Arquivo da Tag: "CARLOS BOLSONARO"
17
06

Carlos Bolsonaro aproveita caso de Moro para alfinetar PF na apuração de facada

Por Estadão Conteúdo

 

O vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, disse esperar que a Polícia Federal (PF) não dê à investigação dos supostos ataques de hackers aos celulares de membros das forças-tarefa da Lava Jato e do ministro Sérgio Moro o “mesmo ritmo e linha” que deu à tentativa de assassinato de seu pai.

 

Carlos já havia abordado o caso no dia 9, após divulgação de uma nota em que a força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal no Paraná indicou que seus membros haviam sido “vítimas de ação criminosa de um hacker que praticou os mais graves ataques à atividade do Ministério Público, à vida privada e à segurança de seus integrantes”. (mais…)

14
06

Congresso vê troca de Santos Cruz como vitória de ‘ala ideológica’

Por Estadão Conteúdo

 

A demissão do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Alberto do Santos Cruz, causou apreensão entre deputados e senadores, pegos de surpresa com o anúncio de sua saída na tarde desta quinta-feira, 13. O general havia participado na parte da manhã de uma amistosa audiência no Senado para falar de seus atos.

 

Desde que assumiu, porém, Santos Cruz era visto com ressalvas por parlamentares, que reclamavam da presença no cargo de um militar pouco afeito ao diálogo e à articulação política. Uma crítica constante era a dificuldade de conseguir a liberação de emendas parlamentares, sob responsabilidade do general. (mais…)

03
06

Ex-assessores de Carlos Bolsonaro não têm registro na Câmara do Rio

Por Estadão Conteúdo

 

Os dois ex-funcionários ligados a Fabrício Queiroz empregados no gabinete do vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente Jair Bolsonaro, nunca emitiram crachá funcional ou registraram entrada como visitantes na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O órgão afirma que qualquer servidor da Casa precisa fazer uma das duas coisas para comprovar que tem frequência, mesmo que exerça funções externas – um deles estava registrado como motorista.

 

Documentos obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação mostram que Claudionor Gerbatim de Lima e Márcio da Silva Gerbatim, investigados pelo Ministério Público do Rio, passaram o período em que estavam lotados no gabinete de Carlos sem ter a presença atestada pelo sistema da Câmara. “Se for servidor da CMRJ, para qualquer função que exercer, deverá utilizar o crachá funcional”, diz a nota enviada pela assessoria da Casa à reportagem. “Para nomeado para cargo em comissão ou efetivado via concurso público, o crachá funcional será emitido para acesso às dependências do Legislativo, seja qual for a atividade a ser exercida.” (mais…)

15
05

‘O que está por vir pode derrubar o Capitão eleito’, diz Carlos Bolsonaro

Por Estadão Conteúdo

 

O vereador Carlos Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro, afirmou que “o que está por vir, pode derrubar o Capitão eleito”, referindo-se a seu pai. Ele não dá mais detalhes, contudo, de qual seria a motivação.

 

“Onde estão os caras feias, os identificadores de problemas, os escritores de cartas para aliados ‘desbocados’? O silêncio não tem nada a ver com a descoberta de seus devidos lugares. O que está por vir, pode derrubar o Capitão eleito. O que querem é claro!”, afirma Carlos Bolsonaro, em seu perfil no Twitter. (mais…)

23
04

Carlos Bolsonaro expõe convite com críticas ao governo para palestra de Mourão

Por Estadão Conteúdo

 

O vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, voltou a atacar Hamilton Mourão nas redes sociais. Carlos traduziu e expôs “o que parece ser”, diz, um convite para uma palestra do vice-presidente nos EUA em que Mourão é chamado de “voz da razão e moderação” no governo marcado por 100 dias de “paralisia política”.

 

“Se não visse, não acreditaria que aceitou com tais termos”, diz Carlos, indicando supor que Mourão teria consentido com sua descrição no convite. A imagem do comunicado, compartilhada por Carlos, foi publicada na segunda-feira (22) por um seguidor do vereador, em resposta a outra publicação em que Carlos critica Mourão. “Traduzindo e expondo logo mais! É inacreditável”, escreveu o filho do presidente ainda na segunda-feira, em resposta ao seguidor. (mais…)

15
04

Carlos Bolsonaro empregou assessor ligado a Queiroz

Por Estadão Conteúdo

 

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) empregou em seu gabinete na Câmara Municipal do Rio um funcionário ligado ao ex-policial militar Fabrício Queiroz, pivô da crise envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) por suspeita de captação ilícita de salário de servidores no período em que foi assessor do ex-deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

 

Trata-se de Márcio da Silva Gerbatim, ex-marido da atual mulher de Queiroz e pai da sua enteada. Ele esteve lotado como motorista no gabinete do vereador por dois anos, entre abril de 2008 e abril de 2010, quando foi exonerado por Carlos, o filho do meio do presidente Jair Bolsonaro, para ser nomeado no gabinete de Flávio na Alerj. Lá, ganhou o cargo de assessor-adjunto, no qual ficou até 9 maio de 2011. (mais…)

25
03

Campanha paralela de Carlos Bolsonaro por reforma da Previdência ataca oposição

Por Estadão Conteúdo

 

Diante das críticas pela falta de empenho pessoal de Jair Bolsonaro no debate sobre a reforma da Previdência na internet, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente, iniciou uma mobilização na rede em torno do pai para aprovar a reforma com ataques a partidos e entidades de oposição ao governo.

 

Peças publicitárias divulgadas pelo parlamentar no Twitter, na semana passada, adotaram a estratégia do “Nós contra eles” da campanha eleitoral, afirmando que PT, MST, PSol, PDT, PCdoB e MTST estão unidos na defesa das altas aposentadorias concedidas a “políticos” e juízes. (mais…)

24
03

Guedes mostra desagrado com Carlos Bolsonaro por críticas a Rodrigo Maia

Por Estadão Conteúdo

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, evitou ontem comentar diretamente as declarações mais recentes do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), mas mostrou seu desagrado com as atitudes do filho do presidente. Carlos postou nas redes mensagem com críticas ao presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) por adiar a tramitação do projeto anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, ao Congresso. Em reação, Maia avisou Guedes que deixaria a articulação política da reforma da Previdência.

 

“Eu boto apenas o espelho e pergunto: O que você acha? Você acha que o filho do presidente deve ficar atacando o presidente da Câmara dos Deputados? Você acha que isso ajuda?”, disse Guedes, ao ser questionado por jornalistas após discursar na cerimônia de posse da nova titular da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Solange Paiva Vieira, ontem no Rio de Janeiro. (mais…)

23
11

Filho de Bolsonaro deixa transição após desavença

Resultado de imagem para Filho de Bolsonaro deixa transição após desavença

CAIO CÉSAR/CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

Por Estadão Conteúdo

 

Considerado o responsável pela campanha de Jair Bolsonaro nas redes sociais, Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente eleito, anunciou nesta quinta-feira, 22, que deixou a equipe de transição. A decisão ocorreu após uma desavença com o futuro titular da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno. Vereador licenciado da Câmara Municipal do Rio, Carlos era cotado para assumir a Secretaria de Comunicação da Presidência.

 

Essa possibilidade foi comunicada pelo próprio Bebianno na quarta-feira, 21, após ser confirmado no primeiro escalão do futuro governo. Segundo pessoas próximas ao filho do presidente eleito, a atitude de Bebianno foi vista como precipitada e como um “afago falso”.

 

(mais…)

22
11

Bolsonaro nega que o filho Carlos terá cargo no governo federal

Carlos Bolsonaro

Caio César/CMRJ/Direitos reservados

Por Carolina Gonçalves

Agência Brasil

 

Reeleito vereador pela cidade do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSL) não integrará a equipe de governo do pai – o presidente eleito, Jair Bolsonaro. Bolsonaro negou tal possibilidade na manhã de hoje (22), depois de se reunir com militares no Comando da Marinha, em Brasília.

 

Na sua conta no Twitter, Carlos Bolsonaro reiterou que já contribuiu o possível durante a campanha do pai. Ele foi o responsável pelas redes sociais e também fazia papel de assessor de imprensa no Rio de Janeiro.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade