Arquivo da Tag: "PDT"
19
04

Se Mauro recuar, Pivetta é nosso nome, diz Viana

Para o presidente estadual do PDT, deputado estadual Zeca Viana, o substituto natural do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) para a disputa ao governo do estado é o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT). O pedetista é colocado como plano B, caso Mendes decida não participar do processo eleitoral deste ano. O grupo deu prazo até início de maio para que o democrata anuncie sua disposição de entrar na briga pelo Palácio Paiaguás.

 

“Se Mauro não for, Pivetta é o nosso candidato para disputar em 2018”, declarou em entrevista à Rádio Capital FM, nesta quinta-feira (19).

 

Mauro Mendes estaria, conforme Viana, dependendo de finalizar o processo de recuperação judicial de suas empresas para se colocar na disputa. “Ele está recuperando a saúde financeira das empresas dele. Causou esse problema por estar na prefeitura de Cuiabá. Nós, como políticos, deixamos o compromisso particular de lado para atender o compromisso político. Esse é um risco grande quando tem uma empresa familiar. Ele está  avançado com a RJ (recuperação judicial) dele. Até o final do mês consegue solucionar para ficar livre para disputar o governo. Sem sombra de dúvida Mauro é o melhor nome que agrega dentro da oposição”.

 

(mais…)

19
04

Zeca Viana diz que Taques age com pequenez e baixo nível

Depois que o governador Pedro Taques  (PSDB) declarou que o afastamento daqueles até então aliados teria ocorrido porque alguns “milionários” queriam “mandar” nele, o presidente estadual do PDT, deputado estadual Zeca Viana disse que as afirmações do tucano são reflexos de quem está “desesperado”. Quando se referiu a milionários, Taques estava mandando recado principalmente ao ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT) e a Viana.

 

“Ele está desesperado de falar uma coisa dessa. Isso é de uma pequenez, é uma atitude de pessoas de mais baixo nível possível falar uma situação dessa. Não é verdade. Ninguém interferiu no governo dele e inclusive nós, antes na transição que o Otaviano estava coordenando, deixamos ele bem a vontade quando falou ‘quero um secretariado técnico, não quero me envolver com nenhum partido político’. Beleza, escolhe quem você achar melhor, ninguém interferiu nada. Isso é o desespero que ele viu que não é o professor de Deus”, disparo em entrevista concedida à Rádio Capital FM, na manhã desta quinta-feira (19).

 

Viana lembra que “quase quebrou carregando Taques o estado todo em 2010 e 2014”. “Nunca me pagou um litro de combustível do meu avião. Andei todos os municípios do estado. Assumiu o governo, em menos de 30 dias já tinha me afastado dele. Nunca estive com ele no Palácio. Agora afundou o estado como está afundando e quer sair com essas mentiras grosseiras”, recordou pontuando a sua colaboração nas campanhas às quais Pedro Taques disputou e saiu vencedor nas urnas. Primeiro como senador e quatro anos depois como governador de Mato Grosso.

 

(mais…)

19
04

Votação das contas do Governo obedeceu regimento interno

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB), líder do governador Pedro Taques (PSDB) na Assembleia Legislativa (AL), rebateu o deputado oposicionista Zeca Viana (PDT) por ingressar na Justiça com um mandado de segurança para anular o tramitação das contas do governo na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO).

 

“Eu respeito o deputado, mas não tem nenhum fundamento. Essa matéria está na Casa desde o dia 4 de julho de 2017. Essa matéria já está há 288 dias no Parlamento. Nove meses e dezoito dias, ela estava parada e não era movimentada”, afirmou Wilson Santos ao HiperNotícias, na tarde desta quarta-feira (18).

 

Segundo Wilson, a reclamação de Zeca não tem fundamento, pois ele obedeceu ao regimento interno.  De acordo com o mandado de segurança impetrado pelo parlamentar de oposição, Santos convocou uma reunião extraordinária em regime de urgência, o que não seria permitido. Além disso, ele não teria encaminhado o processo para os gabinetes dos parlamentares.

 

(mais…)

18
04

Queriam colocar cabresto em mim, diz Taques sobre ex-aliados

“Por que uma parte da classe política não me tolera? Não me tolera é porque eles entendem que eu não faço joguinho, esquema. Não vou me mudar, não farei coisas erradas para ser reeleito”. Com essas palavras o governador Pedro Taques (PSDB) explicou o afastamento de algumas lideranças políticas, como o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), que vem desferindo duras críticas ao tucano desde o início das discussões do processo eleitoral deste ano. Pivetta esteve ao lado de Taques nas eleições de 2014. No entanto, no decorrer do mandato do governador, rompeu a aliança.

 

“Esses que fazem críticas, um abraço a eles, tirem o ódio do coração. Algumas pessoas pensam que porque me ajudaram poderiam mandar em mim. Porque são bilionários poderiam me mudar. Não mudei, não vou mudar, vou fazer a coisa certa, de ter opinião, não sou vaquinha de presépio. Eu ganhei a eleição, era o meu retrato estava lá”, disparou o chefe do Executivo.

 

Taques afirmou ser aberto às opiniões, no entanto analisa aquilo que chega até ele e aproveita somente o que acha viável. “Queriam me colocar cabresto para fazer as coisas da opinião deles. Se pensaram que poderiam mandar em mim, pensaram errado”.

 

(mais…)

17
04

Taques afirma que Pivetta tem “ódio e rancor” no coração

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O governador Pedro Taques (PSDB) rebateu o ex-aliado e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), sobre a Caravana da Transformação. Durante ato de filiação do PDT, Pivetta afirmou que a Caravana da Transformação é coisa que se faz nas “aldeias africanas, onde os povos são nômades e não tem endereço fixo para fazer política pública de Saúde”.

 

O governador se limitou a afirmar não ter “ódio no coração”. “Todos os dias de manhã e na hora de dormir, eu leio o Salmo 91. À estas pessoas, com ódio e rancor, eu peço para rezarem um pouco”, rebateu Taques, quando foi questionado por jornalistas sobre as críticas, na abertura da Caravana da Transformação, na Arena Pantanal, nesta segunda-feira (16).

 

Otaviano Pivetta foi coordenador geral da campanha do governador em 2014 e se afastou depois de Taques apoiar o atual prefeito de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti (PSD), na disputa pela prefeitura. Otaviano, agora, é um dos mais incisivos críticos do governador e articula a candidatura do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), ao Governo do Estado.

 

(mais…)

16
04

PT, PDT, PSOL e PCdoB dizem que Lula é vítima de ‘perseguição política’

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Após uma semana de conversas para ajustar o tom da mensagem, PT, PCdoB, PDT e PSOL divulgaram nesta segunda-feira, 16, uma nota conjunta em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde chamam o encarceramento do petista de “perseguição política”.

Dos partidos do bloco de esquerda, só o PSB, do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, não assina o documento. “O encarceramento apressado e injustificado do ex-presidente Lula, contra o qual não há uma única prova minimamente sólida de culpa, agrava sobremaneira o perigoso e crescente clima de ódio e de instabilidade política que tomou conta do País. A decisão, destituída de fundamentos jurídicos sólidos, configura ato de perseguição política, que tende a aprofundar a gravíssima crise econômica, social e política do Brasil”, diz a nota.

Passada mais de uma semana da prisão de Lula, PDT, PCdoB e PSOL disputam o eleitorado do petista. O presidente do PSB, Carlos Siqueira, chegou a ser consultado sobre o documento e fez sugestões de mudanças, mas elas não foram atendidas. A nota diz que a prisão de Lula foi feita “ao arrepio da Constituição Federal” e agride a democracia brasileira e a presunção de inocência.

 

(mais…)

13
04

PDT Nacional quer “união da oposição” em MT para disputar eleições

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O presidente do PDT Nacional, Carlos Lupi, afirmou que a oposição em Mato Grosso deve formar uma frente única para concorrer contra o governador Pedro Taques (PSDB) na disputa pelo Governo do Estado. A declaração foi dada no ato de filiação do deputado estadual Allan Kardec na noite desta quinta (12), no Centro Cultural do São Gonçalo Beira Rio, em Cuiabá.

 

A suplente de deputada federal, Jusci Ribeiro, também se filiou ao partido. O ato contou com a participação de várias lideranças políticas, dentre elas o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT); a deputada estadual de oposição, Janaina Riva (MDB); o pré-candidato a deputado federal pelo PDT, o juiz aposentado Julier Sebastião; além de lideranças de bairros e sem mandatos.

 

“Todos os homens e mulheres que querem fazer a retomada do poder, para a mão do povo de Mato Grosso, tem de estar juntos nessa frente de oposição. Se a gente começar a vetar, não tem aliança. Aliança não se faz entre os iguais, se faz entre os diferentes. O objetivo é unir a oposição para ganhar, se a gente se dividir fica mais difícil”, afirmou Lupi.

 

(mais…)

09
04

Oito partidos discutem projeto para MT, diz Mauro Mendes

O ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), afirma que neste momento oito partidos estão conversando para que estruturem um projeto para Mato Grosso. Segundo o ex-prefeito, este não é o momento de definir o nome do candidato ao Governo do Estado. O democrata não quis revelar quais partidos estão dialogando, mas deu pistas que PDT, PRB e PR fazem parte deste grupo.

 

“Não é hora de definir nomes, mas de definir um projeto para o estado. Estar contra Pedro [Taques] não é projeto de governo”, disse.

 

Mauro Mendes ponderou que sua decisão sobre disputar ou não o pleito será anunciada no fim de abril ou início de maio. “Decidir não é fácil. Fazer política hoje não é fácil, mas anuncio a minha decisão sobre a disputa no final de abril , começo de maio”.

 

(mais…)

09
04

Otaviano Pivetta filia ao PDT e pode disputar Governo de MT

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O PDT, partido presidido pelo deputado estadual Zeca Viana, recebeu a filiação de três descontentes provenientes do PPS, após a chegada do ex-secretário de Educação do Estado, Marco Marrafon, para comandar o partido. São eles o ex-prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz e os vereadores por Rondonópolis do PPS, Fábio Cardoso e Thiago Muniz. Além disso, o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta voltou aos quadros do PDT e está “preparadíssimo” para disputar o governo, caso o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, decida não participar do pleito neste ano. Zeca ainda dá como certa a vinda do Democratas para a oposição. “O nosso objetivo é impedir a reeleição do Pedro Taques”, disse ele.

 

Ainda segundo Zeca, o partido aguarda para fazer uma “grande composição” com a participação de Mauro Mendes (DEM) como candidato ao governo. Se a possibilidade se concretizar, Zeca prevê que o ex-senador Jayme Campos (DEM) abra mão de uma vaga ao Senado Federal em nome do grupo político.

 

(mais…)

29
03

“Não temos medo de órgão de controle”, diz Taques à oposição

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O governador Pedro Taques (PSDB) mandou recado aos deputados oposicionistas, Janaina Riva (MDB) e Zeca Viana (PDT), na manhã desta quinta-feira (29). Ambos os parlamentares pedem ao Ministério Público Estadual (MPE) para investigar um edital, no qual usa termo técnico “transposição de obstáculo para estabelecimento de acesso” para a palavra ponte.

 

A licitação é no valor de R$ 200 milhões e, segundo a deputada Janaina Riva, o certame poderia ser utilizado para fazer “caixa 2” para a campanha do tucano. O governador, por outro, disse não perder tempo discutindo com os dois parlamentares, pois a “população de Mato Grosso conhecem o passado” deles.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade