Arquivo da Tag: "FERNANDO HADDAD"
26
10

Otimista, Haddad fala em virada e pede para que ódio não guie eleitor

Por Karine Melo

Agência Brasil

 

A dois dias do segundo turno das eleições, o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, usou hoje (26) as redes sociais para pedir que os eleitores não se de deixem guiar pelo “ódio e pela mentira”. Prometeu ainda “corrigir erros e retomar acertos”. Em tom de otimismo, afirmou: “Vamos virar essa eleição”.

 

“Sou um professor que vive de salário, com 18 anos de serviços prestados ao Brasil. Vamos virar essa eleição, corrigir os erros e retomar os acertos. O ódio não vai levar o Brasil a lugar nenhum” , ressaltou.

 

(mais…)

26
10

Nas redes sociais, Bolsonaro dispara críticas ao adversário e ao PT

Framephoto/Estadão Conteúdo

Por Karine Melo

Agência Brasil

 

Às vésperas do segundo turno, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, usou parte do tempo hoje (26) nas redes sociais para criticar de forma contundente o adversário Fernando Haddad (PT) e o Partido dos Trabalhadores. Dirigindo-se aos eleitores, ele pediu “seriedade” no momento de votar. Anunciou ainda que se, eleito, a prioridade será “gerar crescimento, oportunidades e emprego”.

 

“Nunca haverá estabilidade social na presença de violência, miséria e altas taxas de desemprego. Todo indivíduo deveria ter condições de fazer escolhas que permitam preservar sua vida, sua liberdade, buscar sua felicidade, além do conforto de sua família.”

 

(mais…)

22
10

Para Haddad, instituições não estão reagindo a ameaças à democracia

São Paulo - O candidato a presidência da República, Fernando Haddad, se encontra com catadores, na Cooperatica Coopamare, em Pinheiros, região oeste.

Rovena Rosa/Agência Brasil

Por Daniel Mello

Agência Brasil

 

O candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad, disse hoje (22) que as instituições brasileiras não estão reagindo à altura das ameaças contra a democracia proferidas pelo seu adversário Jair Bolsonaro (PSL) e seus apoiadores. Ele se referiu a afirmação do adversário de “varrer do mapa os bandidos vermelhos do Brasil”.

 

“Ontem, o discurso dele transmitido na [Avenida] Paulista é um absurdo. Ele ameaça a sobrevivência física da oposição a ele, ameaça a imprensa, e as instituições demoram a reagir”, disse o candidato referindo-se à mensagem de Bolsonaro transmitida a simpatizantes durante ato político.

 

(mais…)

21
10

Bolsonaro e Haddad adotam novo estilo a uma semana do segundo turno

Jair Bolsonaro  -  Fernando Haddad

(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress);(Foto: Rodolfo Buhrer | La Imagem)

Por Agência Brasil

 

Na última semana antes do segundo turno, os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) adotam novo estilo. Bolsonaro demonstra estar mais aberto a entrevistas coletivas, enquanto Haddad eleva o tom de críticas ao adversário, encerrando hoje (21) sua visita ao Nordeste.

 

Neste domingo, pela manhã, o candidato do PT faz caminhada e ato de campanha na Praça do Coreto, no bairro do Anil, em São Luís, capital do Maranhão. Ontem (20), ele se revezou entre cidades do Ceará e Piauí. Criticou duramente o adversário que classificou como “soldadinho de araque” e “aberração”.

 

(mais…)

20
10

Nordeste é locomotiva para o desenvolvimento do país, diz Haddad

O candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, durante ato em Fortaleza, Ceará.

EFE/Ricardo Stuckert/Imprensa Fernando Haddad/Direitos reservados

Por Heloisa Cristaldo

Agência Brasil

 

O candidato à presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, afirmou neste sábado (20) que o Nordeste “não é carga, é uma locomotiva e vai puxar o desenvolvimento do país”. O presidenciável faz sua primeira viagem à região, na campanha de segundo turno das eleições e já passou por Fortaleza, Juazeiro do Norte e Crato.

 

“Ninguém falava da educação no Nordeste, tratavam como um problema sem solução. Bastou um governador comprometido e um presidente comprometido para mostrarmos o talento do povo nordestino. Hoje, das 100 melhores escolas públicas do país, 82 estão no Ceará”, reiterou Haddad, ao elogiar as gestões de Camilo Santana (reeleito pelo PT) e Cid Gomes (PDT).

 

Fake news

 

Em entrevista coletiva à imprensa, na cidade de Crato (CE), Haddad voltou a criticar a atuação da Justiça no caso das suspeitas de que um grupo de empresários estaria financiando o envio em massa de mensagens falsas anti-PT na plataforma WhatsApp.

 

“A minha opinião é que a Justiça Eleitoral coloca panos quentes [nessa situação] e não deveria colocar porque [se trata] de fundo eleitoral, ou seja, Caixa 2 pelo meu adversário e deveria ser repudiado por todo país”, enfatizou.

 

O candidato falou com jornalistas ao lado dos governadores reeleitos do Ceará, Camilo Santana, e do Piauí, Wellington Dias (PT). Na última semana antes do segundo turno, Haddad descartou mudar a estratégia da campanha e manteve o clima de otimismo na vitória.

 

“Há tempo de virar o jogo e ganhar essa eleição. Agora, com fraude e Caixa 2 fica fácil ganhar a eleição, mas ele não vai ganhar”, declarou.

 

Neste momento, o presidenciável faz ato na cidade de Picos, há 307 km da capital piauiense Teresina. Ainda neste sábado, Haddad segue para São Luís (MA), onde termina suas atividades pelo Nordeste, no domingo.

19
10

Bolsonaro e Haddad têm propostas antagônicas para direitos humanos

Candidatos à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Tânia Rêgo e Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Carolina Gonçalves

Agência Brasil

 

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) que disputam, no próximo dia 28, o segundo turno das eleições presidenciais deste ano, defendem diferentes pontos de vista sobre direitos humanos. Apesar de os dois citarem a garantia de direitos e igualdade, as propostas que tratam do tema segurança são distintas.

 

Bolsonaro quer acabar com a progressão de pena e as saídas temporárias de detentos, reduzir a maioridade penal para 16 anos e reformular o Estatuto do Desarmamento “para garantir o direito do cidadão à legítima defesa”.Haddad propõe um maior controle de armas e munições e a redução da população carcerária reservando presídios apenas para crimes violentos. Ele também defende uma revisão do Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

 

(mais…)

16
10

Líderes partidários criticam ‘atitude hegemônica’ dos petistas

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação

Por Estadão Conteúdo

 

Após vencer quatro disputas presidenciais seguidas, a postura do PT, classificada por ex-aliados e adversários como “hegemônica”, deixou um rastro de ressentimentos que hoje dificulta reaproximações e a formação de uma “frente democrática” em torno do presidenciável Fernando Haddad e contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL).

 

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, no domingo, dia 14 o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso deixou claro que a postura do PT é um entrave para seu apoio a Haddad. “O PT no poder sempre teve uma deterioração da visão do (Antonio) Gramsci da hegemonia. Aqui não é cultural, é hegemonia do comando efetivo. Quando você vê o que foi dito a respeito do meu governo nada é bom”, disse

(mais…)

16
10

Em ato pró-Haddad, Cid Gomes cobra mea culpa do PT e chama militante de ‘babaca’

Por Estadão Conteúdo

 

O senador eleito pelo Ceará Cid Gomes (PDT) se envolveu em uma discussão com apoiadores do PT durante ato a favor ao candidato da sigla à Presidência, Fernando Haddad, na noite desta segunda-feira, 15, em Fortaleza.

 

Em vídeo que circula nas redes sociais, Cid faz elogios a Haddad mas cobrou que o PT faça um mea culpa para conquistar o apoio do eleitorado. “Tem de pedir desculpas, tem de ter humildade, e reconhecer que fizeram muita besteira”, disse o senador eleito, sendo interrompido por pessoas da plateia. “É sim, é? Pois tu vai perder a eleição. Não admitir um mea culpa, não admitir os erros que cometeu, isso é para perder a eleição e é bem feito. É bem feito perder a eleição”, afirmou.

 

(mais…)

20
08

Temer é “bola de ferro” no pé de Alckmin, diz Haddad

Por Estadão Conteúdo

 

O candidato a vice-presidente na chapa do PT, Fernando Haddad, afirmou que acredita que a disputa ao Planalto no segundo turno ocorrerá entre o representante de sua sigla e o PSDB, desde que Geraldo Alckmin consiga se desvencilhar da ligação com o governo de Michel Temer.

 

Segundo Haddad, que deverá ser cabeça de chapa do PT caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se torne inelegível, o programa de governo de Alckmin é igual ao “Ponte para o Futuro”, base da administração Temer. “O Alckmin tem duas dificuldades. Uma é a existência do Bolsonaro, e outra é essa bola de ferro no pé do governo Temer”, disse, em entrevista ao programa Canal Livre, da Band, no início da madrugada desta segunda-feira, 20.

 

(mais…)

15
08

Começa a contar o prazo para TSE decidir sobre a elegibilidade de Lula

Por Estadão Conteúdo

 

Oficializado como candidato à vice-presidente na chapa encabeçada por Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad afirmou que o ex-presidente “ganha de qualquer candidato no segundo turno”.

 

“O Lula, em condições normais de pressão e temperatura, ganha as eleições. Com tudo isso que está acontecendo, ele ganha de qualquer candidato no segundo turno. É a expressão de um líder”, empolgou-se Haddad depois de participar de um ato público com a militância do PT em Brasília.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade