Arquivo da Tag: "JÚLIO CAMPOS"
30
08

Até que enfim Governo Federal dá boa notícia para MT, diz Julio Campos

O ex-governador de Mato Grosso, Julio Campos (DEM), comemorou o anúncio feito pelo governador Mauro Mendes (DEM) e pela bancada federal de que a União concedeu aval para o empréstimo do estado com o Banco Mundial e também a promessa de pagamento de uma das duas parcelas do Apoio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX), feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes nesta semana.

 

“Até que enfim o Governo Federal dá uma notícia boa para o povo mato-grossense. Com a aprovação do empréstimo de 250 milhões de dólares e a liberação do FEX, o Governo Estadual vai levar avante os compromissos com o povo de Mato Grosso. Aplausos ao governador Mauro e a nossa bancada federal”, escreveu Campos em sua página no Facebook. (mais…)

24
07

Campos acredita que influência de Maggi será decisiva em escolha de Mendes e descarta conflito

Por Jessica Bachega

HiperNotícias

 

Fora das eleições deste ano, o ex-governador Júlio Campos (DEM) afirma que a influência do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), será decisiva na escolha do pré-candidato a governo Mauro Mendes (DEM) entre Carlos Fávaro (PSD) e Adilton Sachetti (PRB) a vaga ao Senado. O político afirmou que não acredita em conflito na coligação devido à escolha de Mendes, que oficializou sua pré-candidatura na manhã desta terça-feira (24).

 

“Não querendo expor pessoalmente Blairo Maggi, mas ele está ao lado do Mauro Mendes para governador e dos candidatos que ele apoiar para o Senado Federal. É claro que a preferência pessoal dele é que fosse seu compadre, Adilton Sachetti, mas ele tem uma relação boa também com Carlos Fávaro, com quem faz corrida. São dois grandes aliados dele”, declara Campos.

 

(mais…)

27
04

“Taques não conversa nem com Deus”, diz Júlio Campos

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O ex-governador Júlio Campos (DEM) disse ter apresentado ideias e sugestões ao governador Pedro Taques (PSDB) em seu governo, mas não tentou “colocar cabresto” no chefe do Poder Executivo. Em entrevista recente, Pedro Taques afirmou que alguns ex-aliados se afastarem por terem pedidos recusados para fazer “joguinhos políticos” e colocar “cabresto” nele.

 

Durante solenidade de comemoração de 40 anos da Televisão Brasil Oeste (TBO), empresa presidida por Júlio Campos, o ex-governador negou ter tentado “colocar cabresto” no governador e disse ter tentando ajudar.

 

“Eu sempre ajudei dando ideias, sugestões, mas ele nunca aceitou. Não é homem de aceitar ideias, sugestões de ninguém. Ele é super independente, não conversa nem com Deus. Não é muito costume dele se apegar às coisas divinas”, disse Júlio Campos, cobrando o governador para revelar quem teria intenção de encabrestá-lo.

 

(mais…)

27
04

Jayme: “Maioria absoluta do DEM quer candidatura própria”

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O ex-senador Jayme Campos, um dos mais importantes expoentes do Democratas em Mato Grosso, preferiu não comentar a carta contra Pedro Taques (PSDB), assinada pelo ex-governador Júlio Campos (DEM) e pelo ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM).  Outros 29 ex-aliados assinaram o manifesto, na qual explicam os motivos de não apoiarem a reeleição de Pedro Taques.

 

Apesar de preferir não comentar, ele reconheceu que as críticas são pontuais e fundamentadas. “O desejo, a vontade da maioria absoluta dos Democratas de Mato Groso é ter candidatura própria ao Governo, Senado. Também queremos eleger uma boa bancada para o Congresso Nacional e para a Assembleia Legislativa”, afirmou Jayme Campos.

 

Dentre os apontamentos feitos pelos 31 ex-aliados, estão o caos na Saúde, falta de medicamento, dificuldade do governo em pagar a folha, falta de capacidade de gestão, não cumprimento de compromissos de campanha, além de ter “quebrado as finanças do Estado”. Além disso, aponta “indícios fortes” de corrupção no Governo do Estado.

 

(mais…)

10
04

Candidatura de Mendes está “praticamente garantida”, diz Júlio Campos

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O ex-governador Júlio Campos (DEM) afirmou que a pré-candidatura do ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), ao Governo do Estado “está praticamente garantida”. Segundo Júlio, Mauro Mendes já teria, inclusive, coordenador geral da campanha e vários apoiadores. A declaração foi dada em entrevista à TV Vila Real, no Jornal do Meio Dia de segunda-feira (9).

 

De acordo com ele, em uma reunião, realizada o dia 3 (terça-feira), Mauro Mendes teria dito estar pronto para a disputa ao Governo. “Ele disse estar pronto para a luta e pronto para disputar tanto é que na última semana já conversou com algumas pessoas da área de marketing, pedindo ponto propostas”, afirmou.

 

Nessa segunda-feira (9), o ex-prefeito participou de um almoço com lideranças de nove agremiações partidárias. Participaram do encontro os representantes do PDT, DEM, PSD, PTB, PRB, PHS, PCdoB, PP e PROS.

 

(mais…)

26
03

Depois de 20 anos como coadjuvante, DEM quer protagonismo

Por Débora Siqueira

HiperNotícias

 

Desde a campanha de 1998 quando Júlio Campos (DEM) perdeu a disputa pelo comando do Palácio Paiaguás para o ex-governador Dante de Oliveira, que disputava a reeleição pelo PSDB, o partido perdeu espaço em Mato Grosso. Vinte anos depois, quer retomar o protagonismo que os irmãos Campos detinham no estado nas décadas de 80 e 90, quando Júlio e Jayme ocuparam cargos de governador, senador, deputado federal e prefeitos de Várzea Grande.

 

Na Assembleia Legislativa, o partido que tinha apenas um representante – inclusive líder do governador na Casa, Dilmar Dal’ Bosco – agora conta com quatro deputados estaduais, um deputado federal e dois nomes fortes para chapa majoritária com Mauro Mendes e Jayme Campos.

 

(mais…)

23
03

Marrafon foi secretário de planejamento irresponsável, dispara Júlio

Ex-governador de Mato Grosso e um dos maiores incentivadores do rompimento com o governo Pedro Taques, Júlio Campos disparou contra o atual secretário de Educação, Marco Marrafon, que antes de chegar a pasta desempenhava a função de secretário de Planejamento. Segundo Campos, o “desastre do planejamento financeiro” de Mato Grosso seria responsabilidade de Marrafon, que fez um “planejamento irresponsável, errou nos cálculos, aumentou a transferência aos poderes acima do que podia e explodiu o caixa”. As considerações foram feitas em entrevista concedida à Rádio Capital, nesta sexta-feira (23).

 

“Me desculpe o Marrafon, não sei de onde veio, surgiu recentemente, mas ele foi um desastre, um terremoto, uma explosão. Foi uma irresponsabilidade total aceitar todas aquelas leis (de carreira). Se ele fosse um técnico competente, tinha orientado o governador a cortar e não aceitar essa questão. Hoje Mato Grosso está ingovernável, com um rombo neste orçamento de R$ 3 bilhões. Mesmo com a arrecadação crescente, não consegue cobrir as despesas”, disparou.

 

(mais…)

23
03

DEM prefere Fagundes a Taques, afirma Júlio Campos

Em entrevista concedida à Rádio Capital na manhã desta sexta-feira (23), o ex-governador Júlio Campos (DEM) afirmou que se porventura o partido não lançar candidatura própria ao Palácio Paiaguás, é muito mais provável que a sigla escolha uma aliança com o pré-candidato Wellington Fagundes (PR) do que a reaproximação do tucano Pedro Taques. Conforme o democrata, a legenda anunciou independência ao governo no momento em que entregou a liderança na Assembleia, único cargo com “expressãozinha” desempenhado pelo partido, segundo análise do ex-governador.

 

“Se houver essa possibilidade, espero que não haja, porque Mauro Mendes é forte, Jayme Campos também é forte, somos simpáticos a uma coligação com Wellington Fagundes. O Pedro [Taques] tem mais restrição no DEM hoje que o Wellington Fagundes”, ponderou.

 

(mais…)

21
03

Para Júlio Campos, Antonio Joaquim tomou decisão acertada

Para o ex-governador e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Júlio Campos (DEM), Antonio Joaquim escolheu o melhor caminho, neste momento, quando anunciou nesta terça-feira (20) o recuo do projeto de disputar ao cargo de governador de Mato Grosso. Diante deste entendimento, Joaquim também decidiu retirar o pedido de aposentadoria protocolado na Corte de Contas.

 

Joaquim aguardava posicionamento do Supremo Tribunal Federal sobre seu pedido de aposentadoria. Quando o ato foi encaminhado pela presidência do TCE ao governador Pedro Taques (PSDB) para que deferisse o desligamento do conselheiro da Corte, o chefe do Executivo resolveu encaminhar uma consulta ao STF, uma vez que Joaquim e mais outros quatro conselheiros foram afastados dos cargos em razão de fatos revelados na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa. Segundo colaborador, os conselheiros teriam recebido propina na ordem de R$ 53 milhões e ainda faziam “vista grossa” em relação às obras da Copa do Mundo.

 

(mais…)

17
03

Júlio descarta “qualquer” possibilidade do DEM apoiar de Taques

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O ex-governador Júlio Campos (DEM) descartou “qualquer possibilidade” do Democratas apoiar um eventual projeto de reeleição do governador Pedro Taques (PSDB). De acordo com o democrata, o compromisso com Taques é válido somente para este ano e o Democratas já tomou uma decisão pelo afastamento.

 

A entrega da função de líder do governo na Assembleia Legislativa pelo deputado estadual e presidente do DEM, Dilmar Dal’Bosco, sinaliza a decisão.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade