Arquivo da Tag: "CANDIDATURAS"
23
08

MP Eleitoral contestou o número recorde de 68 candidaturas

URNA

Divulgação

Por HiperNotícias

Sessenta e oito candidaturas aos cargos de deputados federal e estadual, e suplente de Senador, foram impugnadas pelo Ministério Público Eleitoral, por meio da Procuradoria da República Eleitoral em Mato Grosso. O número é recorde se comparado com os dois pleitos anteriores. Em 2014 foram 41 impugnações e em 2010, o número de ações de contestações chegou a 32.

As últimas contestações protocoladas junto a Justiça Eleitoral totalizaram 18 ações, sendo uma de suplente a Senado, quatro a deputado federal e 13 para deputado estadual. Destes, sete foram impugnados por ausência de escolha em convenção, sete por ausência de desincompatibilização, e quatro por ausência de quitação eleitoral, ou seja, não pagou a multa por propaganda eleitoral irregular em pleito anterior, como é o caso do vereador por Cuiabá, Mário Antônio Moyses Nadaf.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI

12
08

MT: PSD lança 86 candidatos entre novos e a reeleição

logomarcaO partido com o maior número de prefeitos e maior bancada na Assembleia Legislativa, Partido Social Democrático (PSD), deve continuar como uma grande força politica no estado, mesmo diante da constante mudança que o cenário político vive. A sigla sai fortalecida do embate de definições de candidaturas e deve lançar 35 novos candidatos a prefeitos em municípios importantes como Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Sinop, entre outros.

01
08

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

Expectativa

 

A semana começa com a possibilidade de uma definição em relação à disputa pela Mesa Diretora da Assembleia. As duas candidaturas da base governista podem compor uma chapa única, ou rachar definitivamente.

 

Composição

 

Guilherme Maluf (PSDB) e Eduardo Botelho (PSB) devem ter uma reunião nesta próxima quarta-feira para avaliar as condições de cada um e a possibilidade de atenderem ao pedido do governador Pedro Taques (PSDB, que cobra uma chapa única da base.

 

Fiel da balança

 

O G7, que reunia parlamentares de oposição sob a liderança do deputado Emanuel Pinheiro (PMDB), parece ter se dividido depois que ele assumiu a disputa da Prefeitura de Cuiabá. O grupo de sete parlamentares teria sido reduzido a quatro, perdendo força para ser o fiel da balança.

 

Arranjo

 

O deputado Eduardo Botelho, segundo interlocutores, pretende contemplar na sua chapa o PSDB, com a primeira-secretaria, o PSD com a vice-presidência, e representantes do bloco oposicionista em um ou dois cargos da Mesa.

 

Ruído sério

 

Paulo Taques terá que se esforçar para cumprir a espinhosa missão de estabelecer uma relação harmoniosa entre os poderes constituídos. O futuro secretário de Articulação Política terá de cara que superar o ruído que os atrasos no repasse do duodécimo estão causando.

 

Caixa apertado

 

A julgar pela reação nos bastidores é de se esperar grave conflito institucional, sobretudo com o Judiciário e o Ministério Público, caso o governo continue com os problemas de caixa que implicam no repasse fora da data dos recursos dos Poderes.

 

Vergonha 1

 

As obras mal-feitas para as Olimpíadas do Rio, com repercussão internacional, deixam o brasileiro mais uma vez com a imagem de incompetente e outros adjetivos pouco recomendáveis.

 

Vergonha 2

 

E as obras da Copa de Cuiabá, especialmente o VLT, não devem ter continuidade tão cedo. Mas o prejuízo da irresponsabilidade e da falta de compromisso, que supera a casa de R$ 1 bilhão, já está sendo pago.

 

 

28
10

Com Platini em condicional, Fifa confirma 7 candidaturas à presidência

1O Comitê Eleitoral da Fifa anunciou nesta quarta-feira que recebeu sete candidaturas para o processo eleitoral que vai escolher o novo presidente da entidade máxima do futebol em 26 de fevereiro. Dos oito postulantes que até a véspera reafirmavam a intenção de concorrer, só o ex-jogador de Trinidad & Tobago David Nakhid, visto como um “laranja” de Jack Warner, ex-cartola do país caribenho e acusado de corrupção. Nakhid não se registrou – é necessário o apoio formal de cinco confederações nacionais.

Há dois dias, o brasileiro Zico também havia anunciado sua desistência, na véspera do limite para formalização de candidaturas. Sem o apoio do Brasil, o ex-jogador não conseguiu as cinco cartas de recomendação para que tivesse sua candidatura chancelada. Ele alegava que tinha a garantia de apoio de seis confederações, mas que houve uma “reviravolta”. (mais…)

Publicicade

Publicicade