Arquivo da Tag: "EMPRESA CUIABANA DE SAÚDE"
09
02

Justiça libera Prefeitura de Cuiabá para definir modelo de administração do novo Pronto Socorro

A decisão da juíza Célia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, que autorizou, nesta semana, a abertura do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), atendendo ao pedido da administração municipal, também libera a Prefeitura da Capital para definir a administração da nova unidade de saúde.

 

Com a liberação da magistrada, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anuncia em coletiva de imprensa na segunda-feira (11), se a administração será direta pela Secretaria Municipal de Saúde ou pela Empresa Cuiabana de Saúde Pública. Independente de qual seja a gestão escolhida, será realizado processo seletivo para o preenchimento de vagas, com prazo máximo de 240 dias, conforme determina a juíza. (mais…)

13
11

MT: Aumentam as críticas à aprovação de Empresa Cuiabana de Saúde

Em audiência pública realizada nesta quarta-feira (13), na Câmara de Cuiabá para discutir a criação da Empresa Cuiabana de Saúde, a médica e membro do Comitê em Defesa da Saúde Pública, Eliana Curvo, criticou a forma como foi votado o projeto de Lei, encaminhado pela Prefeitura de Cuiabá ao Legislativo. A pauta votada em regime especial de urgência, no dia 10 de outubro e sancionada duas semana depois, para Eliana, foi um desrespeito aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A audiência contou com a presença em massa de servidores públicos e representantes de Saúde de Cuiabá.

“Os vereadores nem leram o processo. Eles votaram em minuta porque não teve a Lei integral. O prefeito Mauro Mendes diz que conversou com o Conselho de Medicina e que o mesmo aprovou a criação da empresa, mas não, o que o Conselho votou foi para ser criada uma fundação e não a empresa, para o Hospital das Clínicas. O que foi discutido com Conselho foi uma coisa e aprovado outra”, disparou. A reportagem é de Lis Ramalho.

 

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI.

 

Publicicade

Publicicade