Arquivo da Tag: "GOVERNADOR PEDRO TAQUES"
09
07

Maggi acredita no potencial de todos pré-candidatos e afirma: “Taques não está morto”

Antonio Araújo/Mapa

Por Ana Flávia Corrêa

HiperNotícias

 

O ex-governador de Mato Grosso e atual ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) afirmou, nesta segunda (9), que os governantes que estão atualmente em gestão têm mais chances de se eleger, devido à visibilidade. Com isto, segundo ele, a renovação política não será significativa.

 

“A reeleição daqueles que já estão no cargo, que têm visibilidade, que têm trabalho prestado durante 4 anos, oito anos de mandato, isso ajuda bastante. Aqueles que estão no mandato têm uma chance maior do que aqueles que estão chegando agora”, afirmou.

 

(mais…)

27
06

Taques dispara que não fará do PS um VLT

Por HiperNotícias

 

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que não cometerá o erro da gestão anterior em adquirir itens antes da obra estar finalizada, ao comparar a compra de equipamentos para o novo Hospital Pronto Socorro de Cuiabá com a aquisição dos vagões do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

 

“Nós não íamos fazer igual ao governo passado que comprou o vagão antes de terminar a obra”, alfinetou.

 

Em 2017, um acordo foi realizado entre Governo, Prefeitura e bancada federal no Congresso Nacional, destinando R$ 82 milhões em recursos de emendas parlamentares para o setor da saúde de Mato Grosso, como se fosse um empréstimo. Por isso, o Estado ficou responsável pela aquisição de equipamentos a serem instalados no novo PS.

 

(mais…)

20
06

“Incompetente é quem quebra uma empresa com incentivo fiscal de 100%”, dispara Taques

Durante uma cerimônia de entrega de títulos no município de Várzea Grande, na noite desta terça-feira (19), o governador Pedro Taques (PSDB) aproveitou para disparar contra o provável concorrente nas urnas no pleito deste ano, ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM). Taques afirmou que terá gente com a “cara de pau quebrada” no processo eleitoral. A reação foi uma resposta ao fato de Mendes tê-lo classificado como incompetente.

 

“Podem me acusar do que for, mas não podem me acusar de ser ladrão, de não pagar os trabalhadores quando mais precisam. Tem gente dizendo que o estado de Mato Grosso está quebrado, mas quebrada estará a cara de pau dessas pessoas. Que moral tem pessoas que quebram sua empresa com 100% de incentivos fiscais, pessoas quebradas na pessoa jurídica e milionária na pessoa física para falar da minha administração?”, disparou.

 

(mais…)

19
06

Seria uma honra ser afastado num caso desse, diz Taques sobre escolta à Selma

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que se sentiria honrado se tivesse sido afastado do cargo em função de garantir escolta à juíza aposentada Selma Rosane Santos Arruda. Para o juiz Mirko Vincenzo Giannotte, da Comarca de Sinop, que decidiu por suspender a escolta da juíza, ao ser provocado pelo vereador Tonny Lennon  (MDB), haveria todas as possibilidades de afastar o governador. Ele só não o fez por não haver pedido expresso.

 

“Com todo o respeito, queria ser afastado sim por ato de improbidade por ter dado escolta à juíza que ficou tanto tempo defendendo interesses públicos. Para mim, seria uma honra ser afastado num caso desses”, argumentou o governador, durante entrevista na sede do Grupo Gazeta de Comunicação, onde esteve esta manhã.

 

(mais…)

17
06

Prefeito classifica troca de farpas com Taques como “momento falho”

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) reconheceu que o atrito registrado entre ele e o governador Pedro Taques (PSDB), no último dia 5, durante o plantio de árvores às margens da Rodovia MT-251, foi um “momento falho”. Contudo, o emedebista afirma que depois de muita conversa, os dois se entenderam e o clima voltou a ser de harmonia entre os dois chefes do Executivo.

 

“Nós dois vimos que a população espera mais do debate do governador e do prefeito. Aquele foi um momento falho, mas já foi superado. Conversamos muito e voltamos à agenda positiva que a população espera de nós”.

 

(mais…)

17
06

Nanicos garantem bom tempo de TV a Taques, diz Borges

Embora não conte com o apoio de partidos de grande estatura até o momento, o governador Pedro Taques (PSDB) já alcançou um ponto importante para o processo eleitoral deste ano: tempo de televisão. Conforme o presidente estadual do PSDB, Paulo Borges, com o apoio do PRTB, Avante, PSB, PPS, Solidaridade, Patriota, além do próprio PSDB, o tucano conseguirá tempo considerável para expor seus feitos em quatro anos de gestão durante o horário eleitoral.

 

Como o tempo de campanha foi reduzido para 45 dias e os gastos foram limitados a R$ 5,6 milhões neste pleito, o horário eleitoral será um grande aliado para alcançar o eleitor. Taques ainda precisa trabalhar para reverter o desgaste acumulado pelos problemas que enfrentou ao longo de seu mandato e também pela postura adotada neste período.

 

(mais…)

14
06

“Precisa chorar no velório para ver que merecia segurança?”, questiona Selma

“Não é possível que vai esperar que alguém atire no meu carro ou faça um atentado concreto para depois as pessoas concluírem que eu corro risco. Isso não é nem justo. A gente precisa chorar em um velório da pessoa para depois reconhecer que essa pessoa merecia ter segurança? Não é assim que funciona”, declarou a magistrada aposentada, Selma Rosane Santos Arruda, em entrevista concedida à Rádio Capital FM, em virtude da polêmica gerada com a escolta garantida pelo Governo do Estado a ela, depois que a Comissão de Segurança do Tribunal de Justiça decidiu por suspender a proteção a Selma por considerar ter havido “quebra de protocolo”.

 

A notícia da garantia de escolta, a ser feita pela Casa Militar, a pedido do governador Pedro Taques (PSDB), repercutiu negativamente nesta quarta-feira (13), com declarações dos deputados de oposição, considerando a atitude um “conluio político”, uma vez que Selma é pré-candidata ao Senado e esteve reunida recentemente com Taques discutindo política.

 

“Daqui a uns dias até dormindo devo dar assunto para algum tipo de polêmica, holofote negativo contra minha pré-candidatura”, ressaltou a magistrada aposentada.

(mais…)

13
06

Governo está fazendo as vezes de instância recursal do TJ, diz Campos

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso, Leonardo Campos, questionou a postura do Governo do Estado em garantir escolta policial à juíza aposentada Selma Arruda. O governador Pedro Taques (PSDB) atendeu a um pedido da ex-magistrada, e ordenou que a Casa Militar faça a segurança até que o Conselho Nacional de Justiça decida sobre a revogação ou não da suspensão da escolta feita pelo Conselho de Segurança do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Para Campos, o Governo de Mato Grosso, neste caso, está “fazendo as vezes de instância recursal do Tribunal de Justiça”.

 

Foto: Circuito Mato Grosso

“O artigo 37 da Constituição Federal trata da moralidade e da impessoalidade. Se o órgão de origem [da magistrada] se posiciona por suspender a escolta, há uma interferência no assunto de outro poder. A suspensão foi feita com base em um estudo de caso. Agora o Governo determina a escolta sem nenhum estudo”, ressaltou Leonardo Campos.

 

“O caso dela já foi analisado tecnicamente, com a presença de policiais, pela comissão do Tribunal de Justiça, e foi constatada a desnecessidade. O Executivo neste caso está se comportando como uma instância recursal do poder Judiciário. E essa instância é o CNJ. O Governo está fazendo as vezes do poder Judiciário”, explicou.

(mais…)

24
04

Descontentes com Taques elaboram manifesto e explicam rompimento

Gcom-MT

Ex-aliados que se dizem decepcionados com a gestão feita pelo governador Pedro Taques (PSDB) elaboraram um documento no qual citam os motivos que os levaram a deixar de apoiar o tucano à frente do Palácio Paiaguás. Ao todo, 31 pessoas assinam o documento. O grupo é composto por ex-secretários, prefeitos, suplentes de deputado, senador, entre outros.

 

De acordo com o documento, “decepção” define o sentimento dessas lideranças diante dos resultados da gestão tucana. “Este é um dos sentimentos que lamentavelmente está presente em grande parte daqueles que apoiaram o Senador Pedro Taques em 2010 e em 2014, quando trabalharam, se empenharam, pediram voto e ajudaram a torná-lo governador do Estado de Mato Grosso. Os sentimentos de decepção e frustração, estão sendo compartilhados por milhares e milhares de mato-grossenses”, diz trecho do documento.

 

Foram citados pelo menos cinco pontos que contribuíram com a “frustração” do grupo. São elencados o aumento do caos na saúde pública, não cumprimento de promessas de campanha, gestão ineficiente, falta de verdade, quebra das finanças do estado e escândalos e fortes indícios de corrupção na atual gestão.

 

(mais…)

18
04

Queriam colocar cabresto em mim, diz Taques sobre ex-aliados

“Por que uma parte da classe política não me tolera? Não me tolera é porque eles entendem que eu não faço joguinho, esquema. Não vou me mudar, não farei coisas erradas para ser reeleito”. Com essas palavras o governador Pedro Taques (PSDB) explicou o afastamento de algumas lideranças políticas, como o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), que vem desferindo duras críticas ao tucano desde o início das discussões do processo eleitoral deste ano. Pivetta esteve ao lado de Taques nas eleições de 2014. No entanto, no decorrer do mandato do governador, rompeu a aliança.

 

“Esses que fazem críticas, um abraço a eles, tirem o ódio do coração. Algumas pessoas pensam que porque me ajudaram poderiam mandar em mim. Porque são bilionários poderiam me mudar. Não mudei, não vou mudar, vou fazer a coisa certa, de ter opinião, não sou vaquinha de presépio. Eu ganhei a eleição, era o meu retrato estava lá”, disparou o chefe do Executivo.

 

Taques afirmou ser aberto às opiniões, no entanto analisa aquilo que chega até ele e aproveita somente o que acha viável. “Queriam me colocar cabresto para fazer as coisas da opinião deles. Se pensaram que poderiam mandar em mim, pensaram errado”.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade