Arquivo da Tag: "INVESTIGAÇÃO"
29
07

Caso dos hackers vai ser foco de CPI no Congresso

Por Estadão Conteúdo

 

Parlamentares da base e da oposição no Congresso pretendem explorar politicamente a prisão de quatro suspeitos de invadir celulares de autoridades dos três Poderes, incluindo o presidente Jair Bolsonaro. Uma das ideias é utilizar a recém-criada CPI das fake news para interrogar os presos.

 

A comissão ainda não começou a funcionar. Os partidos precisam indicar os nomes que vão integrar o colegiado, o que só deve ocorrer a partir da segunda semana de agosto, após o fim do recesso parlamentar. O líder da bancada da bala, Capitão Augusto (PL-SP), no entanto, já avisou que pretende fazer parte. “E vou apresentar o requerimento para que todos os envolvidos sejam ouvidos”, disse ele à reportagem.

(mais…)

25
07

Ministério Público abre nove investigações contra promotores de Justiça

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira designou o promotor de Justiça Amarildo César Fachone para atuar em conjunto com o coordenador do Núcleo de Ações de Competência Ordinária – Naco Criminal, procurador Domingos Sávio de Barros Arruda em nove procedimentos investigatórios instaurados pelo Ministério Público de Mato Grosso com base nos depoimentos dos militares coronel Zaqueu Barbosa, coronel Evandro Alexandre Lesco e o cabo Gerson Corrêa Júnior em seus reinterrogatórios nos dias 16 de 17 de julho perante a 11ª Vara Criminal, em que fazem referência a supostas irregularidades que teriam sido praticadas por membros do Ministério Público. (mais…)

03
07

Alcolumbre determina abertura de CPMI para investigar ‘fake news’

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), instalou nesta quarta-feira (3) em sessão do Congresso Nacional, uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar ataques cibernéticos que “atentam contra a democracia e o debate público”.

 

A CMPI das chamadas “fake news” também vai apurar a utilização de perfis falsos para influenciar os resultados das eleições de 2018, a prática de cyberbullying sobre os usuários “mais vulneráveis da rede de computadores, bem como sobre agentes públicos”, e o aliciamento de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio. (mais…)

10
06

Site divulga supostos diálogos de Moro; PF apura ação de hackers

Por Estadão Conteúdo

 

A Polícia Federal instaurou há cerca de um mês um inquérito para investigar ataques feitos por hackers aos celulares de procuradores da República que atuam nas forças-tarefas da Lava Jato em Curitiba, no Rio e em São Paulo, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo com uma fonte a par da investigação. Há 4 dias, outro inquérito foi aberto para apurar ataques ao celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro.

 

Neste domingo (9) o site The Intercept Brasil divulgou o suposto conteúdo de mensagens trocadas pelo então juiz federal Sergio Moro e por integrantes do Ministério Público Federal, como o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa em Curitiba. (mais…)

10
06

Neymar será ouvido pela Polícia nesta semana em São Paulo sobre suposto estupro

Por Estadão Conteúdo

 

A Polícia Civil pretende ouvir o depoimento de Neymar nesta semana, em São Paulo, no inquérito policial que investiga acusação de estupro registrada pela modelo Najila Trindade. O crime teria acontecido no dia 15 de maio, em Paris.

 

A data do comparecimento do atacante à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, na zona de sul de São Paulo, ainda não está definida, mas a Polícia descarta que o atacante seja ouvido por meio de carta precatória, ou seja, à distância. O depoimento será presencial. Para isso, a polícia já prepara um esquema especial de segurança, provavelmente isolando algumas ruas de acesso à delegacia.

(mais…)

04
06

Sem provas, Comissão de Ética da Câmara arquiva investigação contra Felipe Wellaton

A Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Cuiabá decidiu pelo arquivamento do caso que tinha como investigado o vereador Felipe Wellaton (PV). O parecer pela inadmissibilidade da representação foi lido em plenário na sessão desta terça-feira, pelo presidente do Legislativo municipal, vereador Misael Galvão (PSB). O entendimento da Comissão pela recusa da acusação se deu pela falta de provas objetivas. O relatório foi confeccionado pelo vereador Marcrean Santos (PRTB).

 

Felipe Wellaton foi representado pelo eleitor Valmir Molina por supostamente ter desviado parte do salário e da verba indenizatória de seu chefe de gabinete, Jadson Nazário de Freitas, em 2017. Se por um lado a Comissão de Ética, presidida pelo vereador Vinicius Hugueney (PP) decidiu pelo arquivamento do caso, o Ministério Público Estadual abriu uma investigação no início do mês passado. O vereador Wellaton nega as acusações e diz ser o maior interessado na investigação do caso para que sua inocência seja provada. (mais…)

02
06

Polícia Civil vai à Granja Comary apurar divulgação de vídeo de Neymar

Por Estadão Conteúdo

 

A Polícia Civil de Teresópolis foi à Granja Comary na manhã deste domingo em uma primeira diligência envolvendo a acusação de estupro contra o atacante Neymar. Mas na ida dos investigadores ao local de concentração da seleção brasileira não teve relação direta com o Boletim de Ocorrência registrado contra o jogador na sexta-feira, mas sim pelo vídeo postado por ele no fim da noite deste sábado.

 

Os policiais foram recebidos pelo administrador do CT da seleção e ficaram poucos minutos. Os agentes chegaram por volta de 10h30 da manhã, quando Neymar e o restante do elenco não estavam na Granja – o grupo recebera folga ao meio-dia de sábado. O atacante desembarcou em seu helicóptero cerca de meia hora depois da saída da polícia. (mais…)

31
05

Trinta e três empresas de transporte denunciadas por Silval passam a ser investigadas pela CGE

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) instaurou três processos administrativos para apurar a responsabilidade de 33 empresas do transporte rodoviário de passageiros de Mato Grosso por suposto pagamento de propina a agentes públicos do Poder Executivo Estadual em troca da prorrogação de contratos de concessão de prestação de serviço público de transporte coletivo intermunicipal por 25 anos, a contar do ano de 2014.

 

Com base na Lei Anticorrupção (Lei Federal n° 12.846/2013), os processos foram instaurados pelas Portarias nº 134, 135 e 136/2019/CGE-COR, publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (31).

 

Conforme investigação preliminar da CGE, o Decreto Estadual nº 2.499/2014 teria sido estruturado para beneficiar proprietários de empresas do ramo de transporte coletivo de passageiros que não se adequaram ao Plano de Outorga da Concessão do Serviço Principal integrante do Sistema de Transporte Coletivo Intermunicipal de Passageiros de Mato Grosso (STCRIP-MT), em troca do pagamento de vantagens indevidas a servidores públicos. O Decreto Estadual nº 2.499/2014 prorrogou até o ano de 2031 diversos contratos de empresas que operavam até aquela data de maneira precária no Estado. (mais…)

10
05

Sindifisco vê represália em mudança de MP

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais (Sindifisco), Kleber Cabral, disse nesta quinta-feira (9) que a tentativa do Congresso de limitar a atuação da Receita Federal seria uma reação ao caso do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em fevereiro passado, a Corte abriu inquérito para apurar, entre outros fatos, o vazamento de que Gilmar era alvo de uma fiscalização preliminar do Fisco.

 

“Sempre condenamos o vazamento porque é direito do contribuinte o sigilo e atrapalha o próprio trabalho de fiscalização você vazar e o contribuinte ficar sabendo. Mas era um trabalho preparatório, não tinha investigação aberta. Já nos disseram claramente: vocês chegaram no STF, vai ter reação. Não ia ficar barato”, disse Cabral, em entrevista ao Estadão/Broadcast. Procurado, o ministro Gilmar Mendes não se manifestou. Em fevereiro, o ministro disse ao jornal O Estado de S. Paulo que a Receita “não pode ser convertida numa Gestapo”. (mais…)

30
04

Resolução aumenta para 5 número de CPIs na ALMT

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) apresentou resolução que altera o Regimento Interno e permite à Assembleia Legislativa elevar para até cinco o número de CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) que possam ter andamento em conjunto.

 

O Projeto de Resolução nº 85/2019 foi apresentado no dia 23 de abril e aguarda parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) para ser remetido ao Plenário para votação.

 

Atualmente, o artigo 374 do Regimento Interno da Assembleia Legislativa permite o andamento em conjunto de até três CPIs e a hipótese de uma quarta desde que o requerimento seja apresentado com o apoio mínimo de 2/3 dos deputados estaduais, o que corresponde em Mato Grosso a 16 parlamentares. (mais…)

Publicicade

Publicicade