Arquivo da Tag: "PROJEÇÕES"
18
09

Projeção do Focus para Selic no fim de 2017 segue em 7,00% ao ano

downloadNa esteira da ata do último encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, divulgada na semana passada, os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) para o fim de 2017.

O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira, 18, que a mediana das previsões para a Selic este ano permaneceu em 7 00% ao ano. Há um mês, estava em 7,50%. O levantamento indicou ainda que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 caiu de 7,25% para 7,00% ao ano, ante 7,50% de um mês atrás.  (mais…)

03
08

Resultado da votação de denúncia contra Temer fica abaixo de projeção de aliados

1Por Ivan Richard Esposito e Iolando Lourenço

Agência Brasil

Apesar da vitória ao impedir o andamento das investigações contra o presidente Michel Temer, o resultado da votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) contrário à autorização para a investigação do Supremo Tribunal Federal (STF) ficou abaixou das projeções feitas pelos principais aliados do governo. Nos últimos dias e até o início da votação, os governistas acreditavam que teriam mais de 270 votos com facilidade.

(mais…)

11
07

IBGE mantém projeção recorde para safra de grãos

1Por Nielmar de Oliveira

Agência Brasil

As projeções para um recorde na safra de grãos em 2017 continuam aumentando e os últimos números relativos ao Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de junho, divulgados hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estimam que a produção total de cereais, leguminosas e oleaginosas deverá atingir 240,3 milhões de toneladas.

(mais…)

01
06

FGV: IPC-S fica em 0,52% em maio e acumula 4,05% em 12 meses

1O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou o ritmo de alta substancialmente para 0,52% em maio, na comparação com 0,12% em abril, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira, 1º. O resultado ficou dentro do intervalo de expectativas da pesquisa do Projeções Broadcast, de 0,29% a 0 53%, e acima da mediana de 0,46%. No acumulado em 12 meses, o indicador desacelerou ao passar de 4,17% até abril para 4,05% em igual período concluído em maio. No ano, a taxa acumulada é de 2 14%.

(mais…)

22
05

Projeção do Relatório Focus para Selic no fim de 2017 permanece em 8,50% ao ano

1Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic no fim de 2017 e de 2018. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira, 22, que a mediana das previsões para a Selic este ano seguiu em 8,50% ao ano. Há um mês, estava no mesmo patamar.

O relatório do BC indicou ainda que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 permaneceu em 8,50% ao ano, igual ao projetado há um mês.

(mais…)

02
05

Projeção do Focus para Selic no fim de 2017 permanece em 8,50% ao ano

1Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic no fim de 2017 e de 2018. O Relatório de Mercado Focus divulgado nesta terça-feira, 2, aponta que a mediana das previsões para a Selic este ano seguiu em 8,50% ao ano. Há um mês, estava em 8,75%.

O relatório indicou ainda que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 permaneceu em 8,50% ao ano. Há um mês, a projeção estava no mesmo patamar.

(mais…)

07
08

Expansão do gasto público tem ajudado comércio, avalia CNC

1A política fiscal de expansão dos gastos do setor público no Brasil tem contribuído para dar alívio ao comércio no curto prazo, mas o governo precisará garantir a aprovação de novas medidas para afastar as incertezas em relação ao ajuste fiscal. A avaliação é do economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Carlos Thadeu de Freitas, que apresentou nesta semana, em Brasília, projeções que apontam um crescimento explosivo da dívida bruta do governo nos próximos anos. (mais…)

11
04

Mercado financeiro volta a projetar inflação em 2017 abaixo do teto da meta

Boletim Focuz, do Banco Central, diz que, para 2017, estimativa da inflação caiu de 6%  para 5,95%, voltando a ficar abaixo do teto da metaAgência Brasil/Antonio Cruz

Boletim Focuz, do Banco Central, diz que, para 2017, estimativa da inflação caiu de 6% para 5,95%, voltando a ficar abaixo do teto da metaAgência Brasil/Antonio Cruz

Por Kelly Oliveira

Agência Brasil

Para este ano, as instituições financeiras reduziram a projeção para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 7,28% para 7,14%, pela quinta vez seguida. Para 2017, estimativa caiu de 6% para 5,95%, voltando a ficar abaixo do teto da meta.

O limite superior da meta é 6,5%, este ano, e 6% em 2017. Mas as projeções para este ano e 2017 ultrapassam o centro da meta de 4,5%. As estimativas fazem parte do boletim Focus, publicação divulgada semanalmente às segundas-feiras pelo Banco Central (BC), com base em projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.

(mais…)

28
09

Projeção de câmbio para fim de 2015 sobe para R$ 3,95, diz Focus

1Com alta próxima de 50% apenas neste ano, as projeções para o dólar sobem a passos largos no Relatório de Mercado Focus e, para 2015, ainda continuam abaixo da cotação atual para o câmbio à vista. Para este ano, segundo o documento atualizado nesta segunda-feira, 28, pelo Banco Central, a mediana das estimativas avançou de R$ 3,86 para R$ 3,95. Há quatro semanas, o ponto central da pesquisa estava em R$ 3,50. A cotação média ao longo do ano também sofreu alteração na pesquisa Focus, passando de R$ 3,38 para R$ 3,39. Quatro semanas atrás, estava em R$ 3,23. 

Para o próximo ano, a mediana para o câmbio ao final do período ficou estabilizada em R$ 4,00. Há quatro edições do Focus a taxa era de R$ 3,60. No caso da cotação média de 2016, houve ajuste, de R$ 3,91 para R$ 3,96 ante uma cotação de R$ 3,56 quatro semanas atrás.

 

fonte: Estadão Conteudo

 

 

28
09

FMI deve cortar projeções de crescimento mundial devido a emergentes, diz jornal

1O Fundo Monetário Internacional (FMI) deverá reduzir suas projeções de crescimento da economia mundial para este e o próximo ano, devido à desaceleração dos países emergentes, afirmou a diretora-gerente do Fundo, Christine Lagarde, ao jornal francês Les Echos.
“Esse fenômeno deverá nos levar a revisar nossa previsão de crescimento. (A expansão) do PIB mundial a 3,3% este ano já não é mais realista. A projeção de (crescimento) de 3,8% no ano que vem também não é. Contudo, deveremos ficar acima de 3%”, disse Lagarde à publicação francesa.

O FMI publica seu Relatório sobre a Perspectiva Econômica Mundial nesta segunda-feira, às 10h (de Brasília).

 

Fonte: Dow Jones Newswires.

 

fonte: Estadão Conteudo

 

 

Publicicade

Publicicade