Arquivo da Tag: "IPTU"
12
06

Ação da Justiça resgata R$ 15 milhões em favor do Estado de Mato Grosso

Um mutirão realizado na Vara de Execuções Fiscais de Cuiabá conseguiu resgatar R$ 15 milhões em débitos devidos ao Estado de Mato Grosso. Cada uma das contas, cobradas na ação realizada pela Corregedoria-Geral de Justiça do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (CGJ-MT), variava até R$ 22 mil e era oriunda de débitos com IPTU, ICMS, ISSQN e multas relativas ao trânsito e ao meio ambiente.

 

A medida foi necessária por conta de uma lei estadual que determina que processos até esse valor não devam mais ser propostos pelo Executivo no Judiciário Estadual, devendo o Governo tentar recebê-los extrajudicialmente. (mais…)

17
10

MT: Mutirão fiscal permite que contribuintes negociem dívidas com desconto

Por Hipernotícias

Teve início na manhã desta segunda-feira (16 de outubro) e prossegue até o dia 31 de outubro, na Arena Pantanal (portão J), em Cuiabá, uma nova edição do Mutirão Fiscal envolvendo o Poder Judiciário e a Prefeitura da Capital. Além de oferecer descontos nos juros e multas aos contribuintes que possuem débitos junto ao Executivo municipal, como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), a ação também tem como foco promover a desjudicialização da execução fiscal, uma das metas da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso com o projeto “Efetividade na Execução Fiscal”.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

22
07

Cresce percentual de brasileiros que reconhecem que pagam impostos

1Por Alana Gandra

Agência Brasil

Pesquisa nacional da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e do Instituto Ipsos divulgada ontem (21) na capital fluminense revela que 79% dos brasileiros consultados reconhecem pagar impostos. Esse é o maior nível registrado na série histórica da sondagem, iniciada em 2007, quando o número atingiu 45%. De acordo com a pesquisa, oito em cada dez pessoas atualmente reconhecem pagar impostos.

(mais…)

23
01

MT: Mauro reassume Alencastro na 2ª

1Por Sônia Fiori

A Gazeta

Prefeito Mauro Mendes (PSB) reassume o comando do Palácio Alencastro na próxima segunda-feira, após 15 dias de férias, tendo entre suas principais tarefas acalmar os ânimos na Câmara Municipal em razão de mensagem, em tramitação, que dispõe sobre o reajuste da planta genérica, que impacta diretamente o IPTU. Vereador Haroldo Kuzai (SD), prefeito em exercício no período, confia na possibilidade de o tema voltar ao palco de debates.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

29
12

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

Sem aumento

 

Em nota, a Câmara de Cuiabá descartou ontem a realização de sessão extraordinária para apreciar o reajuste da planta genérica, que caso fosse aprovado implicaria de forma indireta no aumento nominal do IPTU e do ITBI. Há forte reação contra o aumento dos impostos.

 

Ônus eleitoral

 

Às vésperas de um ano eleitoral ficou impossível encontrar vereador disposto a assumir o ônus de aprovar o reajuste, como defendia o prefeito Mauro Mendes.

 

Arrecadação

 

Como não foi aprovado este ano, o reajuste não poderá vigorar a partir do próximo ano. E a Prefeitura contava com o aumento para fazer frente à forte queda de arrecadação prevista para 2016.

 

Repercussão

 

E a Prefeitura passou o feriado de Natal divulgando nas redes sociais matéria publicada pelo jornal O Globo contendo dados divulgados pelo Tesouro Nacional que colocam Cuiabá entre as capitais que mais realizaram investimentos este ano.

 

Dados divulgados

 

Em relação a 2014, Cuiabá apresentou um aumento no volume de investimentos na ordem de 197,35%. Segundo o Tesouro, a Prefeitura investiu na Capital R$ 101,09 milhões.

 

Em stand by

 

O governador em exercício, Carlos Fávaro (PSD), passa esta última semana do ano com sua família dividido entre Lucas do Rio Verde e Guarantã do Norte. Mas segundo a assessoria do vice-governador, ele está em contato permanente com o secretariado.

 

Portugal

 

Fávaro assumiu o governo interinamente em razão de viagem do governador Pedro Taques (PSDB) a Portugal onde foi descansar com a família. Taques deve reassumir o governo no próximo dia 4 de janeiro e Fávaro sairá de férias.

 

Agenda intensa

 

Ao retornar de Portugal o governador Pedro Taques deverá cumprir intensa agenda pelo interior de Mato Grosso para fiscalizar, entregar ou lançar obras em quase todos os municípios do Estado.

 

 

28
12

MT: Câmara não fará sessão para votar IPTU

1Por Fernanda Leite

A sessão extraordinária para aprovar a revisão da Planta Genérica de Valores dos imóveis, que pode gerar aumento de até 30% no Imposto predial territorial urbano (IPTU) e no Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) para 2016, não irá ocorrer na manhã desta terça-feira (29). Conforme a Mesa Diretora da Casa não foi protocolado nenhum pedido por parte do Executivo solicitando tal convocação.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

19
12

Haddad recua e reduz reajuste do IPTU

1Após passar um ano lutando na Justiça para elevar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) na capital em até 35%, o prefeito Fernando Haddad (PT) recuou e reduziu os porcentuais de aumento. A nova proposta de lei, apresentada pelo Executivo aos vereadores uma hora antes da votação, foi aprovada, às 22h30 desta quinta-feira, 18, por 37 dos 55 parlamentares. Com a alteração, o reajuste a ser cobrado no ano que vem para residências cai de 20% para até 10%. Já o “desconto” para comércios será maior: em vez de 35%, como previa a lei original, o teto será de até 15%. (mais…)

19
11

MT: Percentual de arrecadação do IPTU nos bairros será divulgado no portal transparência

e1693a578558ecb34745f4dcca33bf56

Dentro de mais alguns dias, o percentual que cada bairro de Cuiabá arrecada com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) estará disponível no portal transparência no site da prefeitura de Cuiabá, acessível a qualquer pessoa interessada. O projeto de lei, de autoria do vereador Macrean dos Santos (PRTB) foi aprovado na Câmara de Cuiabá nesta terça-feira (19) e desde já conta com o aval do Executivo restando ao prefeito Mauro Mendes (PSB) apenas sancionar a lei para ela entrar em vigor.  A reportagem é de Welington Sabino.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

Publicicade

Publicicade