Arquivo da Tag: "MESA DIRETORA"
01
02

Após cerimônia de posse, deputados vão escolher comando da Câmara

Sessão de posse dos Deputados Federais para a 56a Legislatura.Por Ana Cristina Campos

Agência Brasil

 

Durou pouco mais de uma hora a cerimônia de posse dos deputados federais eleitos e reeleitos em sessão solene, na manhã de hoje (1º) no Plenário Ulysses Guimarães da Câmara. Ainda nesta sexta-feira, os deputados da nova legislatura vão escolher a nova composição da Mesa Diretora. Além da presidência, estão em disputa a primeira e segunda vice-presidência das duas Casas, quatro secretarias e as respectivas quatro suplências.

 

Dos 513 deputados, 512 compareceram e fizeram o juramento: “Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro, sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil”. Cada deputado disse “assim o prometo” ao responder à chamada nominal, por estado.

 

(mais…)

01
02

Não há nada embaixo do tapete e assim continua enquanto aqui estiver, diz Botelho

Eleito para continuar presidindo a Assembleia Legislativa, o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) fez questão de frisar que uma das marcas da sua gestão foi a transparência e a recuperação da imagem do Legislativo, que foi atingida por uma série de escândalos de corrupção. O democrata também pregou a pacificação e disse que a partir de agora é o “presidente de todos”.

 

“Não há nada por baixo do tapete. É transparência total. Se houver algo errado, peço que os servidores denunciem. Somos totalmente transparentes. Tudo ocorre às claras e assim continua enquanto estivermos aqui”, reforçou o parlamentar. (mais…)

01
02

Botelho é reeleito presidente da Casa em chapa única; Max é primeiro-secretário

Nova Mesa diretora eleita nesta sexta para comandar AL

A escolha da nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa ocorreu sem disputa. Isso porque apenas uma chapa foi inscrita. Denominada Experiência e Seriedade, a chapa foi encabeçada por Eduardo Botelho (DEM), que foi reconduzido à presidência da Casa de Leis com 20 votos favoráveis. Ficou na condição de primeiro-secretário o deputado Max Russi (PSB). Caberá a ele ser o ordenador de despesas do Legislativo, que este ano conta com orçamento de aproximadamente R$ 506 milhões. Na função de primeira vice-presidente ficou a deputada Janaina Riva (MDB).

 

Ainda foram registrados 3 votos contrários à chapa e um voto em branco. A votação ocorreu de forma secreta. Embora o deputado Ulysses Moraes (DC) tenha ido ao Judiciário na tentativa de forçar que a votação ocorresse de forma aberta, a desembargadora Helena Maria Ramos Bezerra indeferiu o pedido do parlamentar. Mesmo assim, os deputados Wilson Santos (PSDB), Janaina Riva (MDB) e Ulysses Moraes anunciaram no pulpito como votaram. Os dois primeiros apoiaram a chapa enquanto o terceiro foi contra.

 

(mais…)

01
02

Com 58% de renovação, AL inicia 19ª legislatura

Fablicio Rodrigues/ALMT

Ocorre na manhã desta sexta-feira (1) a posse dos 24 deputados estaduais, eleitos em outubro de 2018, para a 19ª legislatura. A Casa de Leis teve uma taxa de renovação de 58%, ou seja, dos 24 deputados da legislatura passada, apenas 10 se mantiveram no parlamento. Logo após a posso, será realizada a eleição da nova Mesa Diretora, com tendência à reeleição de Eduardo Botelho (DEM) como presidente da Casa. A chapa ainda conta com Janaina Riva (MDB) na vice-presidência e Max Russi (PSB) na primeira-secretaria.

 

(mais…)

21
01

Deputado novato vai à justiça para garantir voto aberto para escolha da mesa diretora da AL

O deputado eleito Ulysses Moraes (DC) ingressou com um mandado de segurança (1000373-70.2019.8.11.0000) no Tribunal de Justiça a fim de impedir que a eleição para a escolha da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, a ser realizada no dia 1º de fevereiro, logo após a posse da 19ª legislatura, ocorra com voto secreto. Caberá a desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos apreciar o pedido.

 

“A mesa diretora representa a imagem da assembleia que deve representar o povo. As eleições trouxeram uma renovação de mais de 50% do parlamento, e o povo disse não aos velhos hábitos e a muitos daqueles que representavam um modelo arcaico de política. Escuto o clamor das ruas, ouço os gritos da mudança e ainda que eu tenha que nadar em águas turbulentas, pautarei sempre pelas razões que me trouxeram até aqui. Diante desta máxima, ingresso com a presente ação e desafio os colegas a declararem seus votos e mostrarem que este parlamento não será somente novo de pessoas e sim de atitudes”, diz Moraes em publicação feita em sua página do Facebook na tarde desta segunda-feira (21).

 

(mais…)

14
01

‘Tenho firmado compromissos com aliados ao governo e à oposição’ diz Maia

Por Estadão Conteúdo

O presidente da Câmara e candidato a mais um mandato à frente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou nesta segunda-feira (14) que tem “conversado e firmado compromissos” com partidos e parlamentares da base do governo de Jair Bolsonaro, assim como opositores.

 

“A presidência da Câmara não é de governo nem de oposição. Quanto mais representativo o comando da Casa, mais independente e altivo o Legislativo”, escreveu o parlamentar em sua conta oficial no Twitter. “É por isso que tenho conversado e firmado compromissos tanto com partidos e parlamentares ligados ao governo quanto com aqueles que representam legitimamente a oposição”, continuou o deputado fluminense. (mais…)

10
01

Eleição secreta no Senado favorece Renan Calheiros, diz cientista político

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Por Estadão Conteúdo

 

A decisão do ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), de manter secreta a votação para a presidência do Senado pode impactar negativamente o governo de Jair Bolsonaro com a eventual eleição do senador Renan Calheiros (MDB-AL), avalia o professor Marco Antônio Teixeira, cientista político e professor do Departamento de Gestão Pública da FGV-SP. (mais…)

23
05

Misael consolida apoio em busca de presidir Câmara de Cuiabá

O vereador por Cuiabá, Misael Galvão (PSB), conseguiu consolidar o apoio da maioria dos parlamentares da Câmara Municipal de Cuiabá para fazer valer a sua vontade de se tornar presidente do Legislativo cuiabano. Nesta terça-feira (22), o pessebista garantiu 13 votos na disputa marcada para agosto deste ano. Em 2016, Misael chegou a entrar na briga pela presidência, mas desistiu, entregando o cargo nas mãos de Justino Malheiros (PV).

 

Apoiam o projeto de Misael Vinicius Hugueney (Progressistas), Lilo Pinheiro (PRP), Marcelo Bussiki (PSB); Sargento Joelson Amaral (PSC); Abilio Brunini (PSC); Dilemário Alencar (Pros); Gilberto Figueiredo (PSB), Toninho de Souza (PSD), Chico 2000 (PR), Adevair Cabral (PSDB), Paulo Araújo (Progressistas) e Juca do Guaraná (PTdoB).

 

O atual presidente da Câmara, vereador Justino Malheiros (PV), manobrou e conseguiu aprovar uma mudança no regimento interno, que possibilitou a reeleição, dando condição a ele de disputar novamente a condição de comandar a Casa. No entanto, uma decisão judicial suspendeu a sessão que aprovou a mudança no regimento.

 

Curiosamente, nos bastidores a informação em 2016 era que Misael Galvão teria desistido por interferência do prefeito Emanuel Pinheiro, apoiador à época de Justino Malheiros. Já na disputa deste ano, Malheiros usa como artilharia o fato de Galvão ser da base de Pinheiro. Para o atual presidente, Galvão receber o apoio da oposição acaba sendo um “verdadeiro contrassenso”. (mais…)

08
08

MT: Guilherme Maluf desconhece pagamento de “mensalinho” durante gestão Silval Barbosa

1Por Felipe Leonel

O deputado estadual e 1º secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Guilherme Maluf (PSDB), afirmou que desconhece o pagamento de “mensalinho” pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB), aos deputados estaduais, para que apoiassem o seu governo.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

15
06

Senado tira carro e corta benefício de Aécio Neves

1

Por Estadão

O Senado decidiu nesta quarta-feira, 14, quase um mês após o Supremo Tribunal Federal determinar o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG), cortar verba indenizatória, recolher carro oficial e retirar o nome do tucano do painel eletrônico do plenário. O comunicado foi feito logo depois de o ministro Marco Aurélio Mello, relator do caso de Aécio no Supremo, dizer que a Casa estava descumprindo a decisão.

(mais…)

Publicicade

Publicicade