19
04

Votação das contas do Governo obedeceu regimento interno

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB), líder do governador Pedro Taques (PSDB) na Assembleia Legislativa (AL), rebateu o deputado oposicionista Zeca Viana (PDT) por ingressar na Justiça com um mandado de segurança para anular o tramitação das contas do governo na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO).

 

“Eu respeito o deputado, mas não tem nenhum fundamento. Essa matéria está na Casa desde o dia 4 de julho de 2017. Essa matéria já está há 288 dias no Parlamento. Nove meses e dezoito dias, ela estava parada e não era movimentada”, afirmou Wilson Santos ao HiperNotícias, na tarde desta quarta-feira (18).

 

Segundo Wilson, a reclamação de Zeca não tem fundamento, pois ele obedeceu ao regimento interno.  De acordo com o mandado de segurança impetrado pelo parlamentar de oposição, Santos convocou uma reunião extraordinária em regime de urgência, o que não seria permitido. Além disso, ele não teria encaminhado o processo para os gabinetes dos parlamentares.

 

“Tanto foi protocolado, que ele já tem o voto em separado e pronto há meses. Ele mais do que qualquer membro titular da Comissão domina essa matéria com profundidade, ao ponto de já estar com o voto em separado em mãos”, complementou o parlamentar. Ainda segundo ele, Zeca tem dificultado os trabalhos da Comissão.

 

A sessão extraordinária, na qual as contas do governo foram aprovadas, ocorreu na manhã desta terça-feira (17), às 7h30 da manhã. De acordo com o líder do governo e presidente da sessão, a reunião foi convocada por ofício e ele tem o “recebido” de todos os gabinetes. Santos também fez o convive no plenário do Parlamento Estadual.

 

Ainda segundo Wilson, o deputado Silvano Amaral (MDB), devolveu o projeto atrasado, mas não interferiu na votação. Como o pedido de vistas é de 48 horas, o projeto deveria ter sido devolvido ainda na sexta-feira.

 

“Nós estamos, eu e o deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM), parados, aguardando a presença dele para dar quórum. Ele está na Casa, no gabinete, e não comparece. Já fiz um apelo na TV, citei o nome dele N vezes. A Comissão tem reuniões ordinárias, todas as quartas-feiras, às 14 horas, na sala 201 e tem as extraordinárias, nós cumprimos rigorosamente o Regimento Interno”, disse.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade