Arquivo da Tag: "CRISE"
27
06

Membros do PSB prometem luta “até o fim”

Em reunião realizada nesta segunda-feira (26), uma parte considerável dos integrantes do PSB de Mato Grosso defendeu a realização de eleições diretas para definir o comando da sigla no Estado. Eles afirmaram que não reconhecem o deputado Valtenir Pereira como presidente estadual do partido, alçado a esta condição por decisão da Executiva Nacional.

 

Água e óleo

Um dos mais exaltados no encontro foi o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, ainda filiado ao PSB. Ele classificou a decisão que nomeou Valtenir como líder estadual da legenda como “safadeza” e “ingratidão”. O ex-prefeito foi um dos responsáveis pela reconstrução do PSB, em 2013, quando Valtenir deixou o partido para fundar o Pros.

 

Diretas Já

O grupo, que conta com todos os deputados estaduais e federais do partido, além de diversos prefeitos e vereadores, defende a realização de eleições diretas para a definição do novo presidente, destituindo assim Valtenir do comando da legenda.

 

Na Justiça

Se a Executiva Nacional não aceitar o pedido, o grupo não descarta buscar a Justiça para fazer valer seus direitos. Certo, mesmo, é que ninguém parece disposto a entregar “de mão beijada” uma das maiores legendas em Mato Grosso ao deputado federal.

 

Cheio de problemas

Não bastassem os problemas enfrentados enquanto ministro, Blairo Maggi (PP) foi envolvido em um caso de polícia. Isso porque a Força Aérea Brasileira (FAB) abateu uma aeronave que transportava 653 quilos de cocaína e, segundo o piloto, teria decolado de uma das pistas de uma fazenda arrendada pela Amaggi, em Mato Grosso.

 

Precipitação

De forma bastante açodada, diversas pessoas passaram a ligar a ocorrência policial ao ministro, que chegou a estar entre os assuntos mais comentados no Twitter nesta segunda-feira (26). Blairo simplesmente nada tem a ver com o fato e é de se lamentar como, de forma maldosa, algumas pessoas tentam ligá-lo a este fato.

 

Onze pistas

Boa parte das pessoas que fizeram isso não faz a menor ideia da extensão da fazenda de onde, supostamente, os criminosos teriam partido. A Fazenda Itamarati conta com 11 pistas autorizadas para pouso eventual (apropriadas para a operação de aviões agrícolas, o que não demanda vigilância permanente) localizadas em pontos esparsos de 54,3 mil hectares de extensão.

 

Área vulnerável

Portanto, é impossível que haja alguma forma da empresa impedir grupos criminosos, fortemente organizados que, de forma clandestina, utilizam pistas em diversas fazendas da região. A região onde está localizada a fazenda, inclusive, tem sido vulnerável à ação de grupos do tráfico internacional de drogas, dada a sua proximidade com a fronteira boliviana.

 

Auxílio

Além disso, em abril deste ano, a Amaggi prestou apoio à Polícia Federal, quando uma aeronave clandestina pousou em uma das pistas auxiliares da fazenda. Na ocasião, a PF realizou ação de interceptação com total apoio da empresa, ação que resultou na apreensão do entorpecente.

 

Crise na caserna

O Conselho de Coronéis da Polícia Militar transferiu a data da posse do novo comandante-geral da corporação, coronel Marcos Vieira da Cunha para quinta (29) às 19h. Em nota, o conselho afirma que a informação divulgada pelo governo ocorreu sem consulta prévia à PM. O governo havia definido que a solenidade seria realizada nesta quarta-feira (28).

03
06

Crise na JBS bagunça mercado de boi gordo

1

O tamanho da JBS sempre preocupou os pecuaristas do País: um soluço na empresa, que em alguns Estados é responsável por mais da metade do abate de gado, afetaria toda a cadeia. Foi exatamente o que aconteceu depois de o setor ter sido atingido por duas crises seguidas – a Operação Carne Fraca e a divulgação da delação do empresário Joesley Batista, dono do frigorífico. (mais…)

31
05

Blog do Mauro no Hipernotícias

 

Crise dos grampos deve se ampliar

O depoimento prestado por uma sargento da PM que revelou a existência de uma “base” de interceptações clandestinas, fora do Comando-Geral da corporação vai ampliar, e muito, o espectro das investigações do caso.

 

Vem bomba

Fonte da coluna que tem acesso às investigações garante que até sexta-feira (2) uma bomba poderosa, a respeito destes grampos, vai explodir. De acordo com a mesma pessoa, a gravidade do que deverá ser revelado vai estremecer Mato Grosso.

 

Muito tempo

Uma outra fonte da coluna garante que com este depoimento da sargento será possível apurar, por exemplo, que escutas clandestinas eram feitas há mais tempo do que se imagina e que a quantidade de grampeados vai passar, tranquilamente, a casa do milhar.

 

Fora da PM

À medida em que os fatos vão sendo revelados, fica cada vez mais evidente que não pode ser a Polícia Militar a responsável pela investigação dos grampos clandestinos.

 

Pressa

De olho no que pode ter sido ouvido pelo esquema, a seccional de Mato Grosso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MT) cobrou pressa da Procuradoria-Geral da República (PGR) na investigação do caso. Mais, querem acesso à investigação.

 

Sem avanço

Já virou rotina na administração estadual. O governo anuncia uma medida de impacto sem conversar com as outras partes, há uma gritaria generalizada e, em seguida o recuo. Foi assim o que ocorreu com o Pacto pela Saúde.

 

Comissão

Depois que os prefeitos se mobilizaram, por medo de perderem seu quinhão no Fethab, o governador Pedro Taques (PSDB) decidiu implantar uma comissão para tratar de medidas que visem acabar com o caos na Saúde. Enquanto o grupo trabalhar, ele assegura que irá tirar recursos da Fonte 100 para quitar os repasses atrasados.

 

Não abrem mão

Aliás, é impressionante como os poderes e órgãos da administração são intransigentes quando se trata de recursos constitucionais. Posam de bons moços, preocupados, mas não abrem mão de nenhum centavo, enquanto o Executivo acumula todo o desgaste.

 

Contra

Outro setor que se mostra intransigente é o do agronegócio. Em nota, eles se mostraram contra o governo remanejar recursos do Fethab para a Saúde, ainda que em caráter emergencial. Defendem a manutenção de estradas, mesmo que por elas passem a trafegar cada vez mais carros funerários.

 

Esquentando

Os advogados Alexandre Abreu e Leonardo Moro deixaram as defesa do ex-secretário Pedro Nadaf e do ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa (PMDB), Sílvio Cezar Corrêa Araújo. A movimentação causou burburinho no meio jurídico, à medida em que se aproxima a data do depoimento do ex-governador.

 

24
05

Blog do Mauro no Hipernotícias

 

Prisão de coronel agrava crise dos grampos

O juiz militar Marcos Faleiros, de ofício, determinou a prisão do ex-comandante geral da PM, coronel Zaqueu Barbosa, e do cabo Gerson Luiz Ferreira Correa Júnior, acusados de participação no esquema de escutas ilegais que atuava em Mato Grosso.

 

Sem espera

Embora justifique a prisão pelo temor de destruição de provas e pela garantia da ordem pública, o juiz não quis aguardar o avanço das investigações, instauradas tanto na Polícia Militar quanto na Polícia Civil, além é claro da apuração que será feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

 

Repercussão

Boa parte da decisão, inclusive, é composta por relatos e informações divulgadas por diversos veículos de imprensa, que começou há pouco mais de 10 dias.

 

Apoio

O Governo de Mato Grosso, por meio do Gabinete de Comunicação (GCom), manifestou apoio às investigações, mas pregou cautela na emissão de qualquer juízo de valor acerca dos militares, sendo necessário aguardar o término das investigações.

 

Emergência

Na noite desta  terça-feira (23), no condomínio Florais, o governador Pedro Taques (PSDB) reuniu-se com o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, o chefe da Casa Militar Evandro Alexandre Lesco e outros membros do governo para avaliar a situação dos grampos, agravada pela prisão  do ex-comandante geral da PM.

 

Com delação?

Membro da família do coronel Zaqueu Barbosa revelou que o militar reformado não está disposto a assumir sozinho a responsabilidade pelas escutas clandestinas.

 

Sem delação

Já em relação ao escândalo da JBS, a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso (OAB/MT), defende a análise do termo de colaboração dos executivos da empresa. Por entender que o acordo foi “benéfico demais” com os empresários, a entidade defende a impugnação da delação.

 

Pecuaristas

O vice-governador Carlos Fávaro (PSD) recebe nesta quarta-feira (24), em seu gabinete, um grupo de pecuaristas para discutir questões relacionadas ao setor pecuário mato-grossense. Entre os principais assuntos estão os problemas enfrentados pelos produtores na comercialização dos animais.

 

Efeito JBS

Um dos principais problemas enfrentados pelos produtores são as tratativas com a JBS, detentora da maior parte das plantas frigoríficas do estado, e a insegurança do mercado diante da crise gerada pela empresa no Brasil. Segundo fontes da coluna, a empresa quer fazer o pagamento do gado à prazo e os pecuaristas preferem, por medo do futuro da empresa, receber à vista.

 

Embate

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) entrará com uma ação na Justiça contra o Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintep).  Em ofícios direcionados aos professores, o sindicato está comunicando que eles não seriam obrigados a corrigir o calendário afetado pelas aulas perdidas durante a greve de 67 dias ocorrida no ano passado, e que não deveriam aceitar lecionar aos sábados.

 

Ditadura da toga

Simplesmente um absurdo a divulgação de conversas telefônicas entre o jornalista Reinaldo Azevedo e Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves (PSDB), atualmente presa. O sigilo de fonte é uma prerrogativa do jornalismo e o diálogo não guarda nenhum tipo de relação com a investigação.

 

Retaliação

Uma das possibilidades, levantadas pelo próprio Azevedo, para que ocorresse a divulgação tem a ver com sua postura, crítica aos rumos da Operação Lava Jato. “Tornar público esse tipo de conversa é só uma maneira de intimidar jornalistas. Em qualquer democracia do mundo, a divulgação da conversa de um jornalista com sua fonte seria considerada um escândalo. Por aqui, não”, destacou o jornalista em nota.

23
05

Blog do Mauro no Hipernotícias

 

A senha

O presidente Michel Temer (PMDB) deu a senha aos políticos que defendem sua saída do comando do país. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o peemedebista afirmou que não renunciará. “Se quiserem, me derrubem”, afirmou. No meio político, a postura foi encarada não como uma declaração de guerra, mas como uma senha para os próximos desdobramentos.

 

O cara

Enquanto discutem a melhor forma de retirar Temer do poder, os políticos já discutem nomes para assumir a presidência até o fim de 2018. O nome mais forte é o do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, único capaz, na visão da maioria, de dar continuidade às reformas.

 

Botafogo, não

Outra possibilidade seria a do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), ser efetivado no cargo. A chance,  no entanto, é praticamente remota, uma vez que o político foi citado na lista da Odebrecht, com o codinome “Botafogo”.

 

Impeachment

Sempre defensora do “devido processo legal”, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) não esperou nem o avanço no inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente para decidir pela apresentação de um novo pedido de impeachment, sem dar ao peemedebista nenhuma chance de defesa. Pegou mal.

 

Prevaricação

Questionado sobre a pressa em deliberar, elaborar um relatório, votar e preparar um pedido de impeachment, o presidente da entidade, Claudio Lamacchia, disse que o que foi mostrado na gravação, que ainda não passou por perícia, é suficiente para o afastamento de Temer.

 

Dificuldades

A paralisia que tomou conta de Brasília desde a última semana pode influenciar negativamente a liberação dos recursos ao Governo de Mato Grosso para a conclusão das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). O aval da operação foi dado exatamente por Temer, fruto de empenho pessoal do governador Pedro Taques (PSDB).

 

Embates

Além das questões financeiras, o aspecto político do acordo também se mostra complicado. Depois de serem “patrolados” na CPI das Obras da Copa, os membros da oposição articulam com alguns situacionistas descontentes a formação de um bloco para atrasar o pedido, enviado pelo Executivo, para a concretização do empréstimo junto à Caixa.

 

Uma boa

A única notícia boa acerca das obras do VLT vem justamente de onde menos se esperava. O Ministério Público tende a dar o aval para o acordo entre o Estado e o consórcio responsável pelas obras. Isso deverá ocorrer nos próximos dias.

 

Perícia

A única coisa que atravanca o processo é a realização de uma perícia, por parte do Ministério Público Federal (MPF), no acordo. Quem acompanha o caso de perto garante que os trabalhos estão avançando e nenhum grande problema foi encontrado.

 

Em festa

O Jornal A Gazeta completa hoje 27 anos de sua fundação. De lá para cá, se tornou o jornal mais lido em Mato Grosso, conquistando relevância e credibilidade. A todos os funcionários do Grupo Gazeta de Comunicação, na pessoa de seu presidente, João Dorileo Leal, a coluna envia os parabéns.

19
05

Jornais internacionais divulgam áudio de Temer e repercutem crise em Brasília

1Os jornais internacionais continuam a repercutir a crise em Brasília após a divulgação de áudios comprometedores do presidente Michel Temer, que abalaram o mercado e resultaram em manifestações populares contra o governo do peemedebista.

Nesta noite, o Washington Post divulgou uma nota associando o mal desempenho das ações asiáticas – onde os mercados financeiros já estão abertos – ao “fator Brasil” e ao aumento das tensões políticas tanto por aqui quanto nos Estados Unidos, onde o presidente Donald Trump é questionado sobre suas relações com o governo russo.

(mais…)

03
05

Senadores dos EUA buscam sanções e medidas para tratar da crise na Venezuela

1Agência Reuters

Um grupo influente de senadores republicanos e democratas dos Estados Unidos irá propor nesta quarta-feira (3) uma legislação abrangente para tratar da crise na Venezuela, incluindo sanções a indivíduos considerados responsáveis por minar a democracia ou envolvidos em corrupção, disseram assessores do Senado.

(mais…)

17
01

Presidente quer acelerar presídios e fechar acordo com os Estados

1Em uma tentativa de abrandar a atual crise, o presidente Michel Temer determinou ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que a pasta conclua a construção de cinco presídios federais em até um ano.

A implementação dos estabelecimentos prisionais está prevista no Plano Nacional de Segurança Pública anunciado por Temer no dia 5. De acordo com o presidente, a ideia é dividir as vagas pelas cinco regiões do País. Até o momento, apenas o Rio Grande do Sul teve a confirmação de que será um dos Estados contemplados. (mais…)

17
10

Troca no comando do PT ameaça rachar o partido

1Sem acordo com a ala majoritária sobre a forma de escolha da nova direção e, principalmente, sobre o rumo que o PT deve seguir para tentar uma reconstrução, dirigentes da esquerda petista já admitem um racha no partido.

A crise na legenda ficou exposta na sexta-feira, 14, quando o Muda PT, grupo que reúne as cinco maiores correntes de esquerda do partido, divulgou um documento no qual anuncia a realização de uma série de plenárias em algumas das principais cidades do País. (mais…)

Publicicade

Publicicade