Arquivo da Tag: "MINISTÉRIO DA AGRICULTURA"
21
05

Neri nega propina e diz que acusação é “sem fundamento”

O ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, negou que tenha recebido propina e disse ser “sem fundamento” a informação de que ele teria tirado foto com Florisvaldo Oliveira, o “homem mala” da JBS, após ter recebido R$ 250 mil em propina, no ano de 2014. Geller ainda declarou que a notícia “é requentada”, uma vez que foi publicada em agosto de 2017 pela revista Época.

 

Questionado se a nova publicação, feita pela revista Veja esta semana, poderia ser uma forma de atingir seu projeto de disputa ao cargo de deputado federal, Geller ponderou que há essa possibilidade.

 

“Meu nome está crescendo, estou sentindo isso no estado. Alguns setores estão defendendo meu nome para majoritária, mas esse não é meu foco, não há nenhuma chance. Meu projeto é federal e levanta ciumeira sim. Não estou acusando ninguém. Estou tranquilo. No meu trabalho no Ministério andei muito por Mato Grosso, ajudei o país e não teria cabimento tirar foto no gabinete e mandar para lá com esse tipo de coisa”, argumentou.

 

Para explicar a foto com Florisvaldo, Neri alegou que enquanto desempenhou o cargo de ministro, era praxe do ministério registrar todas as reuniões que tinha no gabinete, inclusive com fotografias. “Tirei mais de 20 mil fotos. Era de praxe. Minha agenda nesses três anos como ministro foi 100% pública. Recebia pessoas e na maioria das vezes fazia audiências com a presença de técnicos e da minha assessoria. Tirávamos fotos de praticamente todos. São 20 mil fotos. Se tiver foto de gente que fez coisa errada, pode até ser. Essa foto foi minha assessoria quem tirou”, alegou.

(mais…)

31
01

Neri Geller mira Câmara Federal e destaca ações no Ministério da Agricultura

Por Michely Figueiredo/Felipe Leonel

HiperNotícias

 

Pré-candidato a deputado federal nas eleições que se avizinham, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, afirma que trabalhou muito por Mato Grosso e pelo país na oportunidade que teve, o que o credenciaria para chegar a Câmara Federal. Ocupando pela segunda vez o cargo de secretário do Mapa, Geller afirma que conseguiu disponibilizar o maior plano safra da história do Brasil.

 

“O plano safra foi o maior da história do Brasil, R$ 192 bilhões, priorizando alguns problemas que são mais importantes, como armazenagem, por exemplo, o prazo de 15 anos para pagar, 3 anos de carência e a redução da taxa de juro de 8,5% para 6,5%”, pontuou.

 

(mais…)

11
01

Milho deve ter preço melhor este ano, avalia o secretário de Política Agrícola

Por Mauro Camargo

 

O preço do milho deve atingir patamares mais elevados este ano em razão da redução da produção. O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, divulgou na manhã desta quinta-feira (11),  4º levantamento da Safra 2017/18 e previu queda de 5 milhões de toneladas de milho.

 

“O cultivo do milho perdeu espaço para a soja”, disse Geller, ao estimar a produção do grão em 25,1 milhões de toneladas na primeira safra, de acordo com dados da Conab.

(mais…)

16
10

Brasil manda missão à Espanha para tentar vender mais frutas

1Agência Brasil

Um missão oficial do Ministério da Agricultura embarca hoje (16) para a Espanha em busca de investimentos estrangeiros para o setor do agronegócio brasileiro. Liderada pelo secretário-executivo da pasta, Eumar Novacki, a equipe estará na Fruit Attraction 2017, uma das principais feiras europeias de frutas e vegetais. O Brasil participa como convidado da organização e terá um pavilhão exclusivo no evento.

(mais…)

03
07

Agricultura informa à UE não ter encontrado salmonella em aves exportadas

1Por Mariana Tokarnia

Agência Brasil

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) enviou na última sexta-feira (30) relatório ao Serviço de Saúde e Segurança Alimentar da União Europeia informando que não encontrou em aves os dois tipos de salmonella que podem afetar a saúde pública: a tifimurium e a enteritidis. O relatório é uma resposta a inconformidades apontadas pela missão europeia que veio ao Brasil no início de maio.

(mais…)

23
01

Captura do caranguejo-uçá está proibida em dez estados

1Por Paula Laboissière
Agência Brasil

Instrução normativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Ministério do Meio Ambiente, publicada hoje (23) no Diário Oficial da União, proíbe a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização do caranguejo-uçá nos estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, da Paraíba, de Pernambuco, Alagoas, Sergipe e da Bahia durante os seguintes períodos de 2017:

(mais…)

14
06

Comissão do Impeachment começa a ouvir segunda testemunha de defesa de Dilma

1Por Mariana Jungmann

Agência Brasil

A Comissão Processante do Impeachment retomou os trabalhos de hoje (14) com a oitiva do ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar, que fala como testemunha de defesa da presidenta afastada, Dilma Rousseff.

(mais…)

02
06

Blog do Mauro na Gazeta

Escassez

 

Os produtores de suínos em Mato Grosso estão amargando duras perdas em razão da escassez de milho na fabricação de ração para os animais.

 

Prejuízo

 

Segundo o diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues de Castro Jr., hoje o criador contabiliza prejuízo de aproximadamente R$ 50 a cada animal de 100 quilos comercializado.

 

Milionário

 

Para aqueles que produzem 30 mil animais/mês, o prejuízo mensal chega à casa de R$ 1,5 milhão.

 

Exportação

 

Dois fatores justificam a falta de grãos no Estado: a quebra da safra, em função de problemas climáticos, e o excesso de milho destinado à exportação.

 

Estoques

 

O senador Blairo Maggi (PP), assim que assumiu o Ministério da Agricultura (MAPA) anunciou a liberação de 162 mil toneladas dos estoques reguladores da Conab para a venda em balcão, o que atende aos pequenos produtores.

 

Crise

 

O Ministério da Agricultura tenta minimizar os efeitos da crise e evitar graves prejuízos às criações (suínos e aves, em particular) e, como consequência, o aumento de preços dessas carnes para o consumidor.

 

MAPA

 

O secretário executivo Eumar Novacki, que responde interinamente pelo Ministério, disse ontem que a quantidade de milho liberada pelo ministro Blairo Maggi deverá minimizar a crise e conter a alta dos preços. Ele garantiu que outras medidas serão tomadas, caso necessário.

 

Contestação

 

De acordo com a Acrismat, a Conab não possui estoques de milho para atender às necessidades dos criadores. No Rio Grande do Sul os produtores estão importando milho da Argentina a R$ 60,00 a saca, um preço que inviabiliza a produção de suínos e aves.

 

Retração

 

A projeção da Acrismat é de que Mato Grosso poderia chegar a 200 mil matrizes em 2018, não fosse a crise do milho. Ainda não existem estudos, mas a tendência é de que ocorra uma forte retração na produção de suínos.

 

Previsão

 

A previsão é que a produção de milho deste ano sofra uma quebra de 25%, na estimativa local (o MAPA trabalha com uma quebra entre 15 e 18%). A expectativa de 27 milhões de toneladas deve se limitar a apenas 20 milhões. E 70% dessa produção já está comercializada.

 

Estratégia

 

Os produtores de aves e suínos buscam um caminho para assegurar que uma fatia maior do milho produzido em Mato Grosso permaneça no estado para sustentar as atividades que dependam do grão como base alimentar.

 

 

17
05

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

CONAB

 

O senador Blairo Maggi (PP), disse que sua primeira impressão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) é de que ele é maior do que parece. Maggi destacou que o ministério tem 11 mil servidores e destes, 1,6 mil atuam em Brasília.

 

Prioridade

 

O novo ministro da Agricultura tem como primeira missão liberar os estoques de milho da CONAB para os suinocultores e avicultores.

 

Causas

 

‘O milho ficou tão caro que aves e suínos estão sendo desalojados. A consequência no médio prazo é o desabastecimento e elevação dos preços. Aí empurra a inflação‘, avaliou.

 

Elogios

 

A nomeação de Blairo Maggi para o MAPA acabou rendendo referências elogiosas de uma das mais importantes referências em ecologia da Amazônia, o pesquisador americano Daniel Nepstad.

 

Reconhecimento

 

Em entrevista à revista Época, Nepstad afirmou que ‘Blairo realmente quer uma agenda de sustentabilidade que garanta mercado e incentivos para produtores que buscam redução no desmatamento.‘

 

Vice-ministro

 

O anúncio, ontem, de que o policial militar Eumar Novacki vai assumir o cargo de secretário executivo do Ministério, que é o segundo na ordem de comando do MAPA, promete polêmica entre os produtores rurais e os partidos de sustentação do governo Temer.

 

Nova Iorque

 

O governador Pedro Taques (PSDB) desembarca hoje em Nova Iorque, nos EUA, para uma agenda de quatro dias com empresários e investidores. Na mala a expectativa de atrair recursos novos para o Estado.

 

Frigoríficos

 

Taques será recebido na BlackRock, considerada a maior gestora de fundos de investimentos do mundo. Além disso, sentará com banqueiros e empresários do ramo de frigoríficos. Taques quer vender carne produzida aqui, no mercado norte-americano.

 

Empregos verdes

 

O governador chega aos EUA embalado pela notícia de que o Estado vai receber investimentos na ordem de R$ 15 milhões para a geração de ‘empregos verdes‘. É a primeira resposta da participação do Estado na COP 21.

 

 

Publicicade

Publicicade