Arquivo da Tag: "SAÚDE"
19
06

Comissão tem 120 dias para apurar irregularidades

A Câmara Municipal de Cuiabá definiu quem serão os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde em reunião do Colégio de Líderes, nesta segunda-feira. Por ser o propositor do requerimento de abertura da investigação, Abílio Júnior (PSC) fica como presidente. Ricardo Saad (PSDB) um dos integrantes da bancada da saúde foi escolhido como relator e Doutor Xavier (PTC) como membro. Os trabalhos começam nesta terça -feira (19), logo após a sessão legislativa.

 

A CPI foi instalada na última quinta-feira (14) depois que nove vereadores assinaram o requerimento. O objetivo da investigação é apurar gestão temerária na saúde pública, ingerência política e administrativa da Secretaria Municipal de Saúde, falta de medicamentos e eventual crise provocada para viabilizar a realização de contratações emergenciais e a contratação de servidores fantasmas.

 

(mais…)

14
06

Votação de Fundo para a Saúde emperra na AL e governo tenta consenso

O Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) recebeu uma série de sugestões que emperraram a votação da matéria na Assembleia Legislativa. Com esse “contratempo”, o governo já trabalha com a hipótese de perder mais R$ 15 milhões do montante a ser destinado para sanar a crise na saúde pública. Como não ocorreu a apreciação da matéria para que ela vigorasse a partir de 1º de junho, R$ 15 milhões já deixaram de ser arrecadados. O “prejuízo” pode atingir os R$ 30 milhões. A informação foi presta pelo vice-líder do governo na Casa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

 

No final da tarde desta quarta-feira (13), o tucano esteve reunido com o secretário estadual de Fazenda, Rogério Gallo, para buscar um consenso e garantir o avanço da tramitação da proposta na Casa.

 

(mais…)

09
06

Santos quer debate com Poderes sobre contratações temporárias na saúde

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) deve realizar, no final deste mês, uma audiência pública para discutir as contratações temporárias na saúde pública. A intenção é convocar os três Poderes para travar um diálogo ampliado. Para o tucano, a legislação precisa passar por adequação, uma vez que essa modalidade de contratação é inerente e fundamental para o funcionamento da saúde pública.

 

Santos foi condenado por improbidade administrativa pelo período em que ainda era prefeito de Cuiabá, depois de ter realizado contratações temporárias na saúde pública. O Ministério Público, autor da ação civil pública, entendeu que o gestor estaria priorizando as contratações temporárias em detrimento à posse de concursados. O tucano tentou reverter a condenação no Tribunal de Justiça. Contudo, em julgamento realizado pela Segunda Câmara de Direito Público e Coletivo nesta semana, a condenação foi mantida.

 

(mais…)

26
05

Situação da saúde preocupa o presidente Michel Temer, diz ministro

Valter Campanato/Agência Brasil

Por Renata Giraldi

Agência Brasil

 

O presidente Michel Temer está particularmente preocupado com a situação da saúde, disse hoje (26) o ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo da Presidência da República. “O presidente está muito preocupado com a questão de vidas”, afirmou Marun.

 

Em entrevista coletiva concedida há pouco, o ministro disse que está em curso a regularização das termelétricas e dos aeroportos de Rio, de São Paulo e Porto Alegre. Segundo ele, o mesmo deve ocorrer nas próximas horas com o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

 

(mais…)

25
04

Governo encaminha pedido de empréstimo e FEEF

Por HiperNotícias

 

Chegou ao Legislativo Estadual a Mensagem 43/2018 que visa a criação de um Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) para Mato Grosso encaminhada pelo Governo do Estado. O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), leu o teor da matéria na sessão matutina desta quarta-feira (25). Com estimativa de arrecadar R$ 180 milhões em 12 meses, todo recurso será revertido para a saúde pública.

 

O novo fundo poderá existir por até três anos (a contar de junho de 2018), ficando sujeito a renovação a cada 12 meses. Apesar dos recursos serem para pagar despesas da Saúde, será gerido pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz).

 

Na justificativa do projeto, o Governo do Estado lembra que nem todos os setores vão contribuir com o novo fundo. Apenas os que concordaram com a criação. Vão contribuir os setores de frigorífico (abate de bovinos); fabricação de óleo vegetal em bruto, óleos refinados (exceto óleo de milho); moagem e fabricação de produtos de origem vegetal; cervejas e chopes; refrigerantes; biocombustíveis (exceto álcool); cimento; colchões e comércio varejista especializado em eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo.

 

(mais…)

20
04

Número de casos de febre amarela cresce 57%; mortes aumentam 41%

Tomaz Silva/Agência Brasil

Por Helena Martins

Agência Brasil

 

Em menos de um ano, o Brasil registrou 1.157 casos de febre amarela e 342 mortes decorrentes da doença. Os números são do Ministério da Saúde e contabilizam os registros feitos entre os dias 1º julho de 2017 e 17 de abril deste ano. No mesmo período do ano passado, foram 733 casos e 241 mortes confirmados. Os números apontam um crescimento de 41,9% no número de mortes e 57% no total de casos.

 

Os estados com maior número de notificações no período são: São Paulo (2.558), Minas Gerais (1.444), Rio de Janeiro (453) e Paraná (110). Quanto aos óbitos, praticamente todos estão concentrados em Minas Gerais (156), São Paulo (120) e Rio de Janeiro (64), à exceção de uma morte ocorrida no Distrito Federal e outra no Espírito Santo.

 

Segundo o Ministério da Saúde, a preocupação em relação à doença decorre não só do aumento do número de registros em relação ao ano passado, mas devido ao fato do vírus estar circulando em regiões metropolitanas com maior contingente populacional, o que pode gerar mais infecções, inclusive em áreas que nunca tiveram recomendação de vacina.

 

(mais…)

12
04

Governo Pedro Taques propõe que dinheiro arrecadado pelo Fundo seja destinado à Saúde

Por HiperNotícias

 

O governador Pedro Taques deve propor ainda nesta semana a criação de um novo fundo emergencial e que todo valor arrecado pelo fundo será investido em saúde. O fundo faz parte da Emenda Constitucional que limitou os gastos públicos do Estado de Mato Grosso.

 

O texto aprovado pela Assembleia Legislativa prevê a criação de um fundo em até dois anos. Na abertura do ano Legislativo, Taques entregou a mensagem do governo e destacou a importância de criar o fundo emergencial para o Estado.

 

Em entrevista nesta quarta-feira (11) o governador destacou que se reuniu com os representantes de segmentos do estado e todos os segmentos que entenderam e concordaram com a proposta que deve resultar em uma arrecadação de R$ 180 milhões, anteriormente o Estado pretendia arrecadar mais R$ 500 milhões.

 

(mais…)

10
04

“Não posso ser responsabilizado”, diz Taques sobre atraso de unidade de saúde

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou não ter responsabilidade sobre o atraso da conclusão do novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá. A obra deveria ter sido inaugurada neste domingo (8), quando Cuiabá completou 299 anos de fundação. O governador e o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), deram várias entrevistas em 2017 garantindo a entrega.

 

“Eu não posso ser responsabilizado pelo tempo da obra, tudo tem seu tempo, eu não posso resolver o problema do tempo, infelizmente, sou Pedro não sou São Pedro”, disse Taques, em entrevista coletiva para repassar detalhes sobre a 13ª edição da Caravana da Transformação, na manhã desta segunda-feira (9).

 

(mais…)

03
04

Fundo de Estabilização deve ser exclusivo à Saúde

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), afirmou que o Governo do Estado alterou a finalidade do Fundo Emergencial de Estabilização Fiscal (FEEF). O Fundo foi anunciado no início dos trabalhos legislativos deste ano, com a finalidade de ajudar o Governo diante das dificuldades de fluxo de caixa para pagar os fornecedores.

 

“Ele já mudou. É só para a Saúde, se não mudar, porque a cada hora muda a conversa. Será totalmente para o custeio. Eu acho que é um argumento mais forte para aprovar a lei. Todo mundo sabe que a Saúde é um gargalo, eu acho que com esses argumentos facilita a aprovação”, afirmou Eduardo Botelho ao HiperNotícias, na manhã desta segunda-feira (2).

 

(mais…)

19
03

Governo investe R$ 26 milhões recuperados em saúde, educação e segurança

Por HiperNotícias

 

Mais de R$ 26 milhões recuperados pelo Governo de Mato Grosso, após ações de combate à corrupção, estão sendo aplicados em obras nas áreas de saúde, educação, cultura e aparelhamento da segurança pública. Um dos exemplos é a nova sede que será construída para a Escola Estadual Coronel Antônio Paes de Barros, em Barão de Melgaço.

 

O dinheiro da escola é proveniente de acordos de leniência que envolvem crimes contra a administração pública.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade