Arquivo da Tag: "ECONOMIA"
19
07

Montezano diz que economia brasileira está em colapso

Por Estadão Conteúdo

 

O novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, afirmou nesta sexta-feira, 19, que a economia brasileira está em colapso por causa de erros da política econômica de governos anteriores, que levaram o Estado a “crescer demais”.

 

“O principal desafio da política econômica corrente é desfazer o estrago que foi feito antes”, afirmou Montezano, em discurso em cerimônia de apresentação pública aos funcionários, no auditório da sede do BNDES, no Rio. Montezano tomou posse em cerimônia na terça-feira, em Brasília. (mais…)

21
06

‘Só a Previdência não vai nos recolocar na rota das altas taxas de crescimento’

Por Estadão Conteúdo

 

Secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida alerta que a reforma da Previdência é essencial para resolver o problema fiscal do País, mas não será suficiente para garantir a retomada de altas taxas de crescimento. “Honestamente, estamos numa situação tão ruim que só isso não basta mais. O PIB vai sair de 0,8% e vamos para 1,6%? Continua sendo baixo”, disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. “Hoje esse 1,6% está quase um sonho muito distante. Temos de agir para a coisa não ficar pior ainda”.

 

Segundo ele, há pouco tempo para colocar na rua medidas de estímulo que possam mudar a trajetória do Produto Interno Bruto (PIB) ainda neste ano: “Se essas medidas saírem em um ou dois meses, ainda tem efeito. Mas, se formos começar em setembro, por exemplo, muito difícil”. “Tem de ficar muito claro para todos: a economia brasileira não está indo bem.” Ele não quis fazer previsões de quando o País voltará a fazer superávit fiscal. (mais…)

21
05

TCE mantém Plano de Demissão Voluntária da MTI e processos serão retomados

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE) decidiu, durante julgamento nesta terça-feira (21), manter o Plano de Demissão Voluntária (PDV) dos empregados públicos da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI). Com isso, todos os processos que estavam suspensos serão retomados.

 

Em julgamento do pleno do TCE, a maioria dos conselheiros decidiu não homologar a decisão singular da conselheira interina Jaqueline Jacobsen, que havia suspendido o PDV. Na ocasião da decisão, 176 empregados haviam aderido ao plano de demissão e 68 já haviam saído da empresa nos meses de janeiro, fevereiro e março deste ano.

 

No recurso de agravo, a MTI apontou inúmeros benefícios financeiros ao adotar o PDV e a importância de considerar a vantajosidade do plano de incentivo à demissão, em detrimento de eventuais demissões sem justa causa. Segundo o estudo apresentado pela MTI referente aos 176 empregados que haviam aderido ao plano, o PDV custaria em torno de R$ 107 milhões, de 2019 a 2022, enquanto as demissões imediatas totalizariam R$ 118 milhões. (mais…)

16
05

Impasse na reforma trava investimentos

Por Estadão Conteúdo

À espera do desfecho das discussões sobre a reforma da Previdência, muitas empresas projetaram a melhora da economia e a retomada da expansão de seus negócios neste ano. “O governo criou uma expectativa no mercado, que ainda não foi concretizada”, diz Istvan Kasnar, professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV-Ebape).

 

Segundo Kasnar, as indústrias ainda sofrem impacto dos erros da política econômica dos últimos anos e podem ter de rever projeções em função do que ainda está “na promessa”. “Ao considerar a reforma da Previdência uma bala de prata para a recuperação da economia, o governo esquece que tem toda uma agenda maior de reformas que devem ser colocadas em prática”, diz ele, referindo-se ao déficit das contas públicas. (mais…)

25
04

Reforma vai gerar economia de R$ 1,236 trilhão em 10 anos, diz governo

Por Agência Brasil

 

A economia prevista pelo governo com a reforma da Previdência pode chegar a R$ 1,236 trilhão, em 10 anos. O novo número foi divulgado hoje (25) pelo Ministério da Economia, ao apresentar o impacto detalhado da proposta de reforma.

 

O impacto de mudanças na aposentadoria rural será de R$ 92,4 bilhões e a urbana, R$ 743,9 bilhões, em 10 anos.

 

As mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BCP) são de R$ 34,8 bilhões, e no abono salarial, de R$ 169,4 bilhões.

20
04

‘O Brasil precisa apressar o passo nas reformas’, diz conselheiro de Paulo Guedes

Por Estadão Conteúdo

 

Um dos principais conselheiros do ministro Paulo Guedes, o ex-presidente do Banco Central Carlos Langoni diz que o País precisa “apressar o passo” e acelerar o cronograma de reformas desenhado pela equipe econômica, que inclui mexer na Previdência e na estrutura tributária para então promover a abertura comercial. Isso porque o processo de “desaceleração sincronizada” da economia mundial impõe mais desafios ao Brasil. “O ideal é que até o fim do ano possamos entrar na agenda pró-mercado”, diz Langoni, que é diretor do Centro de Economia Mundial da FGV.

 

Essa agenda envolve o “choque de energia barata” anunciado por Guedes, um dos temas que Langoni aborda em seus encontros frequentes com o ministro. A ideia é desregulamentar o setor e abrir o mercado de gás de forma a aumentar os investimentos e baixar o custo ao consumidor final. “Há potencial para deslanchar uma onda de investimentos em setores como petroquímica, fertilizantes, siderurgia, mineração, papel e celulose”, diz.

(mais…)

19
04

Geração digital muda cursos de economia e Bolsa

Por Estadão Conteúdo

 

Flutuações do câmbio, rentabilidade, liquidez, day trade, commodities. Se até há pouco termos como esses compunham o vocabulário apenas dos profissionais do mercado financeiro, hoje eles fazem parte do repertório de muita gente e são debatidos no transporte público, em happy hour ou nos almoços dominicais em família. Essa “popularização” é resultado principalmente da proliferação das plataformas digitais – em um clique, qualquer pessoa consegue colocar economias no mercado de ações.

 

Se por um lado a tecnologia instiga o surgimento do “investidor amador”, por outro traz um desafio aos cursos formadores de quadros para a área, como Economia e Contabilidade. Ao atenderem a uma demanda crescente de estudantes que já fizeram uma degustação do mercado financeiro, essas graduações têm de ajustar sua matriz curricular a esse cenário. Isso significa tanto inserir disciplinas ligadas à modernização do sistema financeiro como advertir esses jovens a terem os pés no chão. Para garantir uma vaga nesse mercado já concorrido – que deve ficar ainda mais sob a perspectiva de que o avanço da reforma da Previdência leve a bolsa a quebrar recordes -, é preciso mesclar os tradicionais conhecimentos de Matemática às recentes ferramentas de inteligência artificial. (mais…)

05
03

Lance por aeroporto será de R$ 218 mi

Aeroporto de Recife é considerado “chamariz”

Por Estadão Conteúdo

 

Apesar do crescimento fraco da economia brasileira e do desempenho pífio dos aeroportos já concedidos à iniciativa privada, deve ser alta a demanda do primeiro leilão de privatização do governo de Jair Bolsonaro – marcado para 15 de março -, segundo fontes ouvidas pelo ‘Estado’. Os 12 aeroportos, que respondem por 9,5% do mercado doméstico, devem render R$ 218 milhões de outorga mínima inicial para a União. Nos primeiros cinco anos, os vencedores terão de investir R$ 1,47 bilhão na melhoria dos terminais.

 

O bloco do Nordeste – que inclui os terminais de Recife, Maceió, João Pessoa, Aracaju, Campina Grande e Juazeiro do Norte – será o mais demandado pela proximidade com a Europa e pelo já intenso fluxo de turistas na região. Uma fonte do mercado disse esperar até dez concorrentes para o bloco, que tem o aeroporto de Recife como principal chamariz. O terminal recebeu, no ano passado, 8,3 milhões de passageiros, registrando um número recorde e um aumento de 9% na comparação com 2017. (mais…)

27
02

Contratos da Casa Civil serão reavaliados para reduzir despesas

A Casa Civil publicou uma portaria que determina a reavaliação de todos os contratos do órgão, levando em consideração os critérios de necessidade e economicidade, e a meta de redução de despesas em 20% anunciada pelo governo. A publicação saiu no Diário Oficial que circula nesta quarta-feira (27).

 

A medida atinge também todos os contratos absorvidos pelo órgão, que após a reforma administrativa passou a ter em sua estrutura a comunicação do Estado. O objetivo é atender ao decreto nº 08/2019, que estabelece diretrizes para controle, reavaliação e contenção das despesas em toda a administração direta e indireta. (mais…)

08
02

Prefeitura de Cuiabá economiza R$ 6 milhões com adoção do sistema Táxi Pref

Representantes do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) estiveram na secretaria de Gestão de Cuiabá nesta semana para reunir informações sobre o Táxi Pref. O sistema adotado pela Prefeitura de Cuiabá conecta servidores a motoristas de táxi por meio da plataforma Meia Bandeirada, aumentando o controle sobre percursos e diminuindo despesas. De acordo com a secretária de Gestão do Município, Ozenira Félix, a expectativa de economia para os cofres públicos é de R$ 6 milhões. Foi esta estimativa que atraiu a atenção do TRT.

 

A partir deste mês, o serviço, testado por três meses nas pastas de Gestão e Governo, se estende a todas as 20 secretarias que compõe a administração municipal.  (mais…)

Publicicade

Publicicade