11
06

PSDB quer mais seis encontros regionais antes da convenção

Reprodução

Até a convenção estadual, ainda sem data para ocorrer, o PSDB pretende realizar de quatro a seis encontros regionais. A informação foi prestada pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB). O primeiro encontro foi realizado neste final de semana no município de Cáceres, onde pelo menos cinco partidos declararam apoio ao projeto à reeleição do governador Pedro Taques. As próximas cidades onde a reunião deve ocorrer são Cuiabá, Juína e Rondonópolis.

 

“Faremos um ciclo de encontros regionais, com a presença do PSDB e aliados, como PPS, PSB e PRTB. Serão de quatro a seis encontros, que devem terminar uma semana antes da convenção”, explicou Santos.

 

Embora ainda não tenha anunciado a sua candidatura à reeleição, o governador Pedro Taques começou a movimentação eleitoral. Presente no evento em Cáceres, o tucano aproveitou para abordar os feitos de sua gestão e considerou que até o momento conseguiu “fazer mais do que muitos” que já passaram pelo cargo.

 

“É impossível resolver todos os problemas do Estado em quatro anos. Mas fizemos muitos mais do que outros que por aqui já passaram. Dizem que erramos, mas gostaria que apontassem quais foram esses erros. Aumentamos o salário em mais de 50%, se isso é errar, quero continuar errando. Garantimos o pagamento do RGA, se isso for pecado, sou pecador”, destacou o tucano, que ainda levou ao conhecimento dos presentes dados a respeito da educação, saúde e segurança pública.

 

Taques ressaltou que este é um momento de construção política, agradeceu as manifestações de apoio e ainda aproveitou para mandar um recado àqueles partidos que deixaram de ser aliados do governo. Segundo o gestor, no momento oportuno irá comentar porque antigos apoiadores mudaram de lado.

 

Um manifesto com a assinatura de 31 ex-aliados foi trazido a público, externando o porquê deixaram de apoiar a gestão tucana. Entre eles estão ex-secretários, ex-coordenadores das campanha de Taques, além dos ex-prefeitos Mauro Mendes (DEM) e Otaviano Pivetta (PDT), do ex-vice-governador Carlos Fávaro e do ex-governador Júlio Campos (DEM).

 

O evento na Princesinha do Paraguai reuniu representantes do PSDB, Patriota, PPS, PRTB, Solidariedade e PSB. Embora o PSD tenha deixado o arco de aliança, o deputado estadual Ondanir Bortolini, Nininho, esteve presente. “Nós somos parceiros do Governo na Assembleia e queremos continuar trabalhando juntos”, disse o deputado.

 

Nove prefeitos da região também estavam presentes, além de vereadores, líderes políticos e pré-candidatos.

 

O presidente estadual do PSDB, Paulo Borges, agradeceu a manifestação das siglas e destacou que o partido é, hoje, um dos maiores do Estado. Embora Taques não afirme ser pré-candidato, Borges ressalta que o PSDB trabalha no projeto de reeleição.

 

“Temos o objetivo de fazer com que o nosso governador seja reeleito para o bem de Mato Grosso. Embora o senhor fale que quer fazer gestão, estamos trabalhando em sua pré-candidatura. O senhor é o que tem de melhor para o nosso Estado”, afirmou Borges.

 

O deputado estadual Guilherme Maluf ressaltou que o PSDB está integralmente fechado e trabalhando pela reeleição, citou as ações da gestão tucana e enviou recado: “Aos fuxiqueiros de plantão que só sabem criticar, a resposta será com obras e ações”.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade