Arquivo da Tag: "RENEGOCIAÇÃO"
12
03

Estado consegue adiar pagamento de parcela da dívida com Bank Of America

O Governo de Mato Grosso conseguiu adiar o pagamento da parcela da dívida dolarizada ao Bank of America que venceria nesta segunda-feira (11). Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Fazenda, há uma tentativa para que o valor seja repassado somente no mês de setembro. Caso esse aval não chegue, o montante deve ser pago daqui a 15 dias.

 

O Executivo está fazendo um provisionamento de caixa se porventura tiver que desembolsar o recurso relativo à parcela ainda este mês.  A assessoria não soube informar quanto já existiria reservado para esta finalidade. Para honrar a parcela o estado precisa de aproximadamente R$ 140 milhões.

 

Uma nova parcela deve ser paga em setembro. No entanto, a expectativa é que até lá Mato Grosso já tenha conseguido “vender” a dívida dolarizada ao Banco Mundial. Caso isso ocorra, a estimativa é que o estado tenha uma economia de R$ 200 milhões em caixa.

 

(mais…)

10
08

Portaria da Fazenda regulamenta renegociação da dívida dos Estados com a União

1O Ministério da Fazenda publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, dia 10, portaria que regulamenta os procedimentos para a renegociação da dívida dos Estados e Distrito Federal com a União, conforme prevê a Lei Complementar 156, de 28 de dezembro de 2016.

(mais…)

20
12

Deputados analisam requerimento para retirar de pauta renegociação da dívida

1Os deputados vão analisar um requerimento para retirar de pauta o projeto da renegociação da dívida dos Estados, que inclui também a criação do regime de recuperação fiscal para os entes mais endividados. Na manhã desta terça-feira, 20, os líderes partidários fecharam um acordo em reunião na residência oficial da Câmara para votar o texto retirando todas as contrapartidas a serem feitas pelos Estados que vão aderir ao programa.

As contrapartidas são uma prioridade para o Ministério da Fazenda e o governo de Michel Temer. (mais…)

19
12

Crise faz Câmara trabalhar até na semana do Natal

1A crise econômica fez os deputados adiarem o início das férias e programarem um desembarque em Brasília na semana do Natal. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou sessões para esta segunda-feira, 19, e terça, 20, para tentar concluir a pauta de votação, especialmente a do projeto que trata da renegociação da dívida dos Estados.

Apesar de formalmente o recesso começar somente no dia 23, havia um acordo entre os parlamentares para que o ano legislativo fosse encerrado já no último dia 15. O Senado, por exemplo, não vai realizar sessões esta semana. (mais…)

16
12

Maia convoca sessões na semana do Natal para tentar votar dívidas dos Estados

1O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convocou sessões para segunda e terça-feira da próxima semana, véspera do recesso parlamentar, para tentar votar o projeto que trata da renegociação da dívida dos Estados. A conclusão da análise da proposta, porém, vai depender do número de deputados que virão a Brasília na semana do Natal.

Por falta de acordo, o projeto não foi votado na última quinta-feira. Natural do Rio, um dos Estados mais afetados, Maia segurou o quanto pode a sessão para que os parlamentares entrassem em um consenso, mas não obteve sucesso. (mais…)

10
08

Meirelles diz que ajuste passa pela renegociação das dívidas dos estados

Henrique Meirelles disse que “os governadores têm todos os instrumentos legais para garantir o teto das despesas dos estados”                      Valter Campanato/Agência Brasil

Henrique Meirelles disse que “os governadores têm todos os instrumentos legais para garantir o teto das despesas dos estados” Valter Campanato/Agência Brasil

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (10) – através de nota – que aprovação do Projeto de Lei Complementar 257/16, que trata da renegociação das dívidas dos estados e do Distrito Federal com a União, “é o primeiro passo concreto do ajuste estrutural das despesas públicas brasileiras em décadas”.

A nota destaca, ainda, que o próximo projeto de ajuste a entrar em pauta na Câmara dos Deputados é o que define teto para as despesas federais. Segundo o ministro, “os governadores têm todos os instrumentos legais para garantir o teto das despesas dos estados, condição necessária para o enquadramento de cada estado nos termos da renegociação.”

08
06

Ainda sem acordo para a renegociação da dívida, Temer cancela reunião

1Ainda costurando um acordo para a renegociação de dívidas dos Estados, o presidente em exercício, Michel Temer, decidiu cancelar a reunião que pretendia fazer nesta quinta, 9, com governadores no Palácio do Planalto. O encontro havia sido confirmado por diversos interlocutores do presidente em exercício.

A assessoria de imprensa do Planalto, entretanto, alega que a reunião não tinha sido agendada e amanhã, provavelmente, Temer receberá os governadores do Pará, Simão Jatene, e do Tocantins, Marcelo Miranda. Nesta quarta, 8, o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, afirmou que veio se encontrar com Temer hoje “pois não poderia estar amanhã”.

(mais…)

06
04

Renegociação de dívidas do BNDES custará R$ 92 bilhões ao Tesouro

1

Por Wellton Máximo

Agência Brasil 

A renegociação de R$ 238 bilhões de dívidas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) com o Tesouro Nacional custará R$ 92 bilhões para as contas públicas nos próximos anos. Segundo economistas, a troca do indexador da dívida aumenta os gastos do Tesouro com os juros, tornando mais difícil o controle do déficit nominal – resultado negativo das contas públicas após o pagamento de juros. (mais…)

11
09

Silval assina contrato de meio bilhão de dólares

O governador Silval Barbosa comemorou a assinatura, na manhã desta segunda-feira, 10, na sede do Bank of America, em Nova York, do contrato de renegociação da dívida do Estado. Os efeitos imediatos são a redução de 18% para 5% ao ano dos juros que Mato Grosso vinha pagando e o depósito de R$ 979 milhões na conta do Tesouro brasileiro. Coube ao Banco do Brasil a estruturação da renegociação da dívida mato-grossense. Com a assinatura do contrato vai sobrar dinheiro para investimentos nas áreas sociais e infraestrutura. A informação é da SECOM-MT. (mais…)

Publicicade

Publicicade