Arquivo da Tag: "DELTAN DALLAGNOL"
06
12

Mensagens entre Moro e Dallagnol na Lava Jato são ‘absolutamente comuns’, diz PGR

Por Estadão Conteúdo

 

A Procuradoria-Geral da República afirmou ser “absolutamente comum” que membros do Ministério Público conversem com o juiz sem a presença da defesa. O entendimento consta em manifestação encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF) no processo movido pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que cobra a suspeição de Sergio Moro após a divulgação de mensagens atribuídas ao ex-juiz e membros da Lava Jato.

 

“Em nosso sistema, a lei não exige que uma parte só tenha contato com o julgador na presença da outra. É absolutamente comum que membros da Advocacia e do Ministério Público conversem com o julgador sem a presença da outra parte”, afirma a PGR, ao explicar que, se as mensagens fosse comprovadas reais, não poderiam ser classificadas como conduta ilícita.

(mais…)

12
09

Cobrado, Alcolumbre ‘destrava’ votação de nomes para conselho do MP

Por Estadão Conteúdo

 

Depois de segurar a votação em plenário por mais de dois meses, o Senado aprovou às pressas nesta quarta-feira (11) a indicação de quatro nomes para integrar o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), órgão responsável por fiscalizar a atuação de membros do MP em todo o País. A votação, feita em meio ao descontentamento de integrantes da Casa com a atuação de procuradores na Operação Lava Jato, ocorreu após o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ser cobrado pelos colegas sobre a demora na avaliação dos nomes dos conselheiros.

 

Até o dia 24 deste mês, nove mandatos de 14 conselheiros do CNMP chegarão ao fim. Nesta quarta-feira, o plenário do Senado aprovou a indicação de Sebastião Caixeta (indicado pelo Ministério Público do Trabalho), Silvio Amorim (MP Federal), Rinaldo Reis (MP Estadual) e Oswaldo D’Albuquerque (MP Estadual) para o conselho. Os dois primeiros foram reconduzidos ao cargo para mais dois anos, enquanto Rinaldo e Oswaldo são novatos. (mais…)

13
08

Conselho Nacional do MP desarquiva reclamação contra Deltan

Por Estadão Conteúdo

 

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) impôs na manhã desta terça-feira (13) dois reveses ao coordenador da força-tarefa da Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol.

 

Na sessão desta manhã, o órgão decidiu desarquivar uma reclamação disciplinar contra os procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon, integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, em função de supostas mensagens trocadas entre eles e publicadas pelo site The Intercept Brasil e pelo jornal Folha de S.Paulo. (mais…)

08
08

Promotores linha dura criam #EuApoioDeltan

Por Estadão Conteúdo

 

Os promotores e procuradores da linha dura criaram #EuApoioDeltan e alegam que tolerar eventual afastamento do coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato “equivale a ser conivente com corruptos, com a cleptocracia, com a vitória do mal”.

 

Por meio da entidade que os reúne, o Ministério Público Pró-Sociedade, os apoiadores de Deltan Dallagnol afirmam que “seria ato ilegal e inconstitucional tal afastamento, com base em dados telemáticos ilicitamente obtidos, inclusive, sem qualquer tipo de perícia que comprove a veracidade ou não das informações ali contidas: até porque inviável constitucional e tecnicamente”.

(mais…)

01
08

Justiça Federal impõe prisão preventiva a supostos hackers de autoridades

Por Estadão Conteúdo

 

A Justiça Federal do Distrito Federal (DF) decidiu que os suspeitos de hackear autoridades devem permanecer presos por tempo indefinido. A prisão preventiva foi determinada pelo juiz Ricardo Leite na noite desta quinta-feira (1) no limite do prazo para a prisão temporária. A decisão foi tomada a pedido da Polícia Federal.

 

O grupo formado por Walter Delgatti Neto, Gustavo Henrique Santos, Suelen Priscila Oliveira e Danilo Marques está preso desde o dia 23 de julho, sob suspeita de hackear os celulares do ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), do procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato no Paraná, e de até mil autoridades dos três Poderes.

(mais…)

16
07

PGR chama força-tarefa da Lava Jato para discutir posicionamento sobre mensagens

Por Estadão Conteúdo

 

Um mês após o início da divulgação de mensagens supostamente trocadas nos últimos anos entre procuradores da Lava Jato e o então juiz Sergio Moro, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, receberá nesta terça-feira (16) integrantes da força-tarefa sediada em Curitiba. Convocada por Dodge, a reunião marcada para esta terça tem o objetivo de avaliar toda a situação do ponto de vista institucional.

 

Reportagens do site The Intercept, em parceria com outros veículos de comunicação, põem em xeque a conduta de procuradores e do ministro Sergio Moro, ao revelar supostos diálogos travados entre Deltan Dallagnol e outros integrantes do MPF e do próprio ex-juiz federal. Os citados afirmam não reconhecerem a autenticidade das mensagens, negam irregularidades e se dizem vítimas de crime de hackers que tentam manchar os feitos e anular processos ligados à operação. (mais…)

23
06

Mensagens sugerem articulação para proteger Moro e evitar tensão com STF

Por Estadão Conteúdo

 

O jornal Folha de S.Paulo, em parceria com o site The Intercept Brasil, publicou neste domingo (23) novas mensagens atribuídas ao ministro da Justiça, Sérgio Moro (ex-juiz federal), e ao procurador da República Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato em Curitiba. Os diálogos, segundo os veículos, sugerem que, em 2016, membros da força-tarefa do Ministério Público Federal se articularam para proteger Sérgio Moro e evitar tensões com o Supremo Tribunal Federal (STF).

 

A reportagem aponta que o tema central das mensagens eram documentos da empreiteira Odebrecht que haviam sido anexados, sem sigilo, pela Polícia Federal a um processo da Lava Jato em 22 de março de 2016. Fazia parte do material uma ‘superplanilha’ com nomes de políticos associados a pagamentos da empreiteira. (mais…)

18
06

‘O objetivo claro é libertar Lula e destruir Moro’, diz Santos Lima

Por Estadão Conteúdo

 

Ex-integrante da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, o procurador aposentado Carlos Fernando dos Santos Lima disse acreditar que o vazamento de conversas atribuídas ao então juiz Sergio Moro (hoje ministro da Justiça) e a procuradores da República seja parte de “uma campanha orquestrada” com “objetivo claro” de libertar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. Lima atuou na força-tarefa de 2014, quando foi deflagrada a primeira fase da operação, até 2018.

(mais…)

14
06

‘Se quiserem publicar tudo, publiquem. Não tem problema’, afirma Sérgio Moro

Por Estadão Conteúdo

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que não vai se afastar do cargo. Alvo de ataque cibernético e de vazamento de diálogos atribuídos a ele com procuradores da Lava Jato, no Telegram, Moro disse que o País está diante de “um crime em andamento”, promovido, conforme sua avaliação, por uma organização criminosa profissional. Moro afirmou que não há riscos de anulação do processo do triplex do Guarujá (SP), que levou à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

 

O ex-juiz da Operação Lava Jato vê viés político-partidário na divulgação das mensagens tiradas de aplicativo do coordenador da força-tarefa em Curitiba, Deltan Dallagnol. Ele falou em “sensacionalismo” e disse que réus e investigados da Lava Jato teriam interesse no caso. O ministro não reconhece a autenticidade das mensagens e, na primeira entrevista após ter virado alvo dos hackers, desafiou a divulgação completa do material.

(mais…)

10
06

Lava Jato: força-tarefa cita ‘viés tendencioso’ em site e reafirma imparcialidade

Por Estadão Conteúdo

 

A força-tarefa da Operação Lava Jato emitiu nota na madrugada desta segunda-feira (10) na qual critica o vazamento de supostas mensagens entre integrantes do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná e o ministro Sérgio Moro, quando este era juiz, e reafirma a atuação imparcial da Justiça.

 

“A imparcialidade da atuação da Justiça é confirmada por inúmeros pedidos do Ministério Público indeferidos, por 54 absolvições de pessoas acusadas, e por centenas de recursos do Ministério Público”, diz o texto. (mais…)

Publicicade

Publicicade