Arquivo da Tag: "MINISTRO"
09
05

Alexandre de Moraes entrega ao Congresso propostas para combater crime

Wilson Dias/Agência Brasil

Por Heloisa Cristaldo

Agência Brasil

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes apresentou, nesta terça-feira (8), na Câmara dos Deputados, um conjunto de propostas para endurecer a legislação penal no combate ao crime organizado, ao tráfico de drogas e de armas e no enfrentamento às milícias. As medidas também incluem mudanças no Código de Processo Penal e no Código Penal, além de sugerir novas formas de financiamento da segurança pública no país.

 

As propostas foram elaboradas por uma comissão de juristas instalada pela Câmara dos Deputados, no passado, e presidida por Alexandre de Moraes.

 

“São questões, que uma vez aprovadas pela Câmara e pelo Senado, rapidamente a sociedade brasileira vai perceber que é possível dar uma maior celeridade às investigações, no processo, principalmente na punição da criminalidade organizada no tráfico de drogas, no tráfico de armas, nas milícias – que são os três pontos principais”, explicou Moraes.

 

(mais…)

11
03

‘Governo não vai acabar após lista do Janot’, diz Aloysio

1O novo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), disse que o governo “não vai acabar” após a divulgação da lista a ser enviada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal, com base nas delações de 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht.

(mais…)

21
05

Afif pode ser vice de São Paulo e ministro, diz AGU

Por Filipe Coutinho 

BRASÍLIA, DF, (Folhapress) – A AGU (Advocacia-Geral da União) afirmou em parecer que, do ponto de vista jurídico, Guilherme Afif Domingos pode ser ministro do governo federal e vice-governador de São Paulo, desde que peça licença da Secretaria da Micro e Pequena Empresa caso assuma o governo paulista temporariamente.  (mais…)

18
05

Mensalão: Presidente do STF sinaliza que julgamento dos recursos pode demorar

SÃO PAULO, SP, (Folhapress) – O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, sinalizou na última quinta-feira que não há data para trazer os recursos da Ação Penal 470, o processo do mensalão, para o plenário. Como relator do processo, ele é responsável por liberar os 26 embargos declaratórios apresentados pelos réus para julgamento na Corte. As informações são da Agência Brasil(mais…)

15
05

Blog do Mauro

 

Paranormal     

Os superpoderes do secretário de Fazenda, Marcel Cursi, já fazem parte do anedotário político. Nos corredores do Paiaguás e da Assembleia o tema é recorrente. Marcel Cursi, como se sabe, assumiu poderes ilimitados – e até paranormais, segundo alguns – no que diz respeito aos cofres públicos. Nas demais secretarias de Estado não se paga nem a conta da água sem autorização da Sefaz. Daí a surgirem piadas.

 

Deus 

O secretário de uma Pasta qualquer, depois de ouvir o apelo dramático do fornecedor que está faz quatro meses sem receber pelos serviços prestados, pede um pouco mais de paciência e garante que o pagamento vai sair mais dia menos dia.

Amuado e nas últimas, quase estrebuchando, o fornecedor busca consolo divino:

– Se Deus quiser, diz em tom de profunda agonia.
– Se Deus quiser e Marcel deixar, retruca o secretário, envergonhado que só.

 

Ministro

Inicialmente Marcel era chamado de primeiro-ministro, mas o apelido não pegou. Explica-se: primeiros-ministros são subordinados ao Parlamento e este não é o caso de Marcel, que além de controlar as contas e o orçamento da Assembleia tem o poder de dissipar qualquer rebelião. Alguém sabe que fim deu o decreto legislativo que pretendia suspender os superpoderes de Marcel?

 

Prova científica
Como ninguém mais no governo, além de Marcel Cursi, tem autoridade para autorizar empenhos, utilizar o Orçamento ou fazer pagamentos de qualquer natureza, os gaiatos de plantão não perdem a oportunidade. Já há quem alardeie nos corredores do Paiaguás uma nova comprovação das ciências ocultas:

– Marcel Cursi é a prova cabal de que é o rabo que abana o cachorro!

 

Piada pronta
Por fim, existem as piadas nada originais e de gosto duvidoso, aquelas do tipo ‘governador de fato‘, ou ‘este é o governo dos adjuntos‘, a velha piada da ‘rainha e sua Thatcher‘ ou ‘Marcel e seus caititus‘. O fato é que Marcel Cursi pode até não resolver o rombo nas contas públicas, mas faz a alegria dos Tiriricas!

Publicicade

Publicicade