Arquivo da Tag: "JÚLIO CAMPOS"
06
02

Jayme Campos não descarta candidatura ao Governo: “Estou pronto para a guerra”

O secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, ex-senador Jayme Campos (DEM) afirmou que “está pronto para ir para a guerra” quando questionado, na manhã desta terça-feira (6), se havia possibilidades de disputar o Governo do Estado. O democrata descarta a possibilidade de disputa proporcional e vê com bons olhos também o projeto ao Senado.

 

 

Nacionalmente, o Democratas poderá lançar a candidatura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao Palácio do Planalto e conforme o ex-deputado federal Júlio Campos (DEM), já haveria pedido da Nacional para que um nome fosse viabilizado em Mato Grosso, garantindo assim palanque a Maia. (mais…)

31
01

Rodrigo Maia manda DEM preparar candidaturas próprias em MT

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), teria procurado as lideranças do Democratas, em Mato Grosso, para garantir um palanque para uma eventual candidatura de Maia à Presidência da República. A informação foi divulgada pelo ex-governador Júlio Campos (DEM), nesta quarta-feira (31).

 

“Se o DEM for disputar um mandato de presidente, precisamos ter um candidato a governador. Um palanque oficial aqui no Estado. Ele [Maia] já nos chamou em Brasília, já avisou sigilosamente, para preparamos o partido em Mato Grosso”, afirmou Campos, durante lançamento de campanha contra a Hanseníase, no Palácio Paiaguás.

 

(mais…)

05
10

MT: Júlio Campos diz que não precisa de “esmola” para bancar campanhas do DEM

1Por FELIPE LEONEL

O ex-deputado federal Júlio Campos (DEM) rebateu as declarações do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), em delação premiada, de que teria recebido propina de R$ 4 milhões. O dinheiro teria sido usado para bancar a campanha de candidatos proporcionais do DEM, na eleição do ano 2010. Júlio afirmou que em suas mãos, esse montante não chegou e que não precisa de “esmola” para bancar campanhas dos candidatos do partido.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

31
08

MT: Silval diz que comprou apoio de Julio Campos por R$ 4 milhões

1Por Felipe Leonel

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) afirmou ter comprado o apoio do ex-deputado federal Julio Campos (DEM) para ter apoio dos prefeitos do DEM na campanha ao Palácio Paiaguás, em 2010. Silval teria pago R$ 4 milhões a Campos, que na época era presidente do partido, para garantir o apoio
07
04

MT: Para cumprir promessa, Júlio Campos quer criar fazenda para recuperação de dependentes químicos

1Por Glaucia Colognesi

Quase um mês após passar por uma cirurgia de transplante de fígado, o ex-governador e conselheiro aposentado Júlio Campos (DEM) revelou, nesta quinta-feira (6l), que ele vai se dedicar a projetos sociais e à caridade e, em parceria com a Igreja Católica, ele quer criar e manter em Mato Grosso uma fazenda público-privada para recuperação de dependes químicos.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

13
03

MT: Transplante bem sucedido

 1A cirurgia de transplante de fígado do ex-governador Júlio Campos (DEM) começou às 03h40 da madrugada desta segunda-feira (13) e foi um sucesso, conforme contou fontes ligada ao político. A cirurgia aconteceu no Hospital São Carlos, em Fortaleza (CE) e durou seis horas. O democrata tinha cirrose hepática há 25 anos. De acordo com informações de pessoas próximas a ele, Júlio aguarda agora na unidade de tratamento intensivo (UTI) do hospital. Ele ficará no local por até 72 horas, período de resguardo para averiguação de rejeição ou não do fígado transplantado.

 

13
03

Eraí promove discórdia no PP

Pegou mal

As declarações do empresário Eraí Maggi (PP) de que alguns integrantes do Partido Progressista dão “choradinhas para mamar” causaram um racha gigantesco na militância da sigla, sobretudo em Cuiabá. Muitos deles têm “chorado” por meio de aplicativos de mensagens, criticando abertamente Maggi por conta das declarações.

 

De olho

Por conta disso, muitos militantes do PR e do PMDB se colocaram à disposição dos descontentes para aquele famoso “ombro amigo”. Querem, com isso, cooptar estes membros já de olho na busca por votos para as eleições de 2018. Republicanos e peemedebistas deverão caminhar juntos, mas possuem nomes próprios para a disputa ao comando do Palácio Paiaguás.

 

Sem cargo

No caso do PMDB, o trabalho de convencimento dos pepistas descontentes passa longe do oferecimento de cargos na gestão do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB). Isso porque, ao contrário do que se imaginava, muitos integrantes do partido do atual comandante do Palácio Alencastro sequer conseguiram cargos para si.

 

Reforma

Por falar em relação estremecida, o PSB, que em Brasília apoia o presidente Michel Temer (PMDB), anda reclamando do ônus causado pela proposta de reforma da Previdência. De acordo com o deputado Fábio Garcia, que comanda a sigla em Mato Grosso, os socialistas discutem uma nova proposta, que será apresentada em breve, com mudanças significativas em relação ao que Temer quer.

 

Caos sem fim

Depois de defender, e voltar atrás, o aumento dos salários dos vereadores de Cuiabá, o presidente da Câmara Municipal, Justino Malheiros (PV) causou mais uma polêmica. Ele determinou que os visitantes do Legislativo devem “se apresentar convenientemente trajadas, segundo sua condição social, desde que não atentem contra a moral e os bons costumes”. O fato deverá gerar controvérsia, uma vez que o texto não é objetivo, facultando aos recepcionistas a definição do que atenta ou não “contra a moral e os bons costumes”.

 

Palanque

O PSC não deverá caminhar com nenhum dos candidatos postos ao governo de Mato Grosso. De olho na formação para o pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro, o partido deve lançar um candidato próprio, fazendo com que o postulante à substituição do presidente Michel Temer (PMDB) tenha capilaridade nos 141 municípios de Mato Grosso.

 

Transplante

O ex-governador e ex-deputado federal Júlio Campos (DEM) foi submetido nesta segunda-feira (13) ao procedimento cirúrgico de transplante de fígado. A cirurgia foi realizada no Hospital São Carlos, em Fortaleza. Campos deverá permanecer na capital cearense pelos próximos três meses em recuperação.

 

Choque de realidade

Depois de assumir a prefeitura de Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro se deparou com uma triste realidade. Não há recursos suficientes para o cumprimento dos compromissos firmados em campanha para este ano. Por conta disso, a ordem é contingenciar gastos e manter o máximo rigor para que os pagamentos continuem sendo feitos em dia.

 

Devolvendo

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga (PSD) tem pregado cautela aos gestores no que se refere à adoção de programas sociais lançados pela União. Ele explica que o subfinanciamento faz com que boa parte do custeio das ações fique por conta das prefeituras, que enfrentam forte crise. Fraga destaca que em alguns casos e aconselhável ao gestor “devolver” o recurso enviado pelo Governo Federal do que assumir uma dívida que inviabilize o caixa do município.

 

Mãos à obra

Nem bem assumiu o cargo de procurador-geral de Justiça e Mauro Curvo já trabalha para colocar em prática uma de suas principais ações. O chefe do Ministério Público Estadual (MPE) defende a unificação, por parte de Estado e municípios, da compra de medicamentos. Em nome desta proposta, ele tem discutido com o Tribunal de Contas do Estado (TCE/MT) a melhor modelagem do projeto, antes de apresentá-lo a prefeitos e ao governador Pedro Taques (PSDB).

26
02

Júlio Campos se apega à fé para enfrentar transplante de fígado

Júlio realiza uma série de exames pré-operatórios à espera de um doador.

Júlio realiza uma série de exames pré-operatórios à espera de um doador.

Por Glaucia Colognesi

HiperNoticias

O ex-governador e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado, Júlio Campos (DEM), se apega a fé e à certeza dos avanços da medicina ao se preparar psicologicamente para enfrentar transplante de fígado. “A cirurgia é de alto risco, mas não há nenhum outro tratamento. Já enfrento esta hepatite há mais de 27 anos”, conta Júlio.

LEIA MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

07
12

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

Precatórios

Os holofotes da Operação Ararath se voltam agora para o governo Blairo Maggi (PR), quando teve origem o chamado “Escândalo dos Precatórios”.

Estima-se que o governo pagou cerca de R$ 313 milhões para empreiteiras amigas num acordo que implicava na distribuição de propina para os envolvidos.

A operação consistia na quitação de precatórios – sem respeitar a ordem cronológica – relativos a obras realizadas há mais de 20 anos.

Parte do dinheiro pago ilegalmente pelo estado às empreiteiras ia para a conta de factoring e depois era distribuído aos membros da organização criminosa.

Eder Moraes, como sempre, está no centro do comando operacional de mais esta falcatrua. Resta saber se Blairo Maggi tinha conhecimento ou participou do esquema.

 

De volta à cena

Liberado para disputar as eleições depois que o Superior Tribunal Eleitoral (TSE) anulou a decisão que lhe cassou o mandato de deputado federal, o ex-governador e ex-senador Júlio Campos (DEM) mostra peculiar disposição para retornar à cena eleitoral.

 

Alternativas

Na última sexta-feira, Júlio Campos afirmou que o DEM prioriza uma candidatura própria em Cuiabá, não veta eventual entendimento com o prefeito Mauro Mendes (PSB) e admite conversar com o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva.

 

Apoio declarado 

Júlio Campos, no entanto, afirma que entre todas as opções gostaria de apoiar uma eventual candidatura do jornalista João Dorileo Leal, cuja filiação é esperada pelo PSDB. “Se Dorileo for candidato o DEM vai estar com ele, pra ganhar ou pra perder”, declarou.

 

Indefinido

O jornalista João Dorileo Leal, presidente do Grupo Gazeta de Comunicação, embora não esconda sua vontade de disputar as eleições para prefeito de Cuiabá, ainda não definiu seu futuro partidário nem a eventual candidatura. Qualquer definição deverá ocorrer somente às vésperas do prazo legal.

 

Fogo amigo

Em busca de reestruturar o PSDB em Chapada dos Guimarães, a ex-deputada federal Thelma de Oliveira gasta sola de sapato, realiza visitas frequentes às lideranças da zona rural do município e tenta atrair para o projeto tucano as mais expressivas famílias chapadenses. Thelma está determinada em reposicionar o PSDB na Chapada. E tem a simpatia do governador Pedro Taques.

 

Brinquedos novos

A primeira-dama de Cuiabá, Virgínia Mendes, se empenha na arrecadação de brinquedos novos para distribuir no Natal às cerca de 3 mil crianças do projeto Siminina e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos nas unidades dos CRAS.

 

Lista de presentes

Para atender as crianças, foi produzida uma lista de presentes: bolas, carrinhos, bonecas e kit de maquiagem infantojuvenil. “São brinquedos que agradam às crianças nas idades entre três e 12 anos, e ainda conseguimos atender uma parcela de pré-adolescentes que possuímos no Siminina, com 13 e 14 anos”, argumenta Virgínia Mendes.

 

 

20
08

MT: Júlio afirma que Leitão arrisca aliança

1Por Laura Nabuco

A articulação do PSDB visando a disputa eleitoral pela Prefeitura de Sinop em 2016 e o assédio do partido ao deputado estadual Dil­mar Dal Bosco (DEM) po­dem resultar em uma ruptura em nível estadual da aliança que a legenda mantém com o Democratas e que vem de longa data. Presidente em exercício do diretório do DEM em Mato Grosso, o ex-deputado federal Júlio Campos afirma considerar levar a questão até a Executiva Nacional da sigla.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

Publicicade

Publicicade