Arquivo da Tag: "MAURO CAMARGO"
14
01

Mauro Camargo assume secretaria-adjunta de Comunicação de Mato Grosso

O jornalista Mauro Camargo foi oficializado como o novo secretário-adjunto de Comunicação do Governo do Estado de Mato Grosso. O anúncio foi feito pelo governador Mauro Mendes (DEM) e pelo secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, nesta segunda-feira (14), durante reunião com representantes da imprensa regional.

 

“O Mauro Camargo tem larga experiência, atua há muito tempo na área e possui ótimo trânsito político e com a imprensa. É um profissional que tem muito a colaborar frente aos desafios que o Governo vai enfrentar nos próximos quatro anos”, afirmou Mauro Carvalho. (mais…)

27
04

DEM não lançará candidato ao Governo

O Democratas abre mão, mais uma vez, do protagonismo eleitoral. O partido perdeu o “time” com a indefinição das candidaturas de Mauro Mendes e de Jayme Campos. Tudo indica que o DEM vai se contentar em apoiar outras candidaturas como a do governador Pedro Taques (PSDB) ou do senador Wellington Fagundes (PR).

 

Com Fávaro

O republicano Wellington Fagundes avança e amplia sua base de apoio. O senador que já tinha o PR, o PMDB e o PP, entre outras siglas partidárias, fechou entendimento com o PSD e terá o ex-vice-governador, Carlos Fávaro, numa das vagas da disputa.

 

Propaganda

A se confirmarem as alianças partidárias até agora sinalizadas, a candidatura de Wellington Fagundes ao Governo é a que deverá ter mais tempo de rádio e televisão no horário de propaganda eleitoral. Muito mais tempo que a campanha a reeleição do governador Pedro Taques.

 

Impeachment

O governador de Minas, o petista Fernando Pimentel, sobre um processo de impeachment no legislativo mineiro. Os motivos arguidos são o escalonamento de salários, os atrasos nos repasses do duodécimo aos poderes, bem como de ICMS e outras verbas aos municípios.

 

Gcom-MT

Tranquilo

O tucano Pedro Taques, que enfrenta dificuldades semelhantes na gestão dos recursos públicos em Mato Grosso, está longe de ter seu mandato ameaçado por um processo de impeachment. Taques mantém ampla maioria no Legislativo e conta com a generosa compreensão do Judiciário.

 

Dois discursos

Em Minas, o PT defende Pimentel e responsabiliza a crise econômica nacional pelas dificuldades estaduais. Em Mato Grosso, o discurso petista acusa Pedro Taques de incompetência na gestão do Estado.

06
05

Dando o que falar

 

A proposta do deputado Nilson Leitão (PSDB) que altera as leis do trabalho rural continua dando o que falar. Depois de ser alvo de ataques de oposicionistas, o tucano foi duramente criticado por duas jornalistas de renome nacional.

 

É possível

A primeira crítica partiu da jornalista Miriam Leitão, no jornal O Globo. Depois de conversar com o tucano e ouvir dele que o projeto não possibilita o desconto do salário do trabalhador com o que o empregador gasta com alimentação e moradia, a crítica mais contundente da proposta, Miriam afirma que o projeto diz exatamente o contrário.

 

Escravidão

Já a colunista do Estadão, Eliane Catnhêde, foi mais incisiva. “Quando o PSDB vai expulsar o deputado Nilson Leitão (MT), que propõe reinstituir o trabalho escravo no Brasil?”. Em tempo, o tucano nega que a modernização da legislação resulte em qualquer perda para o trabalhador rural.

 

Não conseguiu

Ao falar do acordo com o consórcio responsável pelas obras do VLT, o secretário de Cidades, Wilson Santos (PSDB), admitiu que o Estado só não rompeu o contrato com as empresas responsáveis pela implantação do modal porque não conseguiu, após um ano e meio de briga judicial.

 

Acordo

Somente depois de não conseguir, prosseguiu Wilson, é que o Governo decidiu rever sua posição e tentar o acordo, que ainda aguarda a homologação por parte da Justiça Federal.

 

Novo passo

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), deve receber já no início da próxima semana os representantes da Iguá, empresa criada para assumir as operações de água e esgoto da CAB Ambiental. No encontro ele deverá o plano da empresa para o saneamento da cidade.

 

Sem decisão

Só depois de uma análise criteriosa da proposta dos controladores da Águas Cuiabá é que o peemedebista decidirá se entrega o serviço para a Iguá ou se decreta a caducidade do contrato e inicia um novo processo de concessão.

 

Transformação

O Governo anunciou o município que receberá a próxima edição da Caravana da Transformação. Alta Floresta, distante 800 km ao norte de Cuiabá, sediará o evento que acontece a partir do dia 6 de junho.

 

No gás

Está muito próximo o acordo comercial entre Mato Grosso e Bolívia que assegurará um fornecimento “firme e seguro” de gás natural para o Estado. As tratativas ocorreram nesta sexta-feira (5), quando o governador Pedro Taques (PSDB) esteve no país andino e se reuniu com o presidente Evo Morales.

 

Nova data

Foi remarcado para o próximo dia 18 de maio o interrogatório do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) à Justiça. Neste dia, ele deverá, segundo sua nova linha de defesa, a “colaborar” com as investigações, confirmando a possibilidade de fechar um acordo com o Ministério Público.

 

20
04

Devolução de recursos desviados

 

R$ 250 milhões

Baterá na casa dos R$ 250 milhões a quantia que será devolvida pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB), caso sua colaboração premiada seja aceita pela Justiça. A quantia a ser ressarcida aos cofres públicos, aliás, era um dos últimos entraves na negociação que, ao que parece, está superado.

 

 

Ausências

Aliás, chamou a atenção a ausência dos advogados do ex-governador, Valber Melo e Ulisses Rabaneda, na oitiva de duas testemunhas de defesa da ação penal decorrente da quinta fase da Operação Sodoma. 

 

 

Olha ela

A prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB), é investigada por conta de um dos fatos apurados na Operação Sodoma envolvendo um suposto recebimento de R$ 700 mil do ex-secretário de Fazenda, Pedro Nadaf. A apuração, corre sob sigilo.

 

 

Esclarecimento

Instantes após a revelação da informação, a assessoria do seu marido, o deputado Oscar Bezerra (PSB), emitiu uma nota em nome da prefeita. “Luciane esclarece que até o momento não tem informações sobre a investigação e que se for chamada para prestar qualquer tipo de esclarecimentos estará a disposição da justiça”, afirmou.

 

 

Sem paciência

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), está perdendo a paciência com os representantes da Águas Cuiabá, empresa criada da reestruturação da CAB Ambiental. Se até o final do mês que vem não for apresentado um plano de investimentos, o contrato deverá ser rompido.

 

 

Mais de R$ 1 bilhão

Ao todo, o plano de saneamento básico que a Prefeitura quer implantar prevê o investimento de R$ 1,2 bilhão ao longo de sete anos. O alto custo do serviço é o principal motivo para a concessão do mesmo, já que a Prefeitura não dispõe desse recurso.

 

 

Demissão

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), chegou a pedir demissão do cargo ao presidente Michel Temer (PMDB). A informação foi divulgada nesta quinta-feira (20), pelo jornal O Estado de S. Paulo. Segundo a publicação, Temer teria negado o pedido, dizendo saber que Maggi é inocente das acusações imputadas a ele no âmbito da Operação Lava Jato.

 

 

Linha de corte

A atuação de Temer neste episódio mantém intocável a “linha de corte” definida pelo peemedebista no caso de ministros implicados na investigação. De acordo com Temer, quando houver a denúncia dos ministros eles serão afastados temporariamente. Caso a denúncia seja aceita, aí sim o ministro será demitido.

 

 

Colniza

As forças de Segurança de Mato Grosso já estão atuando na apuração dos assassinatos ocorridos em uma gleba na área denominada Taquaruçu do Norte, próxima ao distrito de Guariba, em Colniza. Aproximadamente 10 pessoas foram assassinadas na área, onde vivem 100 famílias. A região é alvo de fortes conflitos.

 

 

Sem punição

A Câmara dos Deputados analisa proposta que isenta municípios com queda de arrecadação superior a 10% de sofrerem as restrições impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) quando ultrapassarem o limite para a despesa total com pessoal. Pelo texto, para não sofrer as sanções previstas na LRF, o município deve comprovar que a perda de arrecadação foi provocada por diminuição das transferências do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) ou por redução de receitas de royalties e participações especiais.

 

13
02

O Blog no Hipernotícias

 

 

O blog começa uma nova caminhada. Sofrerá mudanças visuais e passará a ter novos parceiros. Hoje estreamos no Hipernotícias, um dos mais conceituados sites de notícias de Mato Grosso e campeão de audiência nas redes sociais, registrando mais de 200 mil likes no Facebook.

 

O jornalista Mauro Camargo, titular do blog, também está de segunda a sexta, das 7h30 às 9h e das 18h às 19h no Jornal da Capital, da Capital FM 101.9

 

 

Delação

A semana que começa promete emoções fortes. Fontes qualificadas garantem que finalmente o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), preso desde setembro de 2015, fechou um acordo de delação premiada com o Ministério Público Estadual (MPE).

 

 

Temor

A expectativa agora é saber que tipo de acordo foi feito e quem seriam os atingidos – além dele próprio – pelas confissões que Silval Barbosa estaria disposto a realizar. Se abrir mesmo a boca, não restará pedra sobre pedra na velha política mato-grossense. É o que dizem nos bastidores do MP

 

 

Consternado?

Na semana passada o deputado estadual peemedebista, Romoaldo Junior, que também é alvo de investigações do Gaeco na Operação Ventríloquo, visitou Barbosa na cadeia. Saiu de lá visivelmente abatido com a situação do companheiro de partido.

 

 

Foro privilegiado

E falando em delação, também é grande a especulação em torno de suposto acordo que teria sido efetivado pela ex-servidora do Legislativo estadual, Maria Helena Caramelo. O entendimento encaminhado pelo Ministério Público Federal no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF) sinalizaria o envolvimento de personalidade detentora de foro privilegiado.

 

 

Julgamento

Principal nome do PP na política cuiabana, o vereador Paulo Araújo será julgado pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na próxima quinta-feira, 16. Com as contas da campanha de 2012 – quando disputou e não se elegeu – rejeitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), disputou as eleições do ano passado graças a uma liminar, cujo mérito será apreciado agora.

 

 

Ficha limpa

A situação é bastante interessante sob o ponto de vista jurídico. Se optar por manter o mandato do vereador, o TRE desqualificará a importância da correta prestação de contas de que tanto tem defendido o Judiciário. E abrirá um precedente perigoso que fere de morte a luta pelo conceito de “ficha limpa” na política. Vamos aguardar.

 

 

Briga boa

A disputa pela vaga deixada em razão do afastamento do conselheiro Humberto Bosaipo no Tribunal de Contas provoca intensa articulação no Legislativo. E reações no próprio TCE. Vem embate por aí.

 

 

31
01

Blog estará no Hiper e na Capital

O Blog do Mauro passa a ter um link permanente no site Hipernotícias (www.hipernoticias.com.br), além de uma coluna diária, com previsão de estreia no dia 13 de fevereiro. A partir da próxima segunda-feira, 6, o jornalista Mauro Camargo, titular do Blog, terá participação no Jornal da Capital, ancorado pelo jornalista Antero Paes de Barros na Rádio Capital FM (101.9) o programa vai ao ar de segunda a sexta, das 7 às 9 da manhã.

23
05

MT: Gazeta assume compromisso público com a sustentabilidade

2

“Seria um contrassenso um jornal que defende a causa da sustentabilidade, que publica matérias sobre o tema, que denuncia crimes ambientais, não adotar práticas sustentáveis”.

É assim que o diretor de redação do jornal A Gazeta, Mauro Camargo, justifica a iniciativa do Grupo Gazeta de Comunicação em adotar a Gestão Ambiental Interna. Para ele, seria uma incoerência permanecer como antes.

“Esta é uma atitude que não cabe mais no mundo moderno. A Gazeta, que sempre saiu na frente em tudo, puxa mais essa bandeira e novamente lidera um movimento inédito em veículos de comunicação de Mato Grosso, ainda raro mesmo nos grandes centros brasileiros”.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

28
04

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

‘Uma farsa!‘

 

O prefeito Mauro Mendes (PSB), ao afirmar que a CAB é uma farsa, promete para a próxima semana novidade bombástica em razão da auditoria contábil realizada na concessionária e cujo relatório está prestes a ser entregue.

 

Pendências

 

Informações preliminares, no entanto, revelam que a CAB Cuiabá não cumpriu com o contrato da concessão ao deixar de realizar investimentos previstos, entre outras pendências que serão detalhadas pela auditoria.

 

Leilão

 

Em recuperação judicial, a Queiróz Galvão, proprietária da CAB Ambiental e de diversas outras concessões, entre elas a CAB Cuiabá, levou a leilão judicial todas essas empresas de água e saneamento na expectativa de levantar R$ 600 milhões. Não apareceram investidores.

 

Na berlinda

 

Comenta-se nos bastidores que existem empresas interessadas na concessão de Cuiabá, mas dispostas a pagar, no máximo, R$ 150 milhões. A CAB, por conta disso, corre contra o tempo para evitar perder a concessão pela quebra de contrato.

 

Pedalada

 

Hoje a empresa de água anuncia um plano de investimentos da ordem de R$ 58 milhões. Segundo consta, a CAB renegociou empréstimo com o BNDES e ao invés de pagar ao banco vai usar o dinheiro arrecadado das contas de água para tentar regularizar parte dos investimentos que deixou de fazer.

 

Elogios

 

O ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e membro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), teceu elogios ao senador Blairo Maggi (PR) durante sessão especial do Senado, na última terça, 26.

 

Opinião do ministro

 

‘Quando falamos de proteção do meio ambiente, a voz do Senador Blairo Maggi é ouvida por quem diretamente precisa ouvir. Todos nós temos um profundo orgulho, Senador, de contar com a sua voz – nós, brasileiros; nós, juízes, mas como brasileiros antes de mais nada – abalizada de quem conhece e de quem é respeitado pelos seus pares‘, declarou Benjamin.

 

Commodities

 

O deputado Wilson Santos (PSDB), líder do governo na AL, está com viagem marcada para Campo Grande (MS) no início da próxima semana. Vai se reunir com a equipe técnica que trabalhou na taxação das commodities produzidas naquele Estado.

 

Debate

 

Wilson Santos está determinado a promover um amplo debate sobre o tema. Ele defende que pelo menos parte da produção de fibras e grãos destinados para a exportação deixe de ser desonerada.

 

Resistência

 

O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e os produtores de soja não aceitam pagar imposto sobre a produção de commodities, mas reivindicam investimentos em logística e serviços públicos de qualidade.

 

Ruralistas

 

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) – que tem Nilson Leitão (PSDB) na vice-presidência, Adilton Sachetti (PSB) na Coordenação de Infraestrutura e Logística, e Fábio Garcia (PSB) como membro – esteve ontem com o vice-presidente Michel Temer (PMDB).

 

Ministério

 

A FPA entregou documento contendo um diagnóstico e propostas do setor para a superação da crise. A bancada ruralista alimenta a expectativa de indicar o ministro da Agricultura.

 

 

12
10

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

CPI na berlinda

 

O assunto promete polêmica: a CPI da Copa, instituída inicialmente para investigar supostas irregularidades nas obras do VLT (conforme o Ato nº 4 de 20/03/2015), teve seu objeto ampliado por outro Ato, o 24 de 25/05/2015, abrindo a investigação para todas as obras da matriz Fifa, inclusive o VLT. A mudança de objeto enseja questionamento jurídico e pode comprometer o trabalho da Comissão.

 

CPI irregular

 

Outra irregularidade grave é a não publicação do regimento da CPI. Existe um regimento de fato que está sendo seguindo, mas trata-se de um regimento que não existe no universo jurídico, uma vez que não foi publicado no Diário Oficial. Tal irregularidade invalida ou torna nulos os atos da Comissão. Não há validade nos requerimentos e todo o apurado pode ser contestado.

 

Banho de luz

 

Juristas que acompanham, em silêncio – por enquanto -, o desenrolar dos trabalhos da CPI, atribuem as irregularidades ao açodamento e à inexperiência dos parlamentares que comandam a Comissão. A busca é por holofotes e não por resultados.

 

Na tribuna

 

Na semana passada, sensibilizado com a mobilização da população de Rondonópolis em torno do cadastro de doadores de medula óssea, o deputado federal Adilton Sachetti (PSB) usou a tribuna da Câmara pela primeira vez desde que assumiu o mandato, no início do ano. Sachetti fez um apelo aos parlamentares para que estimulem em seus Estados a doação de medula.

 

Campanha

 

A mulher do deputado, Rose Sachetti, luta contra uma leucemia e busca um doador compatível. E a campanha feita em Rondonópolis, em apenas dois dias, superou a marca de 5 mil doadores cadastrados. Para se ter uma ideia, em todo o Estado haviam apenas 4 mil cadastrados.

 

Dissonante

 

Vice-líder do PT na Câmara, o deputado federal Ságuas Moraes foi voz dissonante em relação à rejeição das contas de Dilma Rousseff pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Foi o único parlamentar de Mato Grosso a defender a presidente e criticar o órgão de controle pelo que ele classificou de ‘pirotecnia política anunciada para desgastar o governo‘.

 

Corrupção

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Guilherme Maluf (PSDB), disse no final de semana que ‘Mato Grosso é hoje o celeiro do Brasil no combate à corrupção’. Segundo o parlamentar, o Estado ‘vive um momento novo no Governo e na Assembleia’ em razão do rompimento ‘com um modelo de gestão condenado pela sociedade e investigado pela Justiça’.

 

Seminário

 

Maluf se manifestou sobre o II Seminário Combate e Controle da Corrupção no Brasil, promovido pelo jornal A Gazeta e o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). ‘Esse debate acontece no momento certo, quando o Brasil acompanha o noticiário ansioso para saber o rumo que o país vai tomar e sonha com um futuro sem corrupção e sem corruptos’.

 

Pioneirismo

 

Guilherme Maluf diz que Mato Grosso está sendo pioneiro no desafio de passar tudo a limpo e fazer uma gestão de resultado. ‘Nada mais justo do que reunir os grandes juristas do Brasil aqui em nossa terra’, declarou.

 

 

Publicicade

Publicicade