Arquivo da Tag: "RODRIGO MAIA"
21
11

Maia tenta dissociar do DEM indicações para ministérios

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia fala após participar do III Encontro da Câmara Espanhola no Rio de Janeiro, no Museu do Amanhã, na zona portuária do Rio.Por Karine Melo

Agência Brasil

 

O presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no exercício da Presidência da República, buscou hoje (21) dissociar o comando do DEM das indicações, já confirmadas, para três ministérios no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Segundo ele, as indicações também não têm relação com a disputa para a presidência da Câmara. “As indicações não são do DEM”, afirmou.

 

A definição dos nomes dos futuros ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde), todos do DEM, provocou reações no Congresso, inclusive em partidos que integram o chamado Centrão, que apoia Bolsonaro.

 

(mais…)

29
07

Maia: candidato do DEM pode ter palanque com outro a presidente que não Alckmin

Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que candidatos regionais de seu partido não vão abrir mão de suas candidaturas pela união do Centrão com o ex-governador de São Paulo e pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin. Após convenção regional do DEM no Rio, neste domingo, 29, Maia disse que, se um candidato do partido tiver que “construir um palanque” com outro candidato a presidente, isso será feito.

 

“A gente vai ter candidato de qualquer jeito, não abrimos mão de jeito nenhum . Eu disse isso ao (ex) governador Geraldo Alckmin, quando estive com ele nessa semana. O DEM tem projeto de fortalecimento de seus palanques em todos Estados que tivermos condições”, afirmou.

 

(mais…)

17
07

União não concorda em pagar R$ 4 bi para Mato Grosso

Por Danna Belle

HiperNotícias

 

Secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, voltou a se reunir com o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM/RJ), em Brasília, na semana passada, para cobrar o repasse de divisão de R$ 39 bilhões, que serão divididos entre os estados brasileiros por meio do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX).

 

Gallo retornou com promessa de empenho por parte de Maia para aprovar a proposta ainda este ano, mesmo sendo ano de eleições, passando a vigorar a partir do ano que vem. Porém, não garantiu que Mato Grosso receba os R$ 4 bilhões de direito, uma vez que a equipe econômica do Governo Federal descorda da quantia.

 

(mais…)

23
06

Em jantar, Maia, Temer e Aécio discutem candidatura tucana à Presidência

Por Estadão Conteúdo

 

A possibilidade de substituir Geraldo Alckmin por João Doria na chapa presidencial do PSDB, unindo o MDB e o DEM em torno desse novo candidato, foi o principal assunto de um jantar promovido na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na noite da quinta-feira, 21

 

O encontro, que teve Maia como anfitrião, reuniu o presidente Michel Temer, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. Apesar de acertada há alguns dias, a reunião não constava da agenda oficial nem de Temer nem de Maia.

 

(mais…)

13
06

Maia defende combate a fake news com cuidado para evitar censura

Por Estadão Conteúdo

Pré-candidato ao Palácio do Planalto, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta quarta-feira, 13, a importância do combate às chamadas “fake news” (notícias falsas) no Brasil. Ele ponderou, contudo, que o debate sobre a regulamentação das redes sociais deve ser feito com “todo cuidado” para que não avance para nenhum tipo de censura.

 

“A discussão da fake news é uma discussão muito importante, com todo cuidado para que uma regulamentação sobre esse assunto não avance em nenhum tipo de censura”, afirmou o parlamentar fluminense, durante café da manhã com executivos e integrantes da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert). Para Maia, esse debate é importante principalmente para as eleições deste ano.

 

“Isso é muito importante, principalmente para um processo político. Com um processo eleitoral, faltando três dias, se entra uma informação falsa e ela consegue multiplicar, pode derrotar um candidato, pode dar vitória a outro”, disse o presidente da Câmara. Para ele, não será “saudável” a concorrência se houver setores de comunicação regulamentados e outros não. “Não podemos ter sistemas tratando do mesmo assunto com regras distintas.” (mais…)

09
06

Maia já articula reeleição à presidência da Câmara

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Sem passar de 1% nas pesquisas de intenção de voto ao Palácio do Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já admite, em conversas com aliados, desistir da disputa. Maia prepara o argumento para a desistência e passou a articular apoio para se reeleger ao comando da Casa na próxima legislatura. “Vou trabalhar pela minha candidatura até o limite, mas, de forma nenhuma, vou para esse processo sozinho”, afirmou Maia ao Estadão/Broadcast.

 

A saída de Maia da disputa presidencial vai explicitar as articulações do DEM no processo eleitoral. O presidente da Câmara tem defendido um novo polo de poder, distante do PSDB – parceiro histórico – e do MDB.

 

(mais…)

20
05

Maia critica alta da gasolina e defende zerar Cide e diminuir PIS-Cofins

Por Estadão Conteúdo

 

Pré-candidato ao Palácio do Planalto, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu neste domingo, 20, que o governo federal avalie a possibilidade de zerar a Cide e diminuir o PIS-Cofins para ajudar a diminuir o preço da gasolina no País. Ele também prometeu convocar uma comissão geral na Casa para debater, em 30 de maio, outras sugestões para reduzir os preços dos combustíveis.

 

“No curto prazo, o governo federal deve avaliar a possibilidade de zerar a Cide e diminuir o PIS-Cofins. Os Estados podem avaliar o mesmo para o ICMS. São ideias de políticas compensatórias para enfrentar o momento atual. E estão distantes do congelamento de preços que vimos no passado.”, escreveu Maia em sua conta oficial no Twitter. Cide, PIS-Cofins e ICMS são tributos que incidem sobre o preço dos combustíveis.

 

Dados divulgados na última sexta-feira (18) pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP) mostraram que o preço médio da gasolina nas bombas terminou a semana em alta. O aumento, segundo a instituição, foi de 0,63%, para R$ 4,284 por litro na média nacional. O valor representa uma média calculada pela ANP, que verifica os preços em diversos municípios. Eles, portanto, podem variar de acordo com o local.

 

(mais…)

13
05

Aliança DEM-PSDB ‘Está terminando’, afirma Maia

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), principal líder do DEM, afirmou que o casamento entre seu partido e o PSDB está perto do fim. “Essa aliança vem sendo muito desgastada nos últimos anos. Em 2010, a composição foi difícil e em 2014 deixaram o DEM fora da chapa majoritária. Tudo isso mostra que o ciclo está terminando”, disse. A parceria vem desde a primeira eleição presidencial de Fernando Henrique Cardoso, em 1994, quando o DEM ainda se chamava PFL e ocupou a vaga de vice. Foi quebrada, porém, em 2002, ano em que o apoio se deu apenas no segundo turno. Pré-candidato à Presidência, Maia pregou um novo polo de poder, longe dos tucanos e do MDB. Apesar de ter apenas 1% das intenções de voto, prometeu levar a campanha “até o final” e negou que vá jogar a toalha para se aliar ao ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB). “Desistir em nome de quê? De uma derrota?”, perguntou.

 

O MDB já admitiu que pode não ter candidato à Presidência. O senhor acha que a demora do presidente Michel Temer em anunciar sua decisão prejudica?

 

Acho que não porque os objetivos são distintos. É legítimo que o MDB tenha uma candidatura própria, que olha para o passado, seja com o presidente Michel ou com o ex-ministro Meirelles. Alguns outros partidos, como o DEM, estão querendo construir um projeto que olhe para o futuro.

 

(mais…)

30
04

Maia pode convocar ainda hoje suplente de deputado preso

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Débora Brito

Agência Brasil

 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (30), em entrevista à Rádio Bandeirantes, que ainda nesta segunda-feira deve convocar o suplente do deputado Celso Jacob (MDB-RJ). Jacob está preso desde junho do ano passado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, depois de ter sido condenado em 2006 por falsificação de documento público e dispensa irregular de licitação quando o peemedebista era prefeito de Três Rios (RJ). O suplente a ser convocado é José Augusto Nalin (DEM-RJ).

 

De acordo com a Constituição Federal, o suplente de deputado ou senador pode ser convocado, no prazo de 48 horas em caso de vacância e se o titular tomar posse no cargo de ministro de Estado, governador, secretário, prefeito ou chefe de missão diplomática. Outra possibilidade de convocação é o licenciamento do titular por motivo de doença ou interesse particular, desde que não ultrapasse o prazo de 120 dias.

 

Como nenhum desses casos se aplica ao deputado preso, Maia estava aguardando esgotar todas as possibilidades de recurso para oficializar o afastamento do deputado preso e convocar seu suplente. “O recurso foi indeferido na semana anterior, então está na hora de chamar o suplente pra que a Câmara não fique com a despesa daqueles que não podem exercer seu mandato”, declarou Maia.

 

(mais…)

19
04

DEM hesita sobre Maia e busca pontes com Alckmin

Por Estadão Conteúdo

 

A pré-candidatura ao Palácio do Planalto do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), perdeu força e começa a ser reavaliada pela cúpula do DEM, que passou a procurar nomes como o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) para conversar sobre futuras alianças.

 

O primeiro movimento ocorreu na semana passada, quando deputados da sigla, entre eles o líder na Câmara, Rodrigo Garcia (DEM-SP), se encontraram com Alckmin em Brasília. O prefeito de Salvador e presidente do DEM, ACM Neto, também deve procurar líderes de outras legendas, que inicialmente manifestaram apoio a Maia, como PP, PRB, SD e PR, para “estabelecer pontes” e não fechar portas no futuro. Dois desses partidos já lançaram pré-candidatos próprios ao Planalto: o empresário Flávio Rocha (PRB) e o ex-ministro Aldo Rebelo (SD).

 

Mesmo diante do cenário adverso, porém, o DEM diz que vai manter a candidatura de Maia e que um eventual apoio a outro nome só acontecerá em junho ou julho. “Neste momento, ninguém avalia a hipótese de desistência”, afirmou ACM Neto.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade