Arquivo da Tag: "EQUIPE DE TRANSIÇÃO"
21
11

Escolha de ministros não é feita por acordo partidário, diz general

O general da reserva Augusto Heleno, indicado para ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), fala à imprensa no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo.

Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Pedro Peduzzi

Agência Brasil

 

Indicado pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, para o cargo de ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o general Augusto Heleno disse hoje (21) que, apesar de já haver três indicações de integrantes do DEM para o cargo de ministros no futuro governo, as escolhas não têm sido feitas por compromissos partidários. Segundo o general, as escolhas levam em conta nomes e bancadas. A afirmação foi feita pouco antes de se reunir com Bolsonaro.

 

Os deputados do DEM que vão integrar o novo governo são Onyx Lorenzoni (RS), que comandará a Casa Civil, Tereza Cristina (MS), indicada para a pasta da Agricultura, e Luiz Henrique Mandetta (MS), que vai assumir o Ministério da Saúde.

 

(mais…)

21
11

Presidente eleito Jair Bolsonaro chega ao CCBB, em Brasília, para cumprir agenda

Resultado de imagem para Presidente eleito Jair Bolsonaro chega ao CCBB, em Brasília, para cumprir agenda

Antonio Cruz/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo

 

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), chegou por volta das 8h20 desta quarta-feira, 21, ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde a equipe de transição se reúne. O general Augusto Heleno, futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional (SGI), acompanhava o presidente.

 

Bolsonaro cumpre agenda nesta quarta no CCBB. Às 9h45, ele recebe visita do embaixador da Rússia e às 10h, do embaixador do Líbano. Às 10h30, está prevista uma reunião com a equipe de transição: todos os ministros já anunciados e assessores mais próximos. Às 14h, o presidente eleito recebe parlamentares.

 

(mais…)

16
12

MT: Taques anuncia novos secretários na segunda

1

Por Simone Ishizuka 

 

Uma audiência pública para divulgar dados levantados pela equipe de transição, em relação ao atual governo, será feito na próxima semana pelo governador eleito, Pedro Taques (PDT). Na ocasião também deve ser anunciado os próximos cinco secretários a compor o staff no mandato do pedetista. A reunião está marcada para o dia 22, segunda-feira.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

11
12

MT: Taques anuncia 10 nomes

00Por Fernanda Escouto

 O governador eleito Pedro Taques (PDT) anunciou os nomes de 10 integrantes do primeiro escalão de sua gestão. Além de 2 integrantes do Ministério Público Estadual, ele nomeou para comandar as secretarias a partir de 1º de janeiro, muitos integrantes da equipe de transição. A divulgação foi feita na tarde desta quinta-feira (11).

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

05
12

Blog do Mauro na Gazeta

 

Dilema

 

O governador eleito Pedro Taques (PDT) estaria tendo dificuldades para fechar os nomes para as três mais importantes secretarias de Estado: Saúde, Educação e Segurança Pública.

 

Sondagem

 

Depois da recusa do executivo Paulo Brustolin em assumir a pasta de Saúde, a equipe de Taques vem buscando uma alternativa à altura. Informações não confirmadas apontam que o atual secretário adjunto de Saúde, o médico Huark Douglas Correia teria sido sondado pelos coordenadores da equipe de transição.

 

Ruído político

 

O ex-vereador Permínio Pinto (PSDB), que comandou a Educação em Cuiabá numa gestão exitosa durante o governo do ex-prefeito Wilson Santos (PSDB), pode ser escolhido. No entanto, apesar de seu perfil técnico, existe o temor de que sua indicação possa abrir o flanco para pressões políticas de outros partidos. Uma bobagem.

 

Wilson fora

 

Já o ex-prefeito Wilson Santos (PSDB) nega ter recebido qualquer convite, seja para a Ciência e Tecnologia, seja para a Educação. Wilson descarta a possibilidade de compor o staff de Taques e afirma que será ‘mais útil como deputado‘.

 

Mesa Diretora

 

A disputa pelo comando do Legislativo rachou definitivamente a base do governador eleito Pedro Taques (PDT). Para Guilherme Maluf (PSDB) e Eduardo Botelho (PSB) só serve a Presidência. Resta saber agora quem terá cacife suficiente para sustentar a disputa. Os dois têm bala na agulha.

 

Indicação

 

Depois de aprovarem ontem a reforma administrativa proposta pelo prefeito Mauro Mendes (PSB), os vereadores da Capital fizeram um ‘abaixo-assinado‘ com 24 assinaturas indicando o vereador Maurélio Ribeiro (PSDB) para assumir a Secretaria Municipal de Saúde.

 

Demissão sumária

 

Chama a atenção nesse episódio o fato dos vereadores terem ‘demitido‘ o atual secretário Werley Peres. Isso significa que embora o prefeito Mauro Mendes não tenha anunciado a substituição de Peres, o pedetista está realmente com os dias contados.

 

PDT entrega Saúde

 

Os dois vereadores do PDT, Adevair Cabral e Renivaldo Nascimento assinam o pleito que pede a nomeação do tucano Maurélio Ribeiro na SMS. A Secretaria de Saúde, desde o início da gestão de Mendes, fez parte da cota do PDT. O partido, pelo visto, abriu mão de comandar a pasta.

 

00Charge da semana

 

O ministro Neri Geller é alvo do humor impagável de Dejamil.

 

 

 

 

19
11

MT: Taques terá R$ 1 bilhão em caixa, diz Silval

00

Por Sonia Fiori

A Gazeta

Governador Silval Barbosa (PMDB) se despediu da vida pública, ontem, em solenidade de inauguração da Trincheira Jurumirim/Trabalhadores, aproveitando a oportunidade para responder “observações” da equipe de transição sob o próximo gestor de Mato Grosso, senador Pedro Taques (PDT). Silval disse que vai se dedicar aos afazeres na iniciativa privada, afastando rumores de que possa pleitear vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE), deixando para Pedro Taques “aproximadamente R$ 1 bilhão em caixa e outros cerca de R$ 4 bilhões contratados junto as instituições financeiras para execução de grandes obras”, a cargo do pedetista. “Vou deixar R$ 1 bilhão fora as contratações como R$ 700 milhões para pontes, além de obras como o VLT”.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

28
10

MT: 4 nomes da cultura são escolhidos para a transição

0Por Simone Ishizuka

Quatro nomes da classe cultural foram escolhidos para participarem da equipe de transição do governador eleito, Pedro Taques (PDT). Após reunião com os grupos, o pedetista sugeriu a indicação de representantes para acompanhar o processo que decidirá o futuro da Secretaria de Cultura do Estado (SEC-MT).

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

Publicicade

Publicicade