Arquivo da Tag: "RICARDO BARROS"
22
02

Ministério propõe vacinar toda população contra febre amarela até o fim do ano

ReproduçãoPor Estadão Conteúdo

 

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, propôs nesta quinta-feira, 22, a representantes de secretários estaduais e municipais de saúde vacinar toda a população brasileira contra febre amarela até o fim do ano. A área de recomendação de vacina contra a doença tem se expandido ao longo dos últimos anos, numa resposta à expansão da circulação do vírus que provoca a doença.

 

Atualmente, cerca de 20 milhões de pessoas no Nordeste e 10 milhões no Sudeste vivem em áreas onde não há recomendação de vacina.

 

Na avaliação de Barros, seria possível atender a essa demanda ainda neste ano. Isso porque a Fiocruz deverá entregar este ano 48 milhões de doses.

 

(mais…)

23
01

Quem viajar para área de risco no carnaval deve se vacinar contra febre amarela

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Paula Laboissière

Agência Brasil

 

As pessoas que vão viajar durante o período de carnaval para regiões de mata ou onde há risco de transmissão de febre amarela devem se vacinar contra a doença pelo menos 10 dias antes do deslocamento. O alerta foi feito hoje (23) pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros.

 

Durante coletiva de imprensa, Barros lembrou que muitos brasileiros evitam a folia e preferem participar de retiros em regiões de mata durante o período. “Essas pessoas têm que se vacinar com antecedência mínima de 10 dias”, reforçou.

 

(mais…)

12
09

Governo prorroga até março vacinação contra HPV

1Homens e mulheres entre 15 e 26 anos poderão se vacinar contra HPV até março do ano que vem nos municípios com imunizantes em estoque. A nova recomendação do Ministério da Saúde foi divulgada nesta segunda-feira, 11. Inicialmente, a vacinação para essa faixa etária estava prevista para acabar em setembro.

(mais…)

01
09

Santas Casas terão prazo dobrado para quitar dívidas, anuncia ministro

1As Santas Casas terão, a partir de agora, o dobro de prazo para quitar suas dívidas. Um acordo anunciado nesta quinta-feira, 1º, pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, amplia de 5 para 10 anos o prazo para que instituições liquidem operações de crédito com a Caixa Econômica Federal. (mais…)

12
08

Ministro da Saúde pede desculpas por declaração

1O ministro da Saúde Ricardo Barros enviou nota nesta sexta-feira 12, pedindo desculpas “se foi mal interpretado na frase que disse que os homens trabalham mais”. No lançamento de dois guias do Pré-Natal do Parceiro, que incentivam que homens façam exames preventivos ao acompanhar suas mulheres em consultas durante a gravidez, ele afirmou que os homens “trabalham mais do que as mulheres e são os provedores” das casas brasileiras e esse seria o motivo de eles não buscarem assistência médica.
(mais…)

17
05

Ministro da Saúde condiciona financiamento do SUS a reforma da Previdência

1O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou em nota que a solução do financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS) está condicionada a uma reforma na Previdência Social. “Eu não tenho nenhuma pretensão de redimensionar o SUS. O que nós precisamos é capacidade de financiamento para atender à demanda”, disse. “Só conseguiremos espaço fiscal para a Saúde se conseguirmos repactuar os gastos excessivos na Previdência”, completou. 
(mais…)

22
12

Não há espaço no Orçamento de 2016 para políticas anticíclicas, diz relator

1Após se reunir com o novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, o relator-geral do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), afirmou que não há espaço na proposta orçamentária do próximo ano para que o governo induza a retomada do crescimento. “No orçamento de 2016, não há espaço para o anticíclico, para o governo movimentar a economia”, disse Barros, em entrevista coletiva.
(mais…)

09
11

Corte no Bolsa Família afetaria 2,9 mi de beneficiários em SP, diz Ministério

1Na tentativa de demover o relator-geral do Orçamento de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR), de propor um corte de R$ 10 bilhões no Bolsa Família, o governo decidiu partir para uma “batalha de números”. A intenção é mostrar que, neste momento de forte crise econômica, a “tesourada” no principal programa social reduziria em 2,9 milhões o número beneficiários no Estado de São Paulo, que seria o mais afetado pela redução das verbas. 
(mais…)

Publicicade

Publicicade