Arquivo da Tag: "JAIR BOLSONARO"
22
03

Vídeo e comentário sobre ‘golden shower’ são apagados do Twitter de Bolsonaro

Por Estadão Conteúdo

 

Os tuítes polêmicos de Jair Bolsonaro publicados durante o carnaval não estão mais na conta do presidente na rede social. O primeiro era um vídeo obsceno sinalizado como “sensível” pelo Twitter em que um homem aparece urinando em outro durante a passagem de um bloquinho em São Paulo. No outro, o presidente perguntava “o que é golden shower?”, em referência à prática que publicara no dia anterior.

 

A divulgação das imagens causou desconforto até mesmo entre apoiadores do governo na época. As imagens e o tuíte posterior viralizaram e chamaram a atenção também da mídia internacional. (mais…)

20
03

Brasil cede na OMC em troca de apoio dos EUA na OCDE

Por Estadão Conteúdo

 

Os Estados Unidos se comprometeram nessa terça-feira (19) a apoiar a candidatura do Brasil a membro da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O pleito brasileiro foi encampado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes que vê a adesão ao chamado clube dos países ricos como um selo internacional de confiança no Brasil. “Estou apoiando o Brasil para entrar na OCDE”, disse Donald Trump no Salão Oval da Casa Branca, onde recebeu o presidente Jair Bolsonaro.

 

O apoio formal dos EUA para a entrada do Brasil na OCDE é considerado crucial, mas veio com uma contrapartida. Em troca, o governo brasileiro concordou em “começar a renunciar” ao tratamento diferenciado dado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) aos países em desenvolvimento. Para os EUA, isso ajudaria a abrir caminho para a reforma que o país propõe nas regras globais de trocas comerciais. (mais…)

19
03

Bolsonaro diz contar com capacidade bélica dos EUA para ‘libertar Venezuela’

Por Estadão Conteúdo

 

Em discurso de dez minutos a empresários, o presidente Jair Bolsonaro fez na segunda-feira (18) críticas ao “antiamericanismo” de governos brasileiros anteriores e falou em reconhecer a “capacidade bélica” dos EUA para resolver a crise na Venezuela, sugerindo uma intervenção militar no país. Em seguida, o porta-voz do governo, general Otávio Rêgo Barros, minimizou a fala e disse que o “Brasil entende que a situação deve ser resolvida com diplomacia”.

 

“Temos alguns assuntos que estamos trabalhando em conjunto, reconhecendo a capacidade econômica, bélica dos EUA. Temos de resolver a questão da Venezuela. A Venezuela não pode continuar da maneira que se encontra, aquele povo tem de ser libertado. Contamos com apoio americano para que esse objetivo seja alcançado”, afirmou Bolsonaro, na Câmara de Comércio dos Estados Unidos. (mais…)

18
03

Alckmin: Bolsonaro precisa focar no interesse nacional e não no de outros países

Por Estadão Conteúdo

 

O ex-governador de São Paulo e candidato do PSDB derrotado na campanha para a Presidência da República no ano passado, Geraldo Alckmin, fez um alerta sobre a agenda diplomática do governo brasileiro no mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro está em viagem aos Estados Unidos em busca de uma aproximação com o governo de Donald Trump.

 

“Eu torço pelo governo, torço pelo Brasil. Mas é preciso ter foco no interesse nacional, não no de outros países. Você não pode brigar com a China, um dos maiores parceiros comerciais. Não faz sentido”, disse o tucano nesta segunda-feira (18) após ser questionado por jornalistas sobre quais deveriam ser as prioridades do governo brasileiro.

 

Alckmin avaliou que o comércio exterior será mais desafiador para o Brasil daqui para frente, considerando a desaceleração do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) global, puxado pelo menor ritmo de atividade nos parceiros comerciais importantes, como China e Europa, além da vizinha Argentina. (mais…)

18
03

Nos EUA, Bolsonaro critica ‘defensores da tirania’ e ataca ‘antigo comunismo’

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente Jair Bolsonaro chegou às 15h40 (16h40 em Brasília) deste domingo (17) aos EUA, onde se encontrará na tarde de terça-feira (19) com o presidente americano, Donald Trump. Um grupo de 60 manifestantes protestou em frente à Casa Branca contra a visita do brasileiro. No Twitter, quando pousou em Washington, ele disse que a união entre Brasil e EUA “assusta defensores do atraso e da tirania”.

 

“Pela primeira vez em muito tempo, um presidente brasileiro que não é antiamericano chega a Washington. É o começo de uma parceria pela liberdade e prosperidade, como os brasileiros sempre desejaram”, escreveu Bolsonaro. O grupo já havia se desmobilizado no momento da chegada de Bolsonaro ao local onde se hospedará. (mais…)

17
03

‘Assistimos ao renascimento da família imperial’, diz FHC

Por Estadão Conteúdo

 

De sapatênis marrom e meia verde-abacate, Fernando Henrique Cardoso recebeu O Estado de S. Paulo na segunda-feira passada, no centro de São Paulo, para falar do tema de seu mais recente livro: a juventude. Contou entusiasmado que tem ido caminhar na Avenida Paulista aos domingos, quando a via é fechada para os carros, e disse que tem procurado se adaptar ao modo de pensar das redes sociais, nas quais procura sempre se manter presente. “Eu tenho 87 anos. Quando nasci, a vida era diferente. E daí? Bom não é o passado, é o futuro”, disse o sociólogo e presidente do Brasil por dois mandatos (1995-1998 e 1999-2002).

 

FHC queria deixar a política partidária de lado na conversa e se concentrar apenas no lançamento de Legado para a Juventude Brasileira, uma coautoria com a educadora Daniela de Rogatis. Porém, ao abordar as redes sociais, acabou analisando o uso do Twitter pelo presidente Jair Bolsonaro: “É muito difícil pensar ‘tuitonicamente’, você pode, no máximo, emitir um sinal”. Para o ex-presidente, a democracia exige raciocínio e a rede social é operada por impulso.

 

Questionado diretamente sobre o comportamento de Bolsonaro e de seus filhos (Flávio, Eduardo e Carlos) nas rede sociais, FHC se disse preocupado com o envolvimento da família no “jogo do poder” porque “leva o sentimento demasiado longe” e disparou: “Eu acho perigoso. É abusivo, polariza (…) Nós estamos assistindo ao renascimento de uma família imperial de origem plebeia. É curioso isso. Geralmente, na República, as famílias não têm esse peso”. Segundo ele, “Bolsonaro está indo mal por conta própria”. Leia a entrevista: (mais…)

17
03

Nos EUA, Bolsonaro busca aliança com Trump, conservadores e empresários

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente Jair Bolsonaro chega neste domingo (17) a Washington para a primeira visita oficial de seu governo. O objetivo do Palácio do Planalto é selar a aproximação com os Estados Unidos, iniciada antes mesmo da posse do brasileiro, especialmente com o presidente Donald Trump, com líderes conservadores e com empresários americanos.

 

Na reunião com Trump, de quem o brasileiro é entusiasta, Brasil e EUA pretendem sacramentar um alinhamento de valores e de políticas entre o americano e Bolsonaro – chamado de “Trump Tropical” pela imprensa internacional.

 

Apesar da proximidade ideológica e dos elogios trocados pelo Twitter, especialmente na posse do brasileiro, em janeiro, o alinhamento pode não ser automático. Em outubro, o presidente dos EUA criticou a forma com que as empresas americanas são tratadas no Brasil. “É uma beleza, eles cobram de nós o que querem. Se você perguntar a algumas das empresas, elas dizem que o Brasil está entre os países mais difíceis do mundo (para fazer negócios)”, disse Trump.

 

(mais…)

17
03

‘Miniconstituinte’ de Guedes esbarra em articulação política

Por Estadão Conteúdo

 

Com pelo menos cinco propostas de emendas à Constituição (PECs) engatilhadas, o ministro da Economia, Paulo Guedes, está lançando uma ‘miniconstituinte’ para reformular as estruturas econômicas do País em várias frentes. Especialistas alertam, no entanto, que o governo de Jair Bolsonaro pode não ter a força política necessária para empurrar tantas alterações em um curto período.

 

Além da reforma da Previdência já enviada à Câmara dos Deputados Guedes adiantou, em entrevista ao Estadão/Broadcast, plataforma de notícias em tempo real do Grupo Estado, que uma PEC pela desvinculação total do Orçamento federal – apelidada por Novo Pacto Federativo – seguiria ao mesmo tempo em tramitação pelo Senado. A pressão de governadores e parlamentares, no entanto, levou o ministro a reconhecer que o envio da proposta pode ficar para mais tarde.

 

Enquanto isso, o secretário especial de Previdência e Trabalho da pasta, Rogério Marinho, prepara outra emenda para permitir que os trabalhadores tenham liberdade para escolher seus sindicatos. As emendas seguintes ficam por conta de dois temas quase onipresentes nas palestras e entrevistas de Guedes: a prometida “carteira de trabalho verde e amarela” para os jovens e a reforma tributária com desoneração total da folha de pagamento. (mais…)

16
03

Partidários do presidente inflam reação contra STF

Por Estadão Conteúdo

 

Parlamentares do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, têm inflado as manifestações contrárias ao Supremo Tribunal Federal nas redes sociais e capitaneado ofensivas contra magistrados no Congresso. A reação foi intensificada após a Corte decidir, anteontem, encaminhar casos de caixa 2 associados à corrupção para a Justiça Eleitoral, medida criticada por procuradores e considerada uma derrota para a Lava Jato.

 

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, é um dos que criticaram a decisão. Ele disse ontem que “há uma revolta muito grande” nas redes sociais com o resultado do julgamento. “Como representante da população, essa mensagem tem que ser dada: a população não gostou e realmente está pegando mal. Isso aí acaba desgastando um pouco a imagem do Supremo, sim”, afirmou ontem durante evento em São Paulo.

 

O próprio presidente já havia se manifestado contra a medida em café com jornalistas na quarta-feira, antes da decisão final dos ministros. (mais…)

14
03

Bolsonaro se queixa e fala em trocar embaixadores

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, 13, que pretende trocar cerca de 15 representações diplomáticas do Brasil pelo mundo. Segundo ele, as trocas serão feitas em postos-chave, incluindo as embaixadas nos Estados Unidos e na França, e têm como objetivo “melhorar sua imagem no exterior”.

 

Em café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto, Bolsonaro se queixou do trabalho dos atuais diplomatas. Disse que é apresentado lá fora com uma imagem pessoal muito ruim e que os embaixadores têm como tarefa não só promover o Brasil no exterior, mas também “não apresentar o governo e o presidente como se fosse racista e homofóbico”.

 

Foi a segunda vez que o presidente organizou este tipo de encontro com jornalistas. Como da primeira, o jornal O Estado de S. Paulo não foi convidado para a conversa desta quarta. (mais…)

Publicicade

Publicicade