Arquivo da Tag: "JBS"
21
05

Geller registrou encontro com “homem da mala” da JBS

Publicação feita pela Revista Veja esta semana aponta que o ex-secretário de Política Agrícola, Neri Geller, teria rebecido um montante de R$ 250 mil em propina pago por Florisvaldo Oliveira, o encarregado de distribuir os valores pagos irregularmente pela JBS. O pagamento teria ocorrido no dia 3 de novembro de 2014, quando Neri Geller ainda exercia o cargo de Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no governo da petista Dilma Rousseff. O encontro ainda teria sido registrado pelo fotógrafo do Ministério, a pedido da própria assessoria.

À época Neri estava filiado ao MDB – muito próximo a Eduardo Cunha e Michel Temer –  e ocupava o cargo por indicação do partido. Ainda em agosto de 2017, a suposta propina paga a Neri Geller veio à tona quando uma planilha foi entregue ao Ministério Público Federal por Florisvaldo, que ficou conhecido como “o homem da mala” da JBS. Nela estava registrado o pagamento de R$ 250 mil a Geller.

(mais…)

20
05

Governo Federal culpa vazamento da JBS por fracasso na Previdência

Beto Barata/BR

Por Estadão Conteúdo

 

Sem mencionar explicitamente o fato, o governo culpa o vazamento das conversas do empresário Joesley Batista com o presidente Michel Temer, em maio de 2017, pelo fracasso na aprovação da reforma da Previdência. O documento “Encontro com o Futuro”, que será lançado na próxima terça-feira em evento que deverá confirmar a pré-candidatura de Henrique Meirelles à presidência da República, diz que o governo tinha a aprovação da proposta “quase assegurada” a determinada altura do ano passado. “A oportunidade se perdeu pelo oportunismo de iniciativas no campo judicial, que desviaram, talvez propositadamente, a atenção do sistema político.”

 

O documento não diz que iniciativas são essas. Mas pessoas mais próximas de Temer repetem que o vazamento das conversas gravadas no Palácio do Jaburu colocaram a perder o trabalho político que criara condições para a votação da reforma, com boas chances de aprovação.

 

(mais…)

16
04

STF julga nesta terça se põe Aécio no banco dos réus por R$ 2 milhões de Joesley

Por Estadão Conteúdo

 

A primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), composta pelos ministros Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso, julga nesta terça-feira, 17, se recebe a denúncia oferecida pela Procuradoria-geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pelos supostos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça, instaurado em maio de 2017, com base na delação da JBS.

 

O relator do inquérito é Marco Aurélio e a defesa do senador tem a expectativa de que a denúncia seja rejeitada pela Corte. Aécio aparece em uma gravação em que pede R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos donos da J&F, que administra a JBS, sob a justificativa de que precisava pagar despesas com sua defesa na Lava Jato.

 

Nesse inquérito, também são investigados a irmã do senador, Andréa Neves, seu primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (MDB-MG).

 

(mais…)

20
03

MPF recorre de soltura de Joesley e pede que processo volte a juiz Vallisney

SÉRGIO LIMA/AFP/JC

Por Estadão Conteúdo

 

A Procuradoria da República no Distrito Federal recorreu da decisão do juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, que soltou no início do mês o empresário Joesley Batista, acionista da JBS. No mesmo pedido, os procuradores solicitam que o caso volte para o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal em Brasília.

 

O pedido dos procuradores confronta a posição do juiz da 12ª Vara, exposta em sua decisão, de que a suposta “prática criminosa foi interrompida com as medidas já adotadas”. No entendimento dos investigadores, ainda não é possível afirmar que cenário mudou e que o empresário não tem condições de interferir nas apurações em andamento.

 

(mais…)

09
03

Justiça manda soltar Joesley

SÉRGIO LIMA/AFP/JC

Por Estadão Conteúdo

 

O empresário Joesley Batista, da JBS, foi solto nesta sexta-feira, 9, pela 12ª Vara Federal de Brasília. A decisão do juiz Marcus Vinicius Reis Bastos alcança também o executivo Ricardo Saud, da J&F.

 

“Verifico que a sua prisão temporária foi decretada em 8 de setembro de 2017 e convertida em prisão preventiva em 14 de setembro de 2017, estando o requerido (Joesley Batista) encarcerado preventivamente há exatos seis meses, prazo muito superior aos 120 dias previstos para a conclusão de toda a instrução criminal e flagrantemente aviltante ao princípio da razoável duração do processo (Lei nº 12.850, de 02.08.2013, art. 22, § único)”, afirmou o magistrado.

 

(mais…)

07
03

“As palavras perderam o sentido no Brasil”, diz Barroso sobre sigilo

Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Felipe Pontes

Agência Brasil

 

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (7) que “as palavras perderam o sentido no Brasil”, ao comentar sua ordem para investigar o vazamento de informações sobre uma ação sigilosa determinada por ele contra o presidente Michel Temer.

 

“É um procedimento sigiloso”, reafirmou Barroso, numa breve declaração antes da sessão plenária do STF. Ontem (6), o ministro determinou a abertura de investigação para apurar o vazamento da decisão em que determinou a quebra do sigilo das movimentações financeiras de Temer.

 

(mais…)

27
02

Joesley depõe na PF sobre Marcello Miller

SÉRGIO LIMA/AFP/JC

Por Estadão Conteúdo

 

O empresário Joesley Batista, da JBS, está depondo na Polícia Federal em São Paulo nesta terça-feira, 27, no inquérito aberto para investigar suposto envolvimento do ex-procurador da República Marcello Miller na elaboração do contrato de colaboração premiada de executivos do Grupo J&F com a Procuradoria-Geral da República.

 

Miller teria recebido R$ 700 mil do grupo entre fevereiro e março de 2017, quando ainda exercia as funções no Ministério Público Federal – ele deixou a carreira em abril de 2017. A informação sobre o depoimento de Joesley foi divulgada pela repórter Isabela Leite, da Globo News, e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

 

(mais…)

12
01

Reforma da Previdência de Meirelles não será aprovada, diz Bolsonaro a TV

Wilson Dias/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

Pré-candidato do PSL à Presidência da República, o deputado federal Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira, 12, ser contra a reforma da Previdência e adiantou que votará contra se a proposta de emenda constitucional for colocada à votação na Câmara. Em entrevista ao jornal RedeTV News, da RedeTV, o parlamentar aproveitou ainda para atacar o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), possível adversário na corrida pelo Palácio do Planalto neste ano. “A economia só afundou com o Meirelles”, comentou Bolsonaro.

 

Referindo-se à reforma da Previdência, o deputado disse que, da forma como está, a “proposta do Meirelles” não será aprovada e antecipou qual será seu posicionamento caso a matéria seja encaminhada ao plenário na Câmara. “Da forma proposta, não votarei favorável”. Para justificar a posição, disse que não pode levar “miséria” aos aposentados por exigência do mercado financeiro, que defende, em geral, as mudanças nas regras das aposentadorias. Sobre os desequilíbrios previdenciários, afirmou ser favorável a uma reforma mais enxuta, para ser complementada pelo futuro governo.

 

(mais…)

12
01

Lula, Temer e Bolsonaro são os políticos mais pesquisados no Google em 2017

Foto: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Por Estadão Conteúdo

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente Michel Temer (PMDB) e o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) foram os políticos mais pesquisados pelos brasileiros no Google em 2017. Levantamento do Broadcast Político com dados da plataforma mais popular da internet mostra que os três nomes predominaram nos termos mais procurados no ano passado quando o assunto foi política.

 

Quando os nomes são comparados no Google Trends, ferramenta do Google que mostra os termos mais populares em determinado período e região, Lula aparece como o mais popular nas pesquisas considerando uma média ao longo de todo o ano. Michel Temer, por sua vez, teve o pico mais alto de interesse em um período isolado, em maio, quando eclodiram as delações da JBS.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade