Arquivo da Tag: "HAMILTON MOURÃO"
31
05

Parlamentares tentam tirar apoio à PEC ‘anti-Mourão’

Por Estadão Conteúdo

 

Sob pressão das redes sociais bolsonaristas, 16 dos 172 deputados que subscreveram uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), apresentada pelo PT para impedir o vice de assumir o mandato em caso de afastamento do titular, tentam apagar suas digitais. Nos últimos dias, eles ingressaram com requerimento pedindo para retirar suas assinaturas. A maioria alega que nem sequer leu o que avalizou.

 

A PEC, que recebeu apoio de sete deputados do PSL, partido de Jair Bolsonaro, prevê eleições diretas três meses após o afastamento do presidente, prefeito ou governador, seja qual for a circunstância. Nesses casos, o vice só ficaria no cargo durante esse período. A proposta não deixa brecha para que ele assuma o posto depois desse prazo. A emenda foi apelidada de “anti-Mourão”, em referência ao vice-presidente Hamilton Mourão, que já entrou em atrito com a família Bolsonaro.

 

(mais…)

16
05

‘Protesto é forma de se expressar, mas houve exploração política’, diz Mourão

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, não considera que as manifestações que ocorreram nesta quarta-feira (15) em todo o País contra o bloqueio de recursos da educação desestabilizam o governo. Para Mourão, os protestos foram pontuais e não voltarão a ocorrer, considerando que a reforma da Previdência será aprovada no segundo semestre e o ambiente econômico vai melhorar, como espera o governo. “Final de julho, início de agosto irão mudar as expectativas econômicas e a vida vai seguir”, avaliou.

 

Assim como o presidente Jair Bolsonaro fez nos Estados Unidos, o vice questionou a suposta “exploração política” das manifestações de quarta-feira e o uso de faixas com dizeres como “Lula Livre” nos protestos, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, preso desde o ano passado.

(mais…)

26
04

Em entrevista a jornais, Lula diz que Brasil é ‘governado por um bando de maluco’

Por Estadão Conteúdo

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse em entrevista aos jornais “Folha de S.Paulo” e “El País”, concedida nesta sexta-feira (26) e publicada nesta tarde nos sites das duas publicações, que o Brasil precisa fazer uma autocrítica e tem sido governado “por um banco de maluco”. Ele agradeceu ainda a solidariedade do vice-presidente Hamilton Mourão quando da morte do neto dele, Artur.

 

Esta é a primeira entrevista que o ex-presidente concede depois da prisão, em 7 de abril do ano passado. “Vamos fazer uma autocrítica geral neste País. O que não pode é este País estar governado por esse bando de maluco. O País não merece isso, e sobretudo o povo não merece isso”, disse o ex-presidente. (mais…)

23
04

Carlos Bolsonaro expõe convite com críticas ao governo para palestra de Mourão

Por Estadão Conteúdo

 

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, voltou a atacar Hamilton Mourão nas redes sociais. Carlos traduziu e expôs “o que parece ser”, diz, um convite para uma palestra do vice-presidente nos EUA em que Mourão é chamado de “voz da razão e moderação” no governo marcado por 100 dias de “paralisia política”.

 

“Se não visse, não acreditaria que aceitou com tais termos”, diz Carlos, indicando supor que Mourão teria consentido com sua descrição no convite. A imagem do comunicado, compartilhada por Carlos, foi publicada na segunda-feira (22) por um seguidor do vereador, em resposta a outra publicação em que Carlos critica Mourão. “Traduzindo e expondo logo mais! É inacreditável”, escreveu o filho do presidente ainda na segunda-feira, em resposta ao seguidor. (mais…)

23
04

Líderes do PSL criticam Olavo de Carvalho e defendem Mourão

Por Estadão Conteúdo

 

Os líderes do PSL na Câmara e no Senado, delegado Waldir (GO) e Major Olimpio (SP), criticaram nesta segunda-feira (22), ambos em entrevista à Rádio Eldorado, a influência de Olavo de Carvalho sobre o presidente Jair Bolsonaro e saíram em defesa do vice-presidente, Hamilton Mourão, e dos ministros militares, alvo de críticas do escritor.

 

“O mais absurdo é um guru que vive nos Estados Unidos atacar o governo e os militares. O presidente não pode ficar à mercê dessas pessoas e pegar a opinião do ‘louco do dia'”, disse o deputado Delegado Waldir. Segundo ele, Bolsonaro “tem que dar um basta nesse astrólogo que comanda dois ministérios, pois as pessoas querem educação, saúde e segurança”. “Basta de discutir ideologia.” (mais…)

09
04

EUA querem que Mourão trate com militares chavistas

Por Estadão Conteúdo

 

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, se reuniu na segunda-feira (8) com o vice americano, Mike Pence, e refutou a possibilidade de qualquer intervenção militar na Venezuela. Para Mourão, a pressão econômica feita pelos Estados Unidos sobre o regime de Nicolás Maduro deve propiciar o fim do governo chavista. Pence teria pedido a Mourão para “usar sua experiência” para negociar com os militares da Venezuela.

 

“Isso é um processo, não há solução imediata para esse processo vivido na Venezuela. A questão econômica está chegando num ponto de estrangular o país e esse momento será o momento que as Forças Armadas (venezuelanas) então terão condição de assumir o poder e abrir o caminho para a saída do governo Maduro”, afirmou Mourão a jornalistas após a reunião. (mais…)

25
02

União Europeia diz que intervenção militar na Venezuela deve ser evitada

Mourão defende solução pacífica

Por Estadão Conteúdo

 

A União Europeia (UE) reiterou nesta segunda-feira (25) seu chamado para que se evite uma intervenção militar na Venezuela e seu compromisso com uma saída “pacífica, política e democrática” para a crise, afirmou a porta-voz da diplomacia europeia.

 

“Devemos evitar uma intervenção militar”, disse Maja Kocijancic. “Precisamos de uma solução pacífica, política e democrática para a crise, que exclua a violência”, acrescentou a porta-voz de Federica Mogherini, chefe da diplomacia europeia. “O que a UE quer é a realização de eleições presidenciais livres, transparentes e confiáveis, de acordo com a Constituição venezuelana.” (mais…)

09
02

Governo paralisa e fica à espera de Bolsonaro

Por Estadão Conteúdo

 

A internação prolongada do presidente Jair Bolsonaro aliada a resistências de sua família, e até mesmo de ministros com assento no Palácio do Planalto, a deixar o general Hamilton Mourão, vice-presidente da República, assumir temporariamente o governo tem provocado a paralisia de ações do Executivo.

 

Na prática, assuntos que precisam do aval de Bolsonaro estão suspensos, aguardando seu retorno às atividades para uma decisão final. Além de mandar segurar, “até segunda ordem”, nomeações e dispensas no segundo escalão em repartições federais, para conter brigas por cargos entre aliados – como mostrou ontem (8) o jornal O Estado de S. Paulo -, Bolsonaro não bateu o martelo sobre a melhor proposta para a reforma da Previdência. (mais…)

08
02

Mourão participa do encerramento da colheita de soja em Sorriso

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), estará em Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá), no dia 15 de fevereiro para participar do encerramento da colheita de soja na safra 2018/2019. Devem acompanhá-lo a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina e o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

Na oportunidade, Mourão também irá abrir, simbolicamente, o plantio de milho safrinha de 2019. Além do ato, é esperado o anúncio de investimentos em unidades fabris, pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para o agronegócio do Estado, por empresas com capital 100% brasileiro. (mais…)

15
08

Após polêmica, Mourão diz ser ‘indígena’ ao TSE

Hamilton Mourão foi anunciado como vice de Bolsonaro na disputa para presidente da República (Foto: Reprodução/Facebook)

Foto: Reprodução/Facebook

Por Estadão Conteúdo

 

O general de Exército da reserva Hamilton Mourão (PRTB), postulante a vice-presidente na chapa encabeçada por Jair Bolsonaro (PSL), se declarou “indígena” no registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na semana passada, durante evento em Caxias do Sul (RS), Mourão envolveu-se em uma polêmica ao afirmar que o Brasil “herdou a cultura de privilégios dos ibéricos, a indolência dos indígenas e a malandragem dos africanos”.

 

Logo após o comentário, Mourão disse: “Eu sou indígena. Meu pai é amazonense”. As afirmações foram feitas quando ele falava sobre as condições de subdesenvolvimento do País e da América Latina. “E o nosso Brasil? Já citei nosso porte estratégico. Mas tem uma dificuldade para transformar isso em poder. Ainda existe o famoso ‘complexo de vira-lata’ aqui no nosso País, infelizmente”, afirmou.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade