Arquivo da Tag: "BANK OF AMERICA"
30
07

Presidente do STF determina que União garanta empréstimo de MT com Banco Mundial

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, acatou a segunda ação movida pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) para garantir que a União seja obrigada a avalizar a concessão de empréstimo financeiro pelo Banco Mundial, no valor US$ 250 milhões, destinados à quitação de uma dívida adquirida pelo Governo de Mato Grosso junto ao Bank of América, em 2012.

 

A decisão foi proferida nesta segunda-feira (29) e nela Toffoli ainda determinou que o ministro Edson Fachin seja o relator da ação. “Concedo a tutela provisória de urgência para determinar à União que preste a garantia do contrato em questão, até ulterior análise do eminente ministro relator do feito”, destaca o presidente do STF. (mais…)

04
04

Deputados aprovam empréstimo do Executivo

Em uma sessão que durou mais de quatro horas, com ampla discussão em plenário, os deputados estaduais aprovaram na noite de quarta-feira (4), o Projeto de Lei 310/2019, de autoria do Executivo, que autoriza o governo contratar um empréstimo de US$ 250 milhões junto ao Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), para saldar uma dívida de gestões passadas com o Bank of America. A matéria foi aprovada por 18 votos a 3.

 

A votação do projeto gerou polêmica por conta do valor solicitado pelo governo no projeto, de 332,6 milhões de dólares, uma vez que a dívida com o Bank of América é de 248 milhões, conforme valor atualizado. (mais…)

28
03

Deputados aprovam pedido de empréstimo do governo

Os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram em primeira votação, durante sessão matutina nesta quinta-feira (28), o Projeto de Lei 310/2019 que autoriza o governo do estado a contratar empréstimo que pode chegar a US$ 332,6 milhões de dólares com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), para quitar uma dívida antiga do Estado como Bank of America.

 

O projeto foi aprovado em primeira votação com 17 votos favoráveis e três contrários. Se posicionaram contra a matéria do governo, dos 20 deputados presentes em Plenário, os deputados Wilson Santos (PSDB), Valdir Barranco (PT) e Lúdio Cabral (PT). (mais…)

27
03

Pedido de vista adia votação de empréstimo do governo

Deputado Valdir Barranco foi um dos que pediram vista

Os deputados Dilmar Dal´Bosco (DEM), Lúdio Cabral (PT) e Valdir Barranco (PT), pediram vista do Projeto de Lei 310/2019, do governo do Estado, que autoriza o governo a contrair empréstimo de US$ 332,610 milhões junto ao Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), para liquidar dívida com o Bank of América. O projeto, que tramita em regime de urgência/urgentíssima, teve pedido de vista compartilhada de 24 horas concedido pelo presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM).

 

Na Mensagem 53/2019, que trata do pedido de empréstimo, o governo mostra que essa é a saída que o Estado encontrou para sanear parte das contas públicas e, com isso, recuperar o equilíbrio fiscal e ampliar a capacidade de investimentos com recursos próprios.

(mais…)

27
03

Governo demonstra detalhes do empréstimo de US$ 250 milhões a deputados estaduais

Representantes do Governo do Estado mostram aos deputados estaduais os detalhes da proposta de contratação de empréstimo junto ao Banco Mundial, no valor estimado de US$ 250 milhões. A explanação foi feita pelos secretários da Casa Civil e da Fazenda, Mauro Carvalho e Rogério Gallo, respectivamente, durante o Colégio de Líderes, na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (26).

 

A solicitação para contratação do empréstimo foi encaminhada para aprovação dos parlamentares na semana passada. Conforme Gallo, a economia para o Estado, com a operação de crédito, pode chegar a R$ 800 milhões, em quatro anos, possibilitando alívio no fluxo de caixa em um curto espaço de tempo. (mais…)

26
03

Bank of America recusa acordo e MT terá que desembolsar R$ 146 milhões

O Governo de Mato Grosso terá que desembolsar para o pagamentos ao Bank of America de mais uma parcela da dívida dolarizada. O montante que sairá dos cofres estaduais será de R$ 146 milhões. O Executivo buscava honrar com a parcela somente em setembro deste ano, no intuito de dar um “respiro” ao caixa estadual, mas a proposta foi recusada pelo banco nesta segunda-feira (25), conforme informou o secretário de estado de Fazenda, Rogério Gallo, ao site Midia News.

 

A dívida dolarizada foi contraída pelo governo de Silval Barbosa e começou a ser paga no governo de Pedro Taques (PSDB). Agora, o governador Mauro Mendes (DEM) negocia um acordo com o Banco Mundial no intuito transferir a dívida a juros mais baixos garantindo fluidez para que o estado tenha condições de reencontrar o equilíbrio financeiro. A operação depende de aval da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

(mais…)

20
03

MT negocia acordo com Banco Mundial que poderá gerar economia de quase R$ 800 mi

O governador Mauro Mendes (DEM) encaminhou nesta quarta-feira (20) um projeto de lei para a Assembleia Legislativa solicitando autorização para a contratação de um empréstimo junto ao Banco Mundial, estimado em US$ 250 milhões.

 

A operação de crédito tem dois objetivos principais: devolver sustentabilidade fiscal ao estado e aumentar a capacidade institucional para a agricultura sustentável, conservação florestal e diminuição dos problemas causados pelas mudanças climáticas.

 

O empréstimo permitirá também que o Estado salde completamente sua dívida com o Bank of America reduzindo, assim, os pagamentos da dívida externa. O prazo de pagamento será em 20 anos, com juros de 3,5% ao ano. As cláusulas e o contrato para a operação de crédito foram discutidas no decorrer desta semana durante reuniões entre a missão do Banco Mundial e servidores da Secretaria de Fazenda. (mais…)

12
03

Estado consegue adiar pagamento de parcela da dívida com Bank Of America

O Governo de Mato Grosso conseguiu adiar o pagamento da parcela da dívida dolarizada ao Bank of America que venceria nesta segunda-feira (11). Conforme a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Fazenda, há uma tentativa para que o valor seja repassado somente no mês de setembro. Caso esse aval não chegue, o montante deve ser pago daqui a 15 dias.

 

O Executivo está fazendo um provisionamento de caixa se porventura tiver que desembolsar o recurso relativo à parcela ainda este mês.  A assessoria não soube informar quanto já existiria reservado para esta finalidade. Para honrar a parcela o estado precisa de aproximadamente R$ 140 milhões.

 

Uma nova parcela deve ser paga em setembro. No entanto, a expectativa é que até lá Mato Grosso já tenha conseguido “vender” a dívida dolarizada ao Banco Mundial. Caso isso ocorra, a estimativa é que o estado tenha uma economia de R$ 200 milhões em caixa.

 

(mais…)

20
02

Governo negocia pagamento de dívida dolarizada visando reequilíbrio de contas

 

O governador Mauro Mendes (DEM) deu início às negociações com o Bank Of America para postergar o pagamento da parcela semestral de R$ 140 milhões, referente ao contrato feito com a instituição bancária, que deve ser quitada no dia 10 de março.

 

A proposta apresentada pelo governador e também pelo secretário de Fazenda, Rogério Gallo, na tarde desta terça-feira (19), em São Paulo, foi de transferir o pagamento da 11ª parcela da dívida para o mês de setembro, juntamente com a 12ª parcela. (mais…)

16
05

Política de Trump preocupa governo de Mato Grosso

Gcom-MT

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

A política internacional do presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, de valorização do dólar frente ao real preocupa o governo de Mato Grosso. Em 2012, o Estado contraiu uma dívida de U$ 479 milhões com o Bank Of América, quando o valor da moeda era R$ 2,02. A realidade do dólar é diferente hoje e a moeda está cotada R$ 3,68 nesta quarta-feira (16).

 

A valorização da moeda americana teria sido motivada, em grande parte, devido à decisão do presidente americano em sair do acordo nuclear do Irã. A próxima parcela da famigerada dívida dolarizada será paga em setembro, quando será apurado o câmbio da moeda. Em março, o governo desembolsou cerca de R$ 150 milhões para pagar uma parcela.

 

Até lá, o governador do Estado espera que o Tesouro Nacional intensifique atividades de “swaps cambiais”, vendendo dólares abaixo do preço do mercado para forçar o valor da moeda cair frente à moeda brasileira. A contratação do empréstimo ocorreu sem uma trava cambial, chamada de “RED”. A ausência dessa trava expôs Mato Grosso à variação cambial.

 

(mais…)

Publicicade

Publicicade