Arquivo da Tag: "FÁBIO GARCIA"
14
11

Botelho confirma conversa sobre Fábio Garcia assumir a presidência do DEM

Por Pablo Rodrigo

HiperNotícias

 

 

O deputado federal Fábio Garcia, atualmente sem partido, poderá assumir a presidência estadual do Democratas em Mato Grosso. As negociações desta possibilidade são analisadas pelo presidente nacional da legenda, deputado federal Agripino Maia (DEM/RN).

 

“Existe sim essa possibilidade. É uma conversa que já teve. É uma possibilidade, mas é apenas conversa ainda, nada definido”, confirmou o deputado estadual Eduardo Botelho (PSB) que já definiu a sua ida para o DEM.

 

“É uma conversa nacional, mas precisa ser construída aqui no estado. Por isso estamos conversando”, completou. (mais…)

01
11

DEM pode ter Sachetti como candidato

O presidente estadual do Democratas, deputado estadual Dilmar Dal’Bosco, afirmou que não está descartada a possibilidade de o partido ter uma candidatura majoritária em 2018. Embora esteja neste momento na base do governador Pedro Taques (PSDB), o parlamentar afirma que caso se confirmem as filiações de Adilton Sachetti e Fábio Garcia, dissidentes do PSB, o Democratas se fortalece e ganha musculatura no Estado para a disputa. Sachetti, por sua vez, cogita a chance de buscar o Palácio Paiaguás, em detrimento a sua candidatura à reeleição.

 

“A reeleição deles (Sachetti e Garcia) fica garantida com toda certeza, mas como o partido estará forte, pode disputar uma majoritária. Tudo depende. O DEM estará preparado. Hoje o partido está na base do Pedro Taques e apoia a candidatura Taques/ Fávaro, mas pode acontecer de lançarmos nomes”, declarou.

(mais…)

25
10

Salvo por colegas, Fabris aguarda aval da Justiça

Depois de tentar, sem sucesso, autorização para votar a revogação da prisão do deputado Gilmar Fabris (PSD), a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa decidiu analisar o caso mesmo assim. Embora 19 parlamentares tenham votado a favor do pessedista, ele só deixará o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) se a Justiça entender que deve.

 

Remota
As chances de que isso ocorra são baixas. O Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) já haviam se manifestado contra a hipótese, mesmo ela prevista na Constituição Federal e na Constituição Estadual e após o entendimento do próprio STF de que as Casa Legislativas possuem a prerrogativa para tal, como ocorreu com o Senado em relação a Aécio Neves (PSDB-MG).

 

Fechado
Depois da garantia de que terão mais prazo para conseguir empenhar as emendas deste ano, os deputados aprovaram em primeira votação a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do teto dos gastos. A segunda e definitiva votação só deverá ocorrer quando o Executivo colocar no papel o acordo feito com os parlamentares.

 

Nova frente
Agora o Executivo tenta se acertar com os prefeitos de Mato Grosso que estão cobrando a regularização de diversos repasses. Reuniões nesta semana entre o chefe da Casa Civil, Max Russi (PSB), e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga (PSD), devem resultar em um acordo.

 

Articulação
Na avaliação da equipe econômica do governador Pedro Taques (PSDB) apenas o pagamento do Auxílio Financeiro para Fomento de Exportações (FEX) é que possibilitará ao Executivo fechar as contas deste ano. Por isso, a ordem é manter a pressão no Ministério da Fazenda para ter celeridade na liberação dos recursos.

 

Fim da linha
O deputado federal Fábio Garcia entrou em acordo com a Executiva Nacional do PSB e, antes da conclusão do processo de expulsão movido contra ele, conseguiu deixar a sigla. Embora admita que irá discutir com seu grupo antes de anunciar seu futuro, ele já é aguardado no Democratas, a exemplo de outro pessebista, Adilton Sachetti.

 

Outras frentes
Se concretizarem a mudança para o DEM, um dos dois parlamentares deverá tentar outro cargo que não o de deputado federal. Isso porque, dificilmente ambos conseguirão votação suficiente para fazer com que o Democratas tenha dois deputados federais na próxima legislatura.

 

Sem espaço
A ida de Garcia e Sachetti tirou espaço de um integrante da família Campos, nada menos que o ex-governador Júlio Campos, que ensaiava tentar um mandato na Câmara dos Deputados, sobretudo depois de ter se recuperado de graves problemas de saúde. O mais provável é que Júlio permaneça à frente das articulações partidárias, mas sem concorrer a nenhum cargo eletivo.

 

Mais fraco
Outro que perde com essa definição é o Senador José Medeiros, que contava ao menos com Sachetti para fazer, na condição de candidato ao governo, palanque para a tentativa do senador Álvaro Dias de chegar à presidência pelo Podemos. Isso terá impacto, inclusive na tentativa de Medeiros de permanecer por mais oito anos no Senado.

 

Maus lençóis
Um ex-presidente de uma entidade de classe está em uma situação delicada. Já circula entre integrantes da associação documentos que indicam uma postura nada ortodoxa do profissional nos gastos da entidade. Nos bastidores, a turma do abafa tenta impedir que o caso venha a público, o que geraria um grande desgaste para ele e para todos os membros da associação.

14
07

Blog do Mauro no Hipernotícias

 

Definição no PSB somente depois de outubro

O futuro dos deputados do PSB, insatisfeitos com os rumos do partido após a destituição de Fábio Garcia do comando da sigla, só será definido após outubro. Isso porque eles pretendem levar em consideração os resultados de uma minirreforma política, que deverá ser discutida em breve na Câmara dos Deputados e no Senado.

 

Olho no distritão

Um dos fatores que deverá ser considerado é a possibilidade de mudanças na forma de eleição dos integrantes do Legislativo. Atualmente, o método de escolha se dá por uma eleição proporcional. Há uma corrente que entende que o modelo que deverá ser adotado é o do “distritão”, em que os candidatos mais votados são automaticamente eleitos.

 

Tanto faz

Caso o distritão seja aprovado, o partido no qual o candidato estiver fará pouca ou nenhuma diferença no desempenho eleitoral. Isso porque sai de cena o quociente eleitoral, que acaba tornando a escolha do partido importante no processo. Com este cenário, muitos deverão migrar mesmo é para partidos nanicos, de olho no controle da sigla.

 

Protesto

Além da mudança na forma de definição dos integrantes do Poder Legislativo, os deputados e senadores podem criar um fundo eleitoral público para custear as campanhas. Por conta disso, integrantes do partido Novo irão realizar protestos em 40 cidades brasileiras no próximo domingo (16). Em Cuiabá, a manifestação deverá ocorrer na Praça 8 de Abril.

 

Com Temer

Fabio Garcia, aliás, acompanhou o deputado Carlos Bezerra (PMDB) e votou pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O assunto ainda vai a plenário e a oposição precisa de 342 votos para autorizar o andamento do processo e o afastamento de Temer.

 

Guerra declarada

Não convide para a mesma mesa o desembargador Orlando Perri e o procurador-geral de Justiça, Mauro Curvo. Por unanimidade, o Pleno do Tribunal de Justiça acolheu a manifestação do magistrado e manteve a investigação da “Grampolândia Pantaneira”.

 

Ameaças

Perri afirmou textualmente que foi ameaçado para não dar seriedade às investigações. “Ameaças me incentivam cada vez mais a pedir o aprofundamento das investigações. Há forças ocultas que visam retirar o caso do Tribunal e de minha relatoria, mas não me intimidei nem me acovardei”, disse.

 

Sempre juntos

A situação vivida por Perri, como adiantado pela coluna, fez com que os demais desembargadores se unissem em torno do magistrado, em um claro recado a todos aqueles que tentam mudar os rumos da investigação da central de interceptações telefônicas clandestinas.

 

Não recebi

O governador Pedro Taques (PSDB) voltou a dizer que não recebeu a denúncia apresentada pelo promotor Mauro Zaque, sobre as interceptações. Como mostra a auditoria realizada pela Controladoria Geral do Estado (CGE), o documento “sumiu” do protocolo horas após ser registrado, antes mesmo de chegar ao gabinete de Taques.

 

A verdade

Já Zaque disse que o resultado da auditoria não causou nenhuma surpresa a ele, uma vez que tinha plena convicção de que a denúncia foi protocolada. Ele cobrou uma apuração do caso e a punição dos eventuais culpados pelo “sumiço” da denúncia.

09
12

Bancada destina R$ 168 milhões para MT

1Por Fernanda Leite

Deputados e senadores de Mato Grosso garantiram R$ 168 milhões em emendas parlamentares para o próximo ano. Conforme o líder da bancada, deputado federal Fábio Garcia (PSB), R$ 100 milhões serão destinados para a saúde pública, sendo R$ 80 milhões para equipar o novo hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá que atenderá toda a demanda do Estado.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

 

16
04

MT: Fabio Garcia afirma que país vive paralisia

1O líder da bancada federal de Mato Grosso, deputado Fabio Garcia (PSB), afirmou que o Brasil vive um momento de paralisia completa e que o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e o início de um novo governo são a única forma de retomar a esperança dos brasileiros.

28
10

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

Apelo constrangido

 

Presidente do PSB, o deputado federal Fábio Garcia admite constrangido, que há conversas com o PMDB do senador Blairo Maggi, no sentido de que o partido venha apoiar a reeleição do prefeito de Cuiabá Mauro Mendes. Ao mesmo tempo, Fábio Garcia faz quase um apelo para que o PSDB do governador Pedro Taques também apoie o projeto socialista.

 

Incompatibilidade política

 

O problema é que PSDB e PMDB, pelo menos nas próximas eleições, ainda que o partido do ex-governador Silval Barbosa passe a contar em seus quadros com o senador Blairo Maggi, estão politicamente impedidos de marcharem juntos. A possibilidade de se ter Pedro Taques e Silval Barbosa no mesmo palanque é zero.

 

Portal R7

 

Nos últimos seis anos, o R7 se tornou um dos maiores portais da internet brasileira. De acordo com o relatório multiplataforma da comScore, em setembro o R7 foi o portal de conteúdo mais acessado do Brasil. De cada 100 internautas, 75 acessam o R7. Dos 88 milhões de internautas brasileiros, 65,3 acessaram o R7 em setembro. Só no mobile foram 18 milhões de pessoas.

 

CPMF, o retorno

 

A volta da famigerada CPMF ganha força com o apoio da Frente Nacional de Prefeitos (FNP). Ontem, os principais líderes da FNP, Marcio Lacerda (PSB), prefeito de Belo Horizonte e Maguito Vilela (PMDB), prefeito de Aparecida de Goiânia embarcaram oficialmente no projeto do governo Dilma de reinstituir a ‘contribuição‘, que desta vez teria sua alíquota dividida entre União (0,17%), Estados (0,09%) e municípios (com 0,12%).

 

A situação está tão tranquila entre prefeitos que já não se discute mais a volta da CPMF, mas apenas e tão somente a divisão do bolo a ser arrecadado

 

IPTU

 

A Prefeitura de Cuiabá se empenha em ampliar a arrecadação do município. Acabou de promover o reparcelamento do IPTU de 2015 para quem deixou de pagar alguma das seis parcelas lançadas este ano. A inadimplência chega a 44% dos contribuintes. E a Prefeitura não espera que mais do que 10% desses devedores paguem a conta.

 

Golpe venal

 

No próximo ano deverá ser registrada inadimplência ainda maior em razão dos custos do imposto. Apesar de a alíquota permanecer em 0,4%, a Prefeitura usou de subterfúgios que ‘transformaram‘ habitações populares em construções de alto padrão.

 

Conta alta

 

A desonestidade legalizada faz com que imóveis comercializados por R$ 200 mil pelas construtoras tenham valor venal atribuído pela Prefeitura em R$ 450 mil. Assim, quem pagava R$ 800,00 de imposto, passará a pagar cerca de R$ 1.800,00.

 

 

29
10

MT – Cuiabá: Prefeitura começa transferir comerciantes do Verdão

b07884b94e811c8228e25ef91dea159f

A prefeitura de Cuiabá já iniciou os trabalhos para a mudança dos comerciantes de hortifrutigranjeiros do Terminal Atacadista do Verdão para um espaço no Distrito Industrial da cidade. Quem garante é o secretrário de Gestão da cidade, Fábio Garcia, que destaca que os trabalhos se concentram, por enquanto, na parte externa do galpão. A expectativa é a de que, até o início do ano que vem, os feirantes já atendam no novo local.

Garcia explicou que o trabalho de articulação tem sido feito entre comerciantes, município e Estado. “O próprio galpão pertence ao Instituto de Terras de Mato Grosso. Durante essa articulação, ficou estabelecido que eles ocuparão este novo local”. A reportagem é de Gláucio Nogueira.

 

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

Publicicade

Publicicade