Arquivo da Tag: "SAÚDE"
15
08

84% das crianças ainda não foram vacinadas contra pólio e sarampo

Por Estadão Conteúdo

 

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira, 14, que a campanha nacional de vacinação contra pólio e sarampo, que ocorre até o fim do mês, teve pouca adesão até o momento. Já foram aplicadas 3,6 milhões de doses das vacinas -1,808 milhão contra a pólio, o que representa 16,13% do público-alvo, e 1,801 milhão contra o sarampo, ou 16,07% do público-alvo.

 

A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar mais de 11 milhões de crianças menores de cinco anos. Estão sendo convocadas todas as crianças nessa faixa etária, independentemente da situação vacinal. No sábado, 18, será realizado o dia de mobilização nacional, quando mais de 36 mil postos estarão abertos. A campanha termina no dia 31.

 

(mais…)

09
08

Prefeito de Primavera do Leste pede bloqueio de contas do Estado por falta de repasse

leo bostolin/primaveraPor Danna Belle

HiperNotícias

O prefeito de Primavera do Leste (240 quilômetros de Cuiabá), Leonardo Bortolin (MDB), pediu o bloqueio das contas do Governo do Estado devido ao débito com a saúde por falta de repasse de anos anteriores, afetando todo o atendimento no município, inclusive causando um possível fechamento da UTI. 

Entramos na Comarca requerendo bloqueio judicial, tendo em vista que o atraso tem impactado e prejudicado os atendimentos. Nós temos, ainda, repasse de Samuatenção básicafarmácia e UCT (banco de sangue) em aberto de meses do ano passado. O atraso está em torno de R$ 6 milhõesaté de alguns anos atrás, mas o mais pesado é de 2017”, afirmou o prefeito à reportagem do HiperNotícias, na manhã desta quinta-feira (9). 

(mais…)

31
07

Saúde quer vacinar 11 milhões de crianças contra sarampo e pólio

Tomaz Silva/Agência Brasil

Por Paula Laboissière

Agência Brasil

 

O cirurgião-dentista Ricardo Gadelha, 44 anos, foi diagnosticado com poliomielite pouco antes de completar 2 meses de vida. Em meio às sequelas que a doença deixou, sobretudo nos membros inferiores, ele garante fazer a sua parte pra que a chamada paralisia infantil não volte a fazer novas vítimas. Os filhos de Gadelha, Samuel, 14 anos, e Davi, 11 anos, foram devidamente imunizados contra a pólio. “Não quero nem desejo essa sequela pra ninguém. Filho protegido é filho vacinado. Nós, pais, temos essa responsabilidade”, reforçou.

 

A partir da próxima segunda-feira (6), todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem ser levadas aos postos de saúde para receber a dose contra a pólio e também contra o sarampo. O Dia D de mobilização nacional foi agendado para o dia 18, um sábado, mas a campanha segue até o dia 31 de agosto. A meta do governo federal é imunizar 11,2 milhões de crianças e atingir o marco de 95% de cobertura vacinal nessa faixa etária, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

(mais…)

11
07

“A incapacidade de gestão é tão prejudicial quanto a corrupção”, critica deputada

Por HiperNotícias

 

Durante cobrança na tribuna e pedido para que o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, interfira junto ao governo do Estado com relação aos atrasos nos repasses à  Saúde e com relação ao fechamento da UTI Pediátrica da Santa Casa de Rondonópolis pelo mesmo motivo, a deputada estadual Janaína Riva (MDB) comparou os danos causados pela incapacidade de gestão do governador Pedro Taques, aos da corrupção.

 

“Muitas vezes vejo colegas falarem de corrupção e não lembram que a falta de capacidade de gestão, prejudica tanto quanto a corrupção. Quando não se sabe aplicar os recursos corretamente, deixa-se de arrecadar, perde-se dinheiro, faz com que pessoas morram, dói tanto quanto a corrupção a falta de capacidade de gestão. O governador Pedro Taques está marcado na história de Mato Grosso como o pior gestor que já existiu em Mato Grosso, o pior. Nesta área não tem quem compete com ele”, disparou a deputada.

 

(mais…)

29
06

Municípios regridem 3 anos com a crise

Por Estadão Conteúdo

 

Depois de oito altas consecutivas desde 2006, o índice de desenvolvimento dos municípios entrou numa trajetória declinante por causa da crise econômica. Medido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), o indicador (IFDM) recuou três anos e está abaixo do nível observado em 2013. O desempenho negativo foi puxado pela vertente emprego e renda, que anulou os ganhos verificados nos dois outros itens analisados: educação e saúde.

 

Fechamento de vagas de trabalho colaborou para resultado

Com o fechamento de quase 3 milhões de postos de trabalho entre 2015 e 2016, o IFDM Emprego e Renda está no menor patamar desde o início da série histórica, em 2006. A previsão dos pesquisadores da Firjan é que o País só consiga retomar o nível de 2013 em 2027. “Vale destacar que nossa projeção é feita sob uma base otimista de 2009 e 2012 (quando a geração de emprego estava aquecida), afirma o coordenador de Estudos Econômicos da Firjan, Jonathas Goulart Costa.

 

De 2006 para 2013, com a economia aquecida e alta geração de emprego, 103 municípios foram alçados à faixa de desenvolvimento alto ou moderado. Mas, com a crise econômica, a trajetória mudou e 936 municípios deixaram essas duas faixas do índice e engrossaram o time de cidades com baixo ou desenvolvimento regular – 85% dos municípios estão nesses grupos. (mais…)

19
06

Comissão tem 120 dias para apurar irregularidades

A Câmara Municipal de Cuiabá definiu quem serão os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde em reunião do Colégio de Líderes, nesta segunda-feira. Por ser o propositor do requerimento de abertura da investigação, Abílio Júnior (PSC) fica como presidente. Ricardo Saad (PSDB) um dos integrantes da bancada da saúde foi escolhido como relator e Doutor Xavier (PTC) como membro. Os trabalhos começam nesta terça -feira (19), logo após a sessão legislativa.

 

A CPI foi instalada na última quinta-feira (14) depois que nove vereadores assinaram o requerimento. O objetivo da investigação é apurar gestão temerária na saúde pública, ingerência política e administrativa da Secretaria Municipal de Saúde, falta de medicamentos e eventual crise provocada para viabilizar a realização de contratações emergenciais e a contratação de servidores fantasmas.

 

(mais…)

14
06

Votação de Fundo para a Saúde emperra na AL e governo tenta consenso

O Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) recebeu uma série de sugestões que emperraram a votação da matéria na Assembleia Legislativa. Com esse “contratempo”, o governo já trabalha com a hipótese de perder mais R$ 15 milhões do montante a ser destinado para sanar a crise na saúde pública. Como não ocorreu a apreciação da matéria para que ela vigorasse a partir de 1º de junho, R$ 15 milhões já deixaram de ser arrecadados. O “prejuízo” pode atingir os R$ 30 milhões. A informação foi presta pelo vice-líder do governo na Casa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

 

No final da tarde desta quarta-feira (13), o tucano esteve reunido com o secretário estadual de Fazenda, Rogério Gallo, para buscar um consenso e garantir o avanço da tramitação da proposta na Casa.

 

(mais…)

09
06

Santos quer debate com Poderes sobre contratações temporárias na saúde

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) deve realizar, no final deste mês, uma audiência pública para discutir as contratações temporárias na saúde pública. A intenção é convocar os três Poderes para travar um diálogo ampliado. Para o tucano, a legislação precisa passar por adequação, uma vez que essa modalidade de contratação é inerente e fundamental para o funcionamento da saúde pública.

 

Santos foi condenado por improbidade administrativa pelo período em que ainda era prefeito de Cuiabá, depois de ter realizado contratações temporárias na saúde pública. O Ministério Público, autor da ação civil pública, entendeu que o gestor estaria priorizando as contratações temporárias em detrimento à posse de concursados. O tucano tentou reverter a condenação no Tribunal de Justiça. Contudo, em julgamento realizado pela Segunda Câmara de Direito Público e Coletivo nesta semana, a condenação foi mantida.

 

(mais…)

26
05

Situação da saúde preocupa o presidente Michel Temer, diz ministro

Valter Campanato/Agência Brasil

Por Renata Giraldi

Agência Brasil

 

O presidente Michel Temer está particularmente preocupado com a situação da saúde, disse hoje (26) o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo da Presidência da República. “O presidente está muito preocupado com a questão de vidas”, afirmou Marun.

 

Em entrevista coletiva concedida há pouco, o ministro disse que está em curso a regularização das termelétricas e dos aeroportos de Rio, de São Paulo e Porto Alegre. Segundo ele, o mesmo deve ocorrer nas próximas horas com o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

 

(mais…)

25
04

Governo encaminha pedido de empréstimo e FEEF

Por HiperNotícias

 

Chegou ao Legislativo Estadual a Mensagem 43/2018 que visa a criação de um Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) para Mato Grosso encaminhada pelo Governo do Estado. O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), leu o teor da matéria na sessão matutina desta quarta-feira (25). Com estimativa de arrecadar R$ 180 milhões em 12 meses, todo recurso será revertido para a saúde pública.

 

O novo fundo poderá existir por até três anos (a contar de junho de 2018), ficando sujeito a renovação a cada 12 meses. Apesar dos recursos serem para pagar despesas da Saúde, será gerido pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

 

Na justificativa do projeto, o Governo do Estado lembra que nem todos os setores vão contribuir com o novo fundo. Apenas os que concordaram com a criação. Vão contribuir os setores de frigorífico (abate de bovinos); fabricação de óleo vegetal em bruto, óleos refinados (exceto óleo de milho); moagem e fabricação de produtos de origem vegetal; cervejas e chopes; refrigerantes; biocombustíveis (exceto álcool); cimento; colchões e comércio varejista especializado em eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade