Arquivo da Tag: "MDB"
13
07

‘Só não vamos fazer pacto com o diabo’, afirma Bolsonaro

Framephoto/Estadão Conteúdo

Por Estadão Conteúdo

 

Apesar de o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, manter o discurso contra “políticos tradicionais”, o diretório do partido no Pará costura uma aliança com o ex-ministro da Integração Helder Barbalho, do MDB, que concorre ao governo do Estado. Na disputa federal, o senador Jader Barbalho, pai de Helder e patriarca do grupo, manifesta apoio, pelo menos formalmente, à pré-candidatura do ex-ministro Henrique Meirelles, de seu partido, e espera uma definição do nome que o PT lançará à Presidência.

 

Em visita a Marabá ontem, ao ser questionado pelo Estado sobre a aliança, Bolsonaro afirmou que não participa das conversas de aproximação entre o PSL e o MDB no Pará, que na prática representa uma aliança indireta com o clã Barbalho para formar palanques, mas que não pode evitar acordos nas sucessões estaduais. “Se o nosso foco é a cadeira presidencial, paciência” disse o pré-candidato. “Só não vamos fazer pacto com o diabo”, completou, numa referência a um discurso em que a presidente cassada Dilma Rousseff afirmou que podia “fazer o diabo quando é hora da eleição”. Bolsonaro, no entanto, disse que não tem “nada a ver” com a costura no Estado e lembrou que conseguiu barrar um acordo do PSL com o PCdoB no interior de Minas Gerais.

 

(mais…)

12
07

Fagundes tem fé na permanência do MDB em aliança

Por Danna Belle

HiperNotícias

 

“A minha posição sempre foi de lealdade, mas também de respeito às posições. Tenho o MDB como um partido grande, um partido de companheiros, que já estivemos em várias eleições juntos. Tenho fé, tenho certeza, tenho esperança que estaremos juntos”, respondeu o senador e pré-candidato a Governo de Estado, Wellington Fagundes (PR), rebatendo boatos de que o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) poderia deixar a aliança política.

 

Outra conversa de bastidores é o esvaziamento do palanque de Fagundes, uma vez que o Partido Progressista  (PP) pode ter mudado de ideia e desistido de apoiar o projeto do republicano para compor com o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM).

 

(mais…)

11
07

“A incapacidade de gestão é tão prejudicial quanto a corrupção”, critica deputada

Por HiperNotícias

 

Durante cobrança na tribuna e pedido para que o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, interfira junto ao governo do Estado com relação aos atrasos nos repasses à  Saúde e com relação ao fechamento da UTI Pediátrica da Santa Casa de Rondonópolis pelo mesmo motivo, a deputada estadual Janaína Riva (MDB) comparou os danos causados pela incapacidade de gestão do governador Pedro Taques, aos da corrupção.

 

“Muitas vezes vejo colegas falarem de corrupção e não lembram que a falta de capacidade de gestão, prejudica tanto quanto a corrupção. Quando não se sabe aplicar os recursos corretamente, deixa-se de arrecadar, perde-se dinheiro, faz com que pessoas morram, dói tanto quanto a corrupção a falta de capacidade de gestão. O governador Pedro Taques está marcado na história de Mato Grosso como o pior gestor que já existiu em Mato Grosso, o pior. Nesta área não tem quem compete com ele”, disparou a deputada.

 

(mais…)

09
07

“Não conhece a história política de Mato Grosso”, diz Pinheiro sobre Selma

Por Ana Flávia Corrêa

HiperNotícias

 

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que a ex-juíza e pré-candidata ao Senado, Selma Arruda (PSL), não conhece a história política do Estado e de nomes importantes para Mato Grosso. A afirmação foi em resposta ao posicionamento de Selma, que ameaçou desistir de sua candidatura caso seu partido se alie com o pré-candidato ao governo Wellington Fagundes (PR), coligado com a sigla de Emanuel.

 

“Ela está começando agora na vida pública, então ela não conhece a história política de Carlos Bezerra, de grandes nomes que tem o MDB, então ela está no conceito dela, daquilo que ela tem em mente, das convicções dela”, disparou.

 

(mais…)

04
07

MDB abre mão de senatória e vice e dá carta branca para Wellington compor

O Movimento Democrático Brasileiro (MDB) decidiu abrir mão de indicar o vice da chapa encabeçada pelo pré-candidato ao Governo do Estado, Wellington Fagundes (PR) e também de uma das vagas ao Senado. Desta forma, a legenda deixa o republicano livre e com espaços a oferecer na negociação com novas siglas que possam integrar o arco de alianças visando a eleição deste ano.

 

Reprodução

Em nota encaminhada à imprensa, a deputada estadual Janaina Riva (MDB) descartou que a legenda estivesse saindo do arco de Fagundes para se coligar ao DEM, que tem como pré-candidato o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes.

 

“A informação de apoio ao Mauro é inverídica. E falo isso com propriedade já que o presidente do MDB, deputado federal Carlos Bezerra, está em São Paulo e eu fiquei como responsável pelo partido nas negociações da composição da chapa majoritária, junto com os deputados Silvano Amaral e Romoaldo Junior”, comentou a parlamentar ao reforçar que o MDB confia na pré-candidatura do Wellington Fagundes.

 

(mais…)

01
07

Perillo sugere Meirelles como vice de Alckmin; ex-ministro rejeita

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Coordenador da pré-campanha do ex-governador paulista Geraldo Alckmin à Presidência da República, o ex-governador de Goiás Marconi Perillo sugeriu nesta segunda-feira, 2, uma aliança com o MDB para que o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles dispute a eleição como candidato a vice-presidente na chapa do tucano. À reportagem, Meirelles rejeitou a proposta e sugeriu que o PSDB pode apoiá-lo no segundo turno.

 

“O momento agora é de um líder democrático como o Alckmin e seu partido, PSDB, mais as lideranças políticas e um expressivo representante de mercado com vivência e experiência política como é Henrique Meirelles”, disse Perillo durante palestra a investidores do mercado financeiro na sede da XP Investimentos, em São Paulo.

 

(mais…)

30
06

Meirelles muda de tática e ‘cola’ em Lula

Arquivo/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Estagnado nas pesquisas de intenção de voto, Henrique Meirelles fará uma aposta de risco para obter apoio e conseguir ser oficializado como candidato do MDB ao Palácio do Planalto. Sob desgaste de ter sido ministro da Fazenda do governo de Michel Temer, campeão no quesito impopularidade, Meirelles vai engrossar o discurso e usar na campanha o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que, apesar de condenado e preso na Lava Jato, ainda lidera pesquisas de intenção de voto quando seu nome é testado.

 

A mudança de tom começou na quinta-feira, após a equipe de comunicação de Meirelles concluir que, para crescer nas pesquisas, onde tem 1%, ele precisa “surpreender”, criar fatos políticos e chamar a atenção. O ataque aos adversários Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT) faz parte da estratégia. A etapa seguinte será explorar a “herança” de Lula.

 

(mais…)

27
06

Bolsonaro afirma ter apoio de parlamentares do MDB

Framephoto/Estadão Conteúdo

Por Estadão Conteúdo

 

O deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) afirmou que pelo menos 20 parlamentares do MDB vão apoiar sua candidatura à Presidência da República. O partido tem como pré-candidato ao Planalto o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles.

 

Questionado pela reportagem sobre quem são os apoiadores, Bolsonaro disse que ainda não poderia revelar nomes. Citou apenas o deputado Rogério Peninha, de Santa Catarina, entre eles.

 

(mais…)

26
06

Oposição pode recorrer à Justiça por supostas irregularidades na votação do FEEF

Por HiperNotícias

 

Em entrevista à Rádio Capital FM na manhã desta terça-feira (26.06), a deputada estadual Janaina Riva (MDB), líder da oposição, revelou que vai solicitar a ata da sessão na qual o Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) foi aprovado, bem como a transmissão realizada pela TV Assembleia para verificar se havia quórum suficiente para aprovar o novo fundo proposto pelo governo do Estado. A suspeita é de que a sessão tenha sido irregular devido ao número insuficiente de parlamentares em plenário.

 

“Na oposição somos poucos e quando por algum motivo um ou outro tem que se ausentar, sempre comunicamos com antecedência para que o restante fique de olho e não deixe passar nada suspeito ou irregular nas sessões. Pois bem, na semana passada tive que me ausentar e já havia comunicado aos meus colegas. Ontem, o deputado Zeca Viana me avisou que votaram o Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF) sem o quórum necessário. Isso porque eu tinha uma audiência pública agendada há meses para esta terça-feira (26) justamente para debater o FEEF e já tínhamos acordado em plenário com o deputado Wilson Santos, líder do governo, que a votação só acorreria após a minha audiência. No dia da votação o Zeca foi embora porque disseram que não ir ter votação, na contramão, o Wilson reúne um grupo de parlamentares e diz que ‘acordou’  com a oposição de votar o Fundo naquele dia e ainda convoca uma sessão extraordinária para votá-lo, depois de o Zeca se ausentar justamente por não ter quórum suficiente. Após essa manobra, caso isso seja realmente verdade, eu não duvido de mais nada, porém, se realmente votaram sem quórum, vamos anular na justiça”, disse.

 

(mais…)

25
06

Mato Grosso precisa do apoio do governo Federal para continuar crescendo, diz ex-ministro

Por Luis Vinícius

HiperNotícias

 

O ex-ministro da Fazenda e pré-candidato a presidente da República pelo MDB, Henrique Meirelles veio à Cuiabá, nesta segunda-feira (25), ministrar uma palestra, em um hotel, localizado na Avenida Miguel Sutil, para falar sobre a economia de Mato Grosso no Cenário Nacional. Em entrevista coletiva, o presidenciável detalhou sobre a crise no país e suas propostas para Mato Grosso.

 

No seminário denominado “Encontro com o Futuro”, promovido pelo partido e pela Fundação Ulisses Guimarães, Meirelles disse ser imprescindível fazer uma boa gestão para que Mato Grosso avance.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade