Arquivo da Tag: "ELEIÇÕES 2018"
21
02

PDT lança deputado Zeca Viana como pré-candidato ao governo de Mato Grosso

O diretório estadual do Partido Democrático Trabalhista em Mato Grosso (PDT-MT) decidiu, por unanimidade, lançar o deputado estadual Zeca Viana como pré-candidato ao governo do Estado. Prefeitos, vereadores e lideranças pedetistas de todas as regiões de Mato Grosso estiveram presentes na 1ª reunião ordinária do diretório estadual em 2018.

 

“Eu me sinto honrado com o prestígio que o meu partido me deu com a indicação unânime do meu nome como pré-candidato ao governo e eu, como um soldado do partido, aceito com bom grado essa missão que me foi dada”, disse Zeca. (mais…)

21
02

Temer fez intervenção pensando em se reeleger, diz Lula à rádio de MG

Por Estadão Conteúdo

 

 

A intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro é uma “pirotecnia” criada pelo governo do presidente Michel Temer para tentar reelegê-lo, acusou nesta quarta-feira, 21, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em entrevista à rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, o líder petista afirmou ainda que não descarta alianças com o MDB nos Estados, uma vez que o partido seria uma “federação de grupos regionais” que não teria sido inteiramente favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

 

“Acho que o Temer está encontrando um jeito de ser candidato à Presidência da República. E acho que ele achou que a segurança pública pode ser uma coisa muito importante para ele pegar um nicho de eleitores do Bolsonaro”, afirmou Lula, que está na capital mineira para um evento de comemoração dos 38 anos de fundação do Partido dos Trabalhadores. (mais…)

17
02

Aliados reveem acordos com o PT no Nordeste

Eduardo Frazão/Estadão Conteúdo

Por Estadão Conteúdo

 

 

Após o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) confirmar a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aliados do petista no Nordeste ameaçam rever acordos locais com o partido. A decisão em segunda instância no caso do triplex do Guarujá tende a tornar o petista inelegível e sua eventual candidatura ao Planalto dependeria de decisões judiciais.

 

 

Líderes do MDB já avaliam romper alianças ou recuar em acertos prévios com o PT caso a sigla tenha outro candidato a presidente. O Nordeste é o principal reduto eleitoral do ex-presidente. Em agosto do ano passado, Lula percorreu a região em uma caravana na qual começou a costurar alianças para as eleições deste ano.

 

(mais…)

14
02

TSE libera mais R$ 888 milhões para campanhas de 2018

Por Estadão Conteúdo

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou os partidos políticos a usarem o Fundo Partidário para bancar as campanhas de seus candidatos nestas eleições, destaca o jornal O Estado de S. Paulo na sua edição desta quarta-feira, 14. Para este ano, o valor aprovado pelo Congresso é de R$ 888,7 milhões, dos quais R$ 780,3 milhões oriundos de dotação da União. Com a decisão do TSE, esse valor se somará ao do fundo público eleitoral de R$ 1,7 bilhão, aprovado pelo Congresso no ano passado.

O uso do Fundo Partidário nas eleições causa divergências entre os partidos. As legendas mais estruturadas queriam barrar o uso dos recursos sob o argumento de que seria desleal a competição com siglas menores, que conseguem guardar verba ao longo do ano para despejar na eleição de seus candidatos, enquanto as siglas maiores precisam investir os valores para manter o dia a dia partidário. (mais…)

13
02

Para Niuan, PTB deve ser oposição a Taques no processo eleitoral

Por Hipernotícias

 

 

Um dos principais articuladores para a eleição do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), o PTB de Mato Grosso deverá continuar na oposição à candidatura à reeleição do governador Pedro Taques (PSDB). O prognóstico foi dado pelo atual vice-prefeito da Capital e membro do partido, Niuan Ribeiro, que entende ser natural não apoiar o tucano na disputa de outubro deste ano.

 

 

Ribeiro lembra que o partido tem colocada à disposição do grupo a pré-candidatura do conselheiro afastado do Tribunal de Conta do Estado (TCE), Antônio Joaquim, embora reconheça a dificuldade imposta pela Justiça, que suspendeu o processo de aposentadoria dele. (mais…)

13
02

Planalto coloca Huck no radar e pressiona aliados

Foto: Divulgação

Por Estadão Conteúdo

 

Sem expectativa de manter a unidade dos partidos aliados na eleição, o Palácio do Planalto mudou a estratégia e passou a elogiar o apresentador Luciano Huck, sob o argumento de que ele pode até mesmo ter o apoio do MDB, se for candidato à cadeira do presidente Michel Temer. O movimento foi calculado para reagir às articulações do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na tentativa de mostrar que o MDB pode desequilibrar o jogo.

 

Dono do maior tempo de TV na propaganda política, o partido de Temer não pretende avalizar Huck, que hoje flerta com o PPS. Com a nova tática, porém, demarca o território para deixar claro que se não querem o seu “dote” por medo da impopularidade do presidente, um outsider na política pode levá-lo e sair na frente nessa corrida. (mais…)

13
02

Sob pressão, PSDB avalia filiar França à legenda

Por Estadão Conteúdo

 

 

Porto seguro do PSDB nas eleições presidenciais, o colégio eleitoral paulista é hoje motivo de grande preocupação para os tucanos, em especial para o governador do Estado, Geraldo Alckmin. Pré-candidato ao Planalto, Alckmin ainda não conseguiu unir o partido em torno de um palanque forte para sua sucessão no Palácio dos Bandeirantes. Encerrado o carnaval, os próximos dias serão decisivos em busca de uma solução para o impasse. Entre as opções à mesa, está até a filiação do atual vice-governador, Márcio França (PSB), ao PSDB.

 

 

Além de França, o Palácio dos Bandeirantes tem como postulantes à candidatura governista o prefeito de São Paulo, João Doria, o secretário Floriano Pesaro, o cientista político Luiz Felipe D’Ávila e o ex-senador José Aníbal, todos do PSDB. Há ainda a pressão do Planalto para que Alckmin apoie Paulo Skaf, do MDB, em troca da força do Planalto na eleição nacional.

 

 

(mais…)

12
02

Mudanças no Facebook podem favorecer “noticías falsas”

Por Estadão Conteúdo

 

Especialistas avaliam que a alteração feita pelo Facebook no algoritmo da rede social pode favorecer à disseminação de notícias falsas (as chamadas “fake news”). A mudança tem como objetivo privilegiar conteúdo de interação pessoal, em vez daquele produzido por empresas de notícias.

 

O coordenador do curso de ciência de dados da Future Law/IDP-São Paulo, Alexandre Zavaglia Coelho, afirma que, além das fake news a alteração pode contribuir para ‘a criação de bolhas de pensamento, até a diminuição de canais de notícias, tão importantes para a diversidade de pensamento e para a democracia’.

(mais…)

12
02

Economista propõe Plano Liberal para Bolsonaro

Por Estadão Conteúdo

 

A tentativa do deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência da República, de se apresentar como opção liberal-conservadora nas eleições de outubro começa a ganhar contornos mais definidos pelas mãos do economista Paulo Guedes, anunciado como seu possível ministro da Fazenda, caso ele seja eleito.

 

Com uma trajetória política marcada por posições nacional-desenvolvimentistas, de viés estatizante, que ainda geram muita desconfiança entre os liberais, Bolsonaro diz agora que deixará as decisões ligadas à economia para Guedes, cujas ideias são conhecidas e respeitadas no mundo dos negócios, para tentar dar alguma consistência à sua propalada conversão ao liberalismo.

 

(mais…)

06
02

Jayme Campos não descarta candidatura ao Governo: “Estou pronto para a guerra”

O secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, ex-senador Jayme Campos (DEM) afirmou que “está pronto para ir para a guerra” quando questionado, na manhã desta terça-feira (6), se havia possibilidades de disputar o Governo do Estado. O democrata descarta a possibilidade de disputa proporcional e vê com bons olhos também o projeto ao Senado.

 

 

Nacionalmente, o Democratas poderá lançar a candidatura do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao Palácio do Planalto e conforme o ex-deputado federal Júlio Campos (DEM), já haveria pedido da Nacional para que um nome fosse viabilizado em Mato Grosso, garantindo assim palanque a Maia. (mais…)

Publicicade

Publicicade