Arquivo da Tag: "formação"
26
04

Sem Exame de Ordem não há advocacia, afirma presidente de Comissão

“Sem o Exame de Ordem não haverá como manter a profissão da advocacia e quanto melhor o aluno é qualificado na graduação, mais fácil ele passa. O Exame é um patamar de avaliação, de verificação da qualidade do ensino superior das instituições”. As afirmações são do presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Helio Udson Oliveira Ramos, durante sua fala ao longo do Fórum Estadual de Educação Jurídica, realizado na última terça-feira (23). O alerta foi feito aos representantes de ao menos 11 faculdades de Direito presentes no evento.

Responsável pelo tema “Exame de Ordem – Desafios e Perspectivas”, o advogado e professor descreveu os métodos de aplicação e correção realizados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), contratada pela Ordem para elaborar e aplicar o Exame em todo país. “É importante que as instituições venham para dentro da OAB para que se construa essa melhoria na qualidade da formação acadêmica”, reforçou.

 

(mais…)

19
04

Geração digital muda cursos de economia e Bolsa

Por Estadão Conteúdo

 

Flutuações do câmbio, rentabilidade, liquidez, day trade, commodities. Se até há pouco termos como esses compunham o vocabulário apenas dos profissionais do mercado financeiro, hoje eles fazem parte do repertório de muita gente e são debatidos no transporte público, em happy hour ou nos almoços dominicais em família. Essa “popularização” é resultado principalmente da proliferação das plataformas digitais – em um clique, qualquer pessoa consegue colocar economias no mercado de ações.

 

Se por um lado a tecnologia instiga o surgimento do “investidor amador”, por outro traz um desafio aos cursos formadores de quadros para a área, como Economia e Contabilidade. Ao atenderem a uma demanda crescente de estudantes que já fizeram uma degustação do mercado financeiro, essas graduações têm de ajustar sua matriz curricular a esse cenário. Isso significa tanto inserir disciplinas ligadas à modernização do sistema financeiro como advertir esses jovens a terem os pés no chão. Para garantir uma vaga nesse mercado já concorrido – que deve ficar ainda mais sob a perspectiva de que o avanço da reforma da Previdência leve a bolsa a quebrar recordes -, é preciso mesclar os tradicionais conhecimentos de Matemática às recentes ferramentas de inteligência artificial. (mais…)

Publicicade

Publicicade