Arquivo da Tag: "IMPEACHMENT"
08
08

PT se alia a partidos que apoiaram impeachment

Por Estadão Conteúdo

 

Apesar do discurso de que Dilma Rousseff foi vítima de um “golpe”, o PT se aliou em 15 Estados a partidos que apoiaram o impeachment da presidente cassada em 2016 e integraram o governo Michel Temer. Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra que o PT será cabeça de chapa ao governo em seis Estados em coligações com partidos que foram favoráveis ao impedimento. Na mão inversa, outros nove candidatos a governador de siglas que votaram pelo afastamento de Dilma vão ter o apoio do PT.

 

Desses nove, há filiados ao MDB, PSD, PTB, PR e Rede. Outros quatro são do PSB, partido que em 2016 orientou voto favorável ao afastamento da presidente cassada. Agora, porém, o PSB – que sempre foi um aliado histórico dos petistas – fechou acordo nacional com o PT para não apoiar formalmente nenhum candidato à Presidência.

 

(mais…)

12
07

Vereadores analisam nesta quinta pedidos de impeachment de Crivella

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por Agência Brasil

 

Os vereadores do Rio de Janeiro interrompem hoje (12) o recesso do meio de ano para analisar a admissibilidade de pedidos de abertura de impeachment do prefeito Marcelo Crivella (PRB) pelos crimes de responsabilidade e improbidade administrativa. Ele é acusado de oferecer supostas vantagens aos fiéis da Igreja Universal, da qual é pastor licenciado, durante uma reunião no Palácio da Cidade.

 

Os 51 vereadores foram convocados pelo presidente da Câmara Municipal, Jorge Felippe (MDB), para uma sessão extraordinária, às 14h. A suspensão do recesso parlamentar ocorreu após a oposição conseguir a assinatura de 17 vereadores, mínimo necessário. Os pedidos foram protocolados pelo vereador Átila Nunes (MDB) e pelo deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) junto com o diretório municipal do partido.

 

(mais…)

02
02

Juíza dá prazo de 72 horas para governo se manifestar sobre bloqueio de R$ 250 mi

Por Felipe Leonel
Hipernotícias

 

A juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, determinou que o Governo do Estado se manifeste a respeito do pedido de bloqueio de R$ 250 milhões, realizado pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso (Sindjusmat). O valor é referente ao montante em atraso do duodécimo dos Poderes.

 

A juíza notificou a procuradora-geral do Estado, Gabriela Novis Neves Pereira Lima e deu prazo de 72 horas para se manifestar. “Notifique-se o Estado de Mato Grosso, por seu Procurador-Geral, para que, no prazo de setenta e duas (72) horas, se manifeste sobre a liminar pleiteada pelo Sindjusmat”, afirma Vidotti, no despacho, assinado com data dessa quarta-feira (31). (mais…)

25
09

Maia diz que vai decidir sobre pedidos de impeachment após votação de denúncia

1O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que vai começar a decidir sobre os pedidos de impeachment protocolados na Casa após a apreciação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. A peça de acusação da Procuradoria-Geral da República será lida nesta segunda-feira, 25, no plenário da Câmara. Para que a ação não prossiga no Supremo Tribunal Federal (STF), Temer precisa do apoio de 172 deputados.

(mais…)

06
09

Câmara renova título de “Casa dos Horrores”

Depois que foram reveladas imagens do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), recebendo dinheiro do chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), a Câmara Municipal se esforçou em recuperar o título que os vereadores queriam sepultar, o de “Casa de Horrores”.

 

 

Arquivamento

Sob o argumento de falta de provas, os parlamentares arquivaram um pedido de impeachment de Pinheiro, protocolado por um servidor público, como se o vídeo não fosse auto-explicativo. Além disso, os vereadores trabalharam para manter no máximo sigilo a tramitação do pedido. Boa parte da imprensa só soube disso minutos antes do início da sessão.

 

 

Convocação

Outro pedido enterrado pela base de apoio foi o documento apresentado pelo vereador Gilberto Figueiredo (PSB), que cobrava a presença do chefe do Executivo em plenário para, enfim, fazer algo que ele deve todos os dias enquanto agente público: explicar o contexto das imagens e os motivos pelos quais encheu os bolsos com maços de notas.

 

 

Por escrito

A alegação da Mesa Diretora para este arquivamento foi a falta de previsão legal para este tipo de pedido e Figueiredo terá que formular as perguntas por escrito ao prefeito, que poderá responder, se quiser, também por escrito.

 

 

Na Justiça

Embora tenham o papel de fiscalizar os atos da gestão e as ações de quem quer que ocupe a cadeira do prefeito, o Legislativo está delegando seu papel ao Poder Judiciário. Além da possibilidade de Pinheiro ser afastado por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, uma ação civil foi protocolada pelo vereador Felipe Welaton (PV), um dos principais defensores da saída do peemedebista do cargo.

 

 

Perdedor

Não há dúvidas de que o maior “perdedor” com a delação de Silval foi Pinheiro. Ele viu sua carreira política, que havia atingido no ano passado, com boa estratégia e uma dose de sorte, um novo patamar, ruir. Entre os políticos esta é a avaliação majoritária.

 

 

 

Silêncio

Quem também tem tentado adotar o silêncio é o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (PSB). De volta ao trabalho, ele só se manifestará sobre os parlamentares flagrados, citados e denunciados na delação de Silval nesta quarta-feira (6).

 

 

Espera

A pessoas próximas, Botelho teria adiantado que ao Legislativo caberá aguardar as investigações do caso, que tramita no STF, antes de tomar qualquer decisão. Até porque, se a Casa decidir processar todos os envolvidos por uma eventual quebra de decoro, seria difícil reunir deputados para realizar estes “julgamentos”.

 

 

Armação

Entre os flagrados nos vídeos gravados por Sílvio Cezar Corrêa Araújo, o deputado José Domingos Fraga (PSD), aparentava enorme abatimento ao circular pelo Legislativo. Aos jornalistas, ele admitiu ter chorado com as imagens e disse que se trata de armação.

 

 

 

Contas

Ainda que seja uma armação e os fatos possam ser esclarecidos, é certo que Fraga não conseguirá concretizar um sonho que acalenta há vários anos, deixar o Parlamento e se tornar conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

 

08
07

Incerteza é 73% maior que no impeachment

Brazilian President Michel Temer delivers a speech during the launching of a new Student Financing Fund at Planato Palace in Brasilia, on July 6, 2017. Temer's lawyers presented their defence on July 5 against corruption charges that threaten to drive him from office, denying allegations that he took a $150,000 bribe from a meatpacking firm. / AFP PHOTO / SERGIO LIMA

AFP PHOTO / SERGIO LIMA

A denúncia por corrupção passiva apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra Michel Temer é de conhecimento público há quase duas semanas, mas 57% dos deputados ainda não se posicionam a favor ou contra a transformação do presidente em réu. Essa “taxa de incerteza” é muito maior agora que na época da tramitação do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, em 2016.

(mais…)

23
05

Blog do Mauro no Hipernotícias

 

A senha

O presidente Michel Temer (PMDB) deu a senha aos políticos que defendem sua saída do comando do país. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o peemedebista afirmou que não renunciará. “Se quiserem, me derrubem”, afirmou. No meio político, a postura foi encarada não como uma declaração de guerra, mas como uma senha para os próximos desdobramentos.

 

O cara

Enquanto discutem a melhor forma de retirar Temer do poder, os políticos já discutem nomes para assumir a presidência até o fim de 2018. O nome mais forte é o do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, único capaz, na visão da maioria, de dar continuidade às reformas.

 

Botafogo, não

Outra possibilidade seria a do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), ser efetivado no cargo. A chance,  no entanto, é praticamente remota, uma vez que o político foi citado na lista da Odebrecht, com o codinome “Botafogo”.

 

Impeachment

Sempre defensora do “devido processo legal”, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) não esperou nem o avanço no inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente para decidir pela apresentação de um novo pedido de impeachment, sem dar ao peemedebista nenhuma chance de defesa. Pegou mal.

 

Prevaricação

Questionado sobre a pressa em deliberar, elaborar um relatório, votar e preparar um pedido de impeachment, o presidente da entidade, Claudio Lamacchia, disse que o que foi mostrado na gravação, que ainda não passou por perícia, é suficiente para o afastamento de Temer.

 

Dificuldades

A paralisia que tomou conta de Brasília desde a última semana pode influenciar negativamente a liberação dos recursos ao Governo de Mato Grosso para a conclusão das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O aval da operação foi dado exatamente por Temer, fruto de empenho pessoal do governador Pedro Taques (PSDB).

 

Embates

Além das questões financeiras, o aspecto político do acordo também se mostra complicado. Depois de serem “patrolados” na CPI das Obras da Copa, os membros da oposição articulam com alguns situacionistas descontentes a formação de um bloco para atrasar o pedido, enviado pelo Executivo, para a concretização do empréstimo junto à Caixa.

 

Uma boa

A única notícia boa acerca das obras do VLT vem justamente de onde menos se esperava. O Ministério Público tende a dar o aval para o acordo entre o Estado e o consórcio responsável pelas obras. Isso deverá ocorrer nos próximos dias.

 

Perícia

A única coisa que atravanca o processo é a realização de uma perícia, por parte do Ministério Público Federal (MPF), no acordo. Quem acompanha o caso de perto garante que os trabalhos estão avançando e nenhum grande problema foi encontrado.

 

Em festa

O Jornal A Gazeta completa hoje 27 anos de sua fundação. De lá para cá, se tornou o jornal mais lido em Mato Grosso, conquistando relevância e credibilidade. A todos os funcionários do Grupo Gazeta de Comunicação, na pessoa de seu presidente, João Dorileo Leal, a coluna envia os parabéns.

21
05

Conselho da OAB decide entrar com pedido de impeachment de Temer

1Por Alex Rodrigues

Agência Brasil

O conselho pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou, na madrugada de hoje (21), por 25 votos a 1, entrar na Câmara dos Deputados com pedido de impeachment do presidente Michel Temer. A comissão especial da entidade disse que ele deve ser afastado por ter cometido crime de responsabilidade.

(mais…)

20
05

OAB-MT está entre 16 das 27 seccionais da Ordem que já apoiam impeachment de Temer

Alan Cosme/HiperNoticias

Alan Cosme/HiperNoticias

Até as 18h50 desta sexta-feira, 19, dezesseis seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil já se haviam manifestado pelo impeachment do presidente Michel Temer (PMDB). Neste sábado, 20, convocado pelo presidente do Conselho Federal Claudio Lamachia, o Plenário da entidade máxima da Advocacia delibera se vai ao Congresso com pedido formal de afastamento de Temer. O Plenário é formado por 81 conselheiros federais, três de cada Estado e do Distrito Federal.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

Publicicade

Publicicade