01
08

Nacional do PDT pode proibir coligação com PSDB e DEM

zeca vianaPor Danna Belle

HiperNotícias

 

A assessoria de imprensa da Executiva Nacional do PDT afirmou não ter informações sobre a possível normativa que proibiria a coligação com o DEM e o PSDB nos estados. Os rumores sobre a ruptura passaram a circular na manhã desta quarta-feira (1).

 

O presidente do PDT em Mato Grosso, Zeca Viana, disse que está analisando os fatos e terá um posicionamento no final da tarde sobre a continuidade da aliança ou o rompimento.

 

Caso a determinação ocorra,mudará o cenário político em Mato Grosso, uma vez que o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta (PDT), foi confirmado como vice-governador de Mauro Mendes (DEM).

 

A possível medida é baseada na mudança nacional, após anúncio de apoio do grupo composto pelo DEM, PP, PRB e SD ao pré-candidato a presidente tucano Geraldo Alckmin, opositor de Ciro Gomes (PDT).

 

Além de Mendes, Pedro Taques (PSDB) irá concorrer à reeleição, mas com Geraldo Alckmin como pré-candidato à Presidência da República, ficando a possibilidade do PDT se aliar ao senador Wellington Fagundes (PR) ou buscar um projeto sem pré-candidato ao Governo de Mato Grosso.

 

Se ocorrer a saída do PDT da chapa do DEM, Mendes precisará de um novo nome para disputar a vice-governadoria.

 

A assessoria de Mauro Mendes (DEM) informou não ter nenhum posicionamento sobre o caso.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade