Arquivo da Tag: "OPOSIÇÃO"
23
04

Ciro e Marina defendem oposição fora da ‘órbita’ do PT

Por Estadão Conteúdo

 

Os ex-candidatos à Presidência da República Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) criticaram o PT e defenderam que a unidade da oposição não deve passar pelo partido que governou por 13 anos o País. Para eles, mesmo a votação expressiva do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad não é suficiente para a oposição voltar a “orbitar” em volta da legenda.

 

Os dois participaram de um debate sobre os primeiros 100 dias do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) organizado pelo senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Cid Gomes no auditório da Interlegis, no Senado.

(mais…)

14
01

‘Tenho firmado compromissos com aliados ao governo e à oposição’ diz Maia

Por Estadão Conteúdo

O presidente da Câmara e candidato a mais um mandato à frente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou nesta segunda-feira (14) que tem “conversado e firmado compromissos” com partidos e parlamentares da base do governo de Jair Bolsonaro, assim como opositores.

 

“A presidência da Câmara não é de governo nem de oposição. Quanto mais representativo o comando da Casa, mais independente e altivo o Legislativo”, escreveu o parlamentar em sua conta oficial no Twitter. “É por isso que tenho conversado e firmado compromissos tanto com partidos e parlamentares ligados ao governo quanto com aqueles que representam legitimamente a oposição”, continuou o deputado fluminense. (mais…)

05
08

Oposição ao atual governo, Wellington é candidato a governador com 10 partidos

wellington fagundes convecao

Alan Cosme/Hipernotícias

Por HiperNotícias

 

Oposição à atual gestão do governo do Estado, o senador Wellington Fagundes (PR-MT) foi homologado em convenção neste domingo (5) como candidato a governador de Mato Grosso. Com o apoio de 10 partidos, a chapa do republicano terá a servidora pública Sirlei Theis (PV) como candidata a vice. O deputado federal Adilton Sachetti (PRB) e a ex-reitora da UFMT Maria Lúcia Cavalli (PCdoB) serão os postulantes ao Senado Federal.

 

Com foco na mudança para Mato Grosso, atenção às pessoas e aos municípios, Wellington Fagundes afirmou que é fundamental retomar o processo de desenvolvimento do Estado, desde que o cidadão esteja em primeiro lugar. “Quero governar colocando as pessoas em primeiro lugar, com uma gestão que olhe e cuide do cidadão. Um governo precisa estar junto do povo, ouvindo, aprendendo, definindo prioridades e liderando esse processo de desenvolvimento”, afirma.

 

(mais…)

06
07

Para Wilson, ataques a Taques serão cada vez mais duros

O vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB) afirmou que os ataques que estão sendo feitos à gestão Pedro Taques (PSDB) são apenas uma mostra do que ainda está por vir no até o final das eleições.

 

“É só o começo. Vai aumentar e ficar cada vez mais duro, mais grave. Estamos calejados na disputa e não nos surpreende. A oposição está assustada porque não esperava que Pedro Taques pudesse reagir como está reagindo”, avaliou.

 

A oposição acusa o tucano de uso da máquina pública para tirar vantagem na corrida eleitoral. O PR, que tem como pré-candidato ao governo o senador Wellington Fagundes, chegou a ingressar na justiça com uma ação apontando suposto abuso de poder em razão das diversas inaugurações que o governador vem fazendo antes do período proibido. Para o PR, Taques estava aproveitando as oportunidades para fortalecer sua campanha e atacar adversários. No entanto, o pedido não foi atendido.

 

(mais…)

26
06

Oposição pode recorrer à Justiça por supostas irregularidades na votação do FEEF

Por HiperNotícias

 

Em entrevista à Rádio Capital FM na manhã desta terça-feira (26.06), a deputada estadual Janaina Riva (MDB), líder da oposição, revelou que vai solicitar a ata da sessão na qual o Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) foi aprovado, bem como a transmissão realizada pela TV Assembleia para verificar se havia quórum suficiente para aprovar o novo fundo proposto pelo governo do Estado. A suspeita é de que a sessão tenha sido irregular devido ao número insuficiente de parlamentares em plenário.

 

“Na oposição somos poucos e quando por algum motivo um ou outro tem que se ausentar, sempre comunicamos com antecedência para que o restante fique de olho e não deixe passar nada suspeito ou irregular nas sessões. Pois bem, na semana passada tive que me ausentar e já havia comunicado aos meus colegas. Ontem, o deputado Zeca Viana me avisou que votaram o Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) sem o quórum necessário. Isso porque eu tinha uma audiência pública agendada há meses para esta terça-feira (26) justamente para debater o FEEF e já tínhamos acordado em plenário com o deputado Wilson Santos, líder do governo, que a votação só acorreria após a minha audiência. No dia da votação o Zeca foi embora porque disseram que não ir ter votação, na contramão, o Wilson reúne um grupo de parlamentares e diz que ‘acordou’  com a oposição de votar o Fundo naquele dia e ainda convoca uma sessão extraordinária para votá-lo, depois de o Zeca se ausentar justamente por não ter quórum suficiente. Após essa manobra, caso isso seja realmente verdade, eu não duvido de mais nada, porém, se realmente votaram sem quórum, vamos anular na justiça”, disse.

 

(mais…)

24
03

Fávaro não descarta aliança com oposição para pleito 2018

Por Jessica Bachega

HiperNotícias

 

Com nome confirmado como pré-candidato ao Senado, o vice-governador Carlos Fávaro (PSD) não descarta aliança com partidos de oposição para apoiar a campanha. Na condição de presidente do PSD, Fávaro participou na manhã deste sábado de ato de filiação do PTB, realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso. A sigla, que antes era apoiadora do governador Pedro Taques (PSDB), agora está mais próxima do grupo de oposição.

 

Fávaro ressalta que o Brasil passa por um momento de transformação em que não há espaço para “caciquismo” ou decisão “ de cima para baixo”. “Nosso partido faz parte da base do governo e tem compromisso com a população. Recebi um mandato para assumir até 31 de dezembro de 2018. Não existe nada repactuado de 2019 até 2022. Esse é o momento de discutir o melhor para Mato Grosso e no melhor para Mato Grosso, o PSD vai estar”, esclarece.

 

(mais…)

05
03

Wellington Fagundes diz estar “pronto e preparado” para disputar Governo de MT

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O senador Wellington Fagundes (PR), disse estar ‘pronto’ para disputar o Governo do Estado, em oposição ao governador Pedro Taques (PSDB), que deverá pleitear a reeleição. A declaração foi dada durante audiência pública na Assembleia Legislativa (AL), na manhã desta segunda-feira (5), na qual era discutida a situação da BR- 163, entre Cuiabá e Rondonópolis (214 km).

 

“Já comuniquei que estou pronto, preparado e com vontade. Mas não depende só da minha vontade, mas principalmente de consolidar uma coligação para trazer a confiança necessária para a população, em um projeto que possa avançar e melhorar a situação de MT”, afirmou o parlamentar.

 

(mais…)

13
02

Para Niuan, PTB deve ser oposição a Taques no processo eleitoral

Por Hipernotícias

 

 

Um dos principais articuladores para a eleição do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), o PTB de Mato Grosso deverá continuar na oposição à candidatura à reeleição do governador Pedro Taques (PSDB). O prognóstico foi dado pelo atual vice-prefeito da Capital e membro do partido, Niuan Ribeiro, que entende ser natural não apoiar o tucano na disputa de outubro deste ano.

 

 

Ribeiro lembra que o partido tem colocada à disposição do grupo a pré-candidatura do conselheiro afastado do Tribunal de Conta do Estado (TCE), Antônio Joaquim, embora reconheça a dificuldade imposta pela Justiça, que suspendeu o processo de aposentadoria dele. (mais…)

07
02

Botelho dá 15 dias para que deputados definam blocos de trabalho na Assembleia

Foto: José Siqueira/AL

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), deu prazo de 15 dias para que os deputados estaduais definam os blocos parlamentares para o ano legislativo. O impasse na formação dos blocos, previsto no regimento interno, se dá por conta do desgaste na relação entre alguns destes políticos e a gestão Pedro Taques (PSDB).

 

 

Desde 2015, a ALMT conta com dois blocos parlamentares, o “Integração”, que dá sustentação à gestão do tucano e atualmente é liderado pelo deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), e o de oposição, comandado pela deputada Janaína Riva (PMDB).

 

 

(mais…)

19
01

Deputada diz que pode haver esvaziamento de CPI, caso Botelho indique membros

A deputada estadual Janaina Riva (PMDB) afirma que há uma possibilidade de esvaziamento da CPI dos Fundos, que visa investigar a aplicação dos recursos do Fethab e do Fundeb por parte do Governo do Estado, caso o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), resolva indicar os membros da comissão. Embora não seja mais possível retirar assinaturas, os parlamentares poderiam esperar o arquivamento da proposta para então apresentar outro requerimento com o mesmo propósito. Conforme Riva, há previsão regimental para tal iniciativa.

 

Botelho afirmou que caso vença o prazo regimental e os blocos existentes na Casa não indiquem os membros para a composição da CPI, ele próprio escolheria os responsáveis pela investigação. A celeuma se dá porque existe a vontade por parte dos parlamentares de reorganizar os blocos formados na Casa. Hoje a oposição forma um bloco, com quatro representantes, e a base outro, composto por 20 membros.

(mais…)

Publicicade

Publicicade