Arquivo da Tag: "ENTREVISTA"
20
05

‘Indicação de Moro para STF é movimento para 2022’, diz Cesar Maia

Por Estadão Conteúdo

 

O ex-prefeito do Rio e vereador Cesar Maia (DEM) viu no anúncio do presidente Jair Bolsonaro de que poderia nomear o ministro da Justiça, Sérgio Moro, para o Supremo Tribunal Federal (STF) como um primeiro movimento da sucessão presidencial de 2022.

 

A vaga será aberta em um ano e meio com a aposentadoria do decano da Corte, Celso de Mello. “Ele (Bolsonaro) precisa tirar da frente aqueles que são adversários muito fortes, que é o caso do Moro”, diz o ex-prefeito e pai do presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A seguir, os principais trechos da entrevista. (mais…)

26
04

Em entrevista a jornais, Lula diz que Brasil é ‘governado por um bando de maluco’

Por Estadão Conteúdo

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse em entrevista aos jornais “Folha de S.Paulo” e “El País”, concedida nesta sexta-feira (26) e publicada nesta tarde nos sites das duas publicações, que o Brasil precisa fazer uma autocrítica e tem sido governado “por um banco de maluco”. Ele agradeceu ainda a solidariedade do vice-presidente Hamilton Mourão quando da morte do neto dele, Artur.

 

Esta é a primeira entrevista que o ex-presidente concede depois da prisão, em 7 de abril do ano passado. “Vamos fazer uma autocrítica geral neste País. O que não pode é este País estar governado por esse bando de maluco. O País não merece isso, e sobretudo o povo não merece isso”, disse o ex-presidente. (mais…)

20
03

Lorenzoni fala em ‘paciência’ e defende indicação política

Por Estadão Conteúdo

 

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, admite que o governo vai atender à demanda dos deputados e senadores por cargos em troca de aumentar sua base de apoio no Congresso, mas nega que esteja repetindo o toma lá, dá cá. “Não tem nada de errado um deputado ou um senador conhecer um técnico de excelente reputação”, justificou em entrevista exclusiva ao Estadão/Broadcast.

 

Único ministro civil a despachar no Palácio do Planalto, a um andar acima do gabinete do presidente Jair Bolsonaro, Lorenzoni reconhece que há críticas ao seu papel de articulador político do governo. E pede paciência. “Às vezes a gente empata, às vezes ganha, mas o importante é colocar a taça no armário”, afirmou o ministro. A “taça”, segundo ele, é a aprovação da reforma da Previdência, sua prioridade no Congresso. (mais…)

16
01

Gestão Bolsonaro não terá marqueteiro, diz ministro

Imagem/Reprodução

Por Estadão Conteúdo

 

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo que o governo Jair Bolsonaro não terá marqueteiro nos moldes de gestões anteriores, mas profissionais para fazer planejamento de mídia. Para ele, o marketing de governo “não pode ser uma forma de expansão de ideologia”.

 

Santos Cruz avalia que administrações passadas puseram a comunicação a serviço de um “projeto de poder” e anunciou a revisão de todos os contratos da área, estimados em até R$ 400 milhões apenas na Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom).

 

(mais…)

24
10

Haddad afirma que Bolsonaro não tem coragem de enfrentá-lo

O candidato à presidência, Fernando Haddad conversa com jornalistas após encontro com Congregação das Igrejas Evangélicas, no hotel Porto Bay Copacabana, na zona sul da cidade.

Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por Agência Brasil

 

Às vésperas do segundo turno, o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, iniciou hoje (23) o dia com críticas mais contundentes contra o adversário Jair Bolsonaro (PSL). O petista chamou Bolsonaro de “covarde” e “motivo de piada no exterior”. Ele voltou a cobrar a participação do adversário em debates e disse que Haddad não tem coragem de enfrentá-lo.

 

 “Ele [Bolsonaro] não está aqui para dizer na minha cara, para dizer as mentiras que ele fala no WhatsApp”, afirmou. “Ele [Bolsonaro] não dá medo em ninguém, mas o que está por trás dele dá.”

 

(mais…)

13
07

‘Cela não pode servir de palanque a Lula’, diz advogado

Foto: Ricardo Stuckert

Por Estadão Conteúdo

A decisão da juíza federal Carolina Moura Lebbos de negar 11 pedidos de cinco veículos de comunicação para entrevistar e sabatinar o petista dentro da prisão e de vetar sua saída para fazer campanha e participar da Convenção do PT, repercutiu intensamente entre advogados constitucionalistas e criminalistas. A maioria concorda com a decisão da juíza com base na Lei da Ficha Limpa.

 

Para o advogado Alexandre Ribeiro Filho, a decisão é correta. “Uma vez autorizado o cumprimento antecipado da pena pelo Supremo, não parece legítimo permitir que o preso faça da cela o seu palanque. O ex-presidente, além de cumprir pena em regime fechado, é inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa”, afirma Ribeiro Filho, criminalista do Vilardi Advogados.

 

(mais…)

15
04

“Cuidado, eles querem voltar”, diz Taques sobre grupo de Silval

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O governador Pedro Taques (PSDB) alertou aos eleitores sobre a possibilidade do grupo político do ex-governador Silval Barbosa (sem partido) voltar ao Poder. A declaração foi dada em entrevista ao vereador Abílio Brunini (PSC) em programa jornalístico, “Nazareno News” da Rádio Nazareno FM, na manhã desta quinta-feira (12).

 

“Nós temos aí uma grande uma grande organização criminosa, que infelizmente, estava mandando no Estado de Mato Grosso e cuidado, querem voltar”, afirmou o governador quando discorria sobre os erros do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), iniciado pelo ex-governador Silval e não concluído até hoje. O modal deveria ter ficado pronto em 2014.

 

“Quando uma coisa começa errada tem um problema grande para você resolver”, completou o governador, acrescentando não ter terminando o VLT ainda por querer fazer “a coisa certa”. Ainda segundo Pedro Taques, o governo Silval cometeu inúmeras responsabilidades e “quem casa com a viúva [assume o Estado], tem de cuidar dos filhos [das obras do VLT]”.

 

(mais…)

21
03

Eliana Calmon: foro privilegiado para autoridades deve passar por revisão geral

A jornalista Roseann Kennedy entrevista a juíza Eliana Calmon - TV Brasil/DivulgaçãoTV Brasil/Divulgação

A jornalista Roseann Kennedy entrevista a juíza Eliana Calmon – TV Brasil/DivulgaçãoTV Brasil/Divulgação

Agência Brasil

A juíza aposentada Eliana Calmon disse, nessa segunda-feira (20), em entrevista ao programa Conversa com Roseann Kennedy, da TV Brasil, que as regras de foro privilegiado para autoridades devem passar por uma revisão geral. A ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ex-corregedora Nacional de Justiça criticou a proximidade de juízes com a política e considerou a Operação Lava Jato um “divisor de águas” para o país.

(mais…)

08
10

Meirelles diz à CNN que Brasil superará recessão no início de 2017

Brazil's Finance Minister Henrique Meirelles attends an economics and politics forum in Sao Paulo, Brazil, September 30, 2016. REUTERS/Paulo Whitaker

Brazil’s Finance Minister Henrique Meirelles attends an economics and politics forum in Sao Paulo, Brazil, September 30, 2016. REUTERS/Paulo Whitaker

São Paulo, 08 (AE) – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, concedeu entrevista ao jornalista Richard Quest, da rede de televisão CNN, durante sua passagem pelos Estados Unidos. Na conversa, Meirelles disse que o Brasil irá superar a recessão “no início do próximo ano”. Ele também defendeu a necessidade de um ajuste fiscal.

“Nós temos a pior recessão desde os anos 1930. No Brasil, há um nível muito alto de desemprego, mais de 10% de desemprego, e os resultados para a economia, para as empresas, os consumidores, são muito sérios. O crédito está sofrendo, os bancos estão sofrendo”, descreveu Meirelles no início da entrevista. Porém, segundo ele, o País superará a recessão no começo de 2017.

(mais…)

22
07

‘Se houve caixa 2, não foi com meu conhecimento’ afirma Dilma em entrevista

1A presidente afastada da República, Dilma Rousseff, afirmou em entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco, que não autorizou pagamento de caixa 2 a ninguém durante sua campanha. “Na minha campanha eu procurei sempre pagar valor que achava que devia. Se houve pagamento (de caixa 2), não foi com meu conhecimento”, comentou Dilma na manhã desta sexta-feira, 22.

O publicitário João Santana e sua mulher e sócia, Mônica Moura, alegaram nesta quinta-feira que US$ 4,5 milhões recebidos em uma conta na Suíça tiveram como origem caixa 2 da campanha de Dilma em 2010. O casal foi interrogado em Curitiba pelo juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância.

(mais…)

Publicicade

Publicicade