso de poder econômico. Os requerimentos foram realizados nas alegações finais protocoladas hoje (25) no TRE, em ação de investigação judicial eleitoral. (mais…)

09
07

“Não conhece a história política de Mato Grosso”, diz Pinheiro sobre Selma

Por Ana Flávia Corrêa

HiperNotícias

 

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que a ex-juíza e pré-candidata ao Senado, Selma Arruda (PSL), não conhece a história política do Estado e de nomes importantes para Mato Grosso. A afirmação foi em resposta ao posicionamento de Selma, que ameaçou desistir de sua candidatura caso seu partido se alie com o pré-candidato ao governo Wellington Fagundes (PR), coligado com a sigla de Emanuel.

 

“Ela está começando agora na vida pública, então ela não conhece a história política de Carlos Bezerra, de grandes nomes que tem o MDB, então ela está no conceito dela, daquilo que ela tem em mente, das convicções dela”, disparou.

 

(mais…)

09
07

Galli diz que Selma não deve “radicalizar” para estabelecer acordos

Por Ana Flávia Corrêa

HiperNotícias

 

O presidente do PSL em Mato Grosso, deputado federal Victório Galli, afirmou que a ex-juíza e pré-candidata ao senado, Selma Arruda, não deve “radicalizar”. A afirmação, dada à Rádio Capital FM 101.9 nesta segunda (9), responde às alegações de Selma, que insiste que não irá compor chapa com siglas que tenham a ficha suja.

 

“Ela tem que avaliar nesse sentido para não radicalizar totalmente esse processo. Se a gente ficar no extremo lá, ou no extremo cá, vai ficar difícil a gente acordar. A não ser que a gente suba no palanque sozinho, mas isso inviabiliza qualquer eleição”, pontuou o deputado.

 

(mais…)

28
06

MP Eleitoral abre procedimento para investigar escolta doada à Selma Arruda

A Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso instaurou um Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar a informação de que a juíza de Direito aposentada, Selma Arruda, pré-candidata ao Senado pelo Partido Social Liberal, teria recebido o benefício do patrocínio de serviço de escolta armada por parte de empresa de segurança privada.

 

Para a procuradora regional eleitoral, Cristina Nascimento de Melo, responsável pela instauração do procedimento, a concessão de patrocínio poderá, em tese, configurar doação de recursos estimáveis de fonte vedada, já que é proveniente de pessoa jurídica de direito privado, nos termos do artigo 33, inciso I, da Resolução TSE nº 23.553/2017.

 

A instauração do Procedimento Preparatório Eleitoral tomou como base notícias jornalísticas amplamente divulgadas nos sites locais em 18 de junho, informando que a pré-candidata estaria recebendo escolta armada de forma gratuita, patrocinada por um grupo de empresários, “simpático à campanha” da juíza aposentada. A segurança a que ela fazia direito enquanto magistrada foi retirada pelo Tribunal de Justiça, com o entendimento de que Selma teria desrespeitado as regras da concessão do benefício. Em seguida, a segurança passou a ser feita pela Casa Militar do estado de Mato Grosso a mando do governador Pedro Taques (PSDB). Mas também foi anulada pelo juiz da Comarca de Sinop, Mirko Giannotte. (mais…)

14
06

“Precisa chorar no velório para ver que merecia segurança?”, questiona Selma

“Não é possível que vai esperar que alguém atire no meu carro ou faça um atentado concreto para depois as pessoas concluírem que eu corro risco. Isso não é nem justo. A gente precisa chorar em um velório da pessoa para depois reconhecer que essa pessoa merecia ter segurança? Não é assim que funciona”, declarou a magistrada aposentada, Selma Rosane Santos Arruda, em entrevista concedida à Rádio Capital FM, em virtude da polêmica gerada com a escolta garantida pelo Governo do Estado a ela, depois que a Comissão de Segurança do Tribunal de Justiça decidiu por suspender a proteção a Selma por considerar ter havido “quebra de protocolo”.

 

A notícia da garantia de escolta, a ser feita pela Casa Militar, a pedido do governador Pedro Taques (PSDB), repercutiu negativamente nesta quarta-feira (13), com declarações dos deputados de oposição, considerando a atitude um “conluio político”, uma vez que Selma é pré-candidata ao Senado e esteve reunida recentemente com Taques discutindo política.

 

“Daqui a uns dias até dormindo devo dar assunto para algum tipo de polêmica, holofote negativo contra minha pré-candidatura”, ressaltou a magistrada aposentada.

(mais…)

13
06

Governador altera estrutura da Casa Militar para garantir escolta à Selma Arruda

Por Jessica Bachega

Hipernotícias

 

O governador Pedro Taques (PSDB) assinou decreto alterando a estrutura organizacional da Casa Militar. A mudança foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (13) e se adequa para atender ao pedido de escolta da juíza aposentada Selma Arruda (PSL), em campanha eleitoral para o Senado. Conforme da assessoria de imprensa do Governo, alteração não traz impacto financeiro ao Executivo.

 

O gestor deferiu o pedido de proteção feito pela magistrada citando a Lei Complementar nº 566, de 20 de maio de 2015. “[…] zelar pela segurança pessoal do Governador, do Vice-Governador e respectivos familiares, dos titulares dos órgãos essenciais do Governo do Estado e de outras autoridades ou personalidades quando determinado pelo Governador e ainda outras atribuições que lhe forem confiadas”, diz trecho adicionado à Lei Complementar.

 

O pedido

 

O governador determinou que a Casa Militar providencie escolta policial para a juíza aposentada Selma Arruda. A proteção deve ocorrer até que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decida sobre o requerimento de acompanhamento de seguranças.

(mais…)

27
05

Selma veta alianças com partidos de esquerda e MDB

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

A juíza aposentada e pré-candidata ao Senado Federal, Selma Arruda (PSL), não deverá coligar com partidos de esquerda como o PT, PC do B, dentre outras agremiações de esquerda e siglas com integrantes envolvidos e condenados em esquemas de corrupção. Dentre as demais agremiações vetadas estão o MDB, Patriotas e PC Nacional.

 

Caso seja convidada a compor palanque com pessoas envolvidas em esquemas, Selma garante não ir. “Eu, particularmente, já disse e reafirmo a vocês: Eu não pretendo dividir palanque com pessoas que tenham esses problemas”, afirmou a magistrada aposentada, em entrevista coletiva, realizada na tarde desta quinta-feira (24).

 

(mais…)

25
05

“Querem me colocar no banco dos réus”, afirma Selma Arruda

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

A juíza aposentada e pré-candidata ao Senado, Selma Arruda (PSL), afirma estar sendo alvo de uma campanha de difamação e negou ter escolhido processos pela “relevância social”, quando era titular da Sétima Vara Criminal de Cuiabá. Ex-assessores da magistrada, em depoimento, afirmaram que ela escolhia processos de acordo com a exposição na mídia.

 

Para Selma, está ocorrendo uma inversão de valores e tentam colocar ela no banco dos réus. “Eu tentei fazer as coisas da forma correto e honesta. Essa pessoa tem quase 200 processos e, de repente, quer me transformar em ré. Daqui a pouco eu vou ser presa por causa dos crimes deles. As coisas vão tomar um rumo completamente inverso”, afirmou ao referir-se ao ex-deputado Humberto Bosaipo, condenado por ela.

 

(mais…)

23
05

Semana difícil para Selma Arruda

Desde que deixou a vida de magistrada e resolveu trabalhar para construir sua candidatura ao Senado Federal, esta foi a semana em que Selma Arruda mais sofreu reveses. Primeiramente, a ex-magistrada foi surpreendida com a informação de que o Tribunal de Justiça de Mato Grosso decidiu retirar a escolta armada que garantia sua proteção em razão das ameaças de morte sofridas.

 

Logo depois, Selma se viu denunciada por propaganda extemporânea. E por último, foi acusada por uma ex-assessora da 7ª Vara Criminal de escolher os processos a serem julgados de acordo com a “repercussão midiática”.

 

Além de todos os episódios, no final de semana a ex-juíza ainda foi hospitalizada com problemas renais.

 

Selma Arruda vem percorrendo o Estado na expectativa de consolidar a sua candidatura ao Senado. Pesquisa feita pela Voice mostrou Selma Arruda como um dos três candidatos preferidos ao Senado, com 6,2% das intenções de voto. Em primeiro lugar apareceu Mauro Mendes, com 17,7% dos votos e em segundo Jayme Campos, com 13,9%.

 

A ex-magistrada deve dar uma coletiva de imprensa para responder a todas as acusações nesta quinta-feira (24).

12
05

Selma é cotada para ser vice e Rossato fica no banco

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O senador José Medeiros, presidente do Podemos em Mato Grosso, afirmou que a juíza aposentada Selma Arruda está sendo cotada para ser candidata a vice-governadora na chapa do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT). Diante da composição da “Frentinha”, o ex-prefeito de Sorriso e pré-candidato, Dilceu Rossato (PSL), estaria fora da disputa.

 

O grupo é formado pelos partidos Podemos; PSDC; PRP; Avante; Pros e PMN. Em reunião nesta quinta-feira (10), o grupo ouviu as propostas de Pivetta e deverá ouvir todos os candidatos, inclusive o governador Pedro Taques (PSDB). O senador Medeiros, entretanto, não acredita que o encontro com o Chefe do Estado vai se concretizar.

 

“O que chegou para gente é que o Rossato faria composição como vice-governador na chapa do Pivetta. Ou a Selma Arruda de vice, aí ele [Rossato] não concorreria. Já ele de governador e Pivetta de vice não é inteligente, deve ter um de Cuiabá, não pode ser os dois do nortão”, afirmou o senador José Medeiros, em entrevista à Rádio Capital FM.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade