17
07

MDB deve abandonar Fagundes para apoiar Mendes

Por Danna Belle

HiperNotícias

 

O Movimento Democrático Brasileiro, um dos primeiros partidos a declarar apoio ao projeto de senador Wellington Fagundes (PR) ao Governo do Estado, em abril deste ano, mudou de ideia no último fim de semana.

 

De acordo com o deputado estadual Zeca Viana (PDT), o MDB fez acordo para apoiar a pré-candidatura do ex-prefeito Mauro Mendes (DEM), na corrida ao Palácio Paiaguás, durante reunião no sábado (14).

 

“Pelo menos ficou acertado na reunião deles no sábado, estavam Otaviano Pivetta e Mauro Mendes com pessoal do MDB”, afirmou à reportagem do HiperNotícias.

 

O presidente do PDT acredita que o tempo de televisão foi um dos motivos para a mudança na escolha de aliança, além do MDB ter “maior viabilidade” dentro da coligação do DEM.

 

Por outro lado, o presidente do MDB Cuiabá, o advogado Francisco Faiad, não confirmou a alteração nos planos da sigla, mas acredita ter uma definição ainda nesta semana.

 

“Ainda estamos em discussão, não tem nada definido, estamos conversando”, declarou o jurista.

 

Na última quinta-feira (12), Fagundes descartou a possibilidade de acontecer alguma migração de sigla na composição das chapas e reforçou acreditar na aliança que está sendo construída para sua candidatura.

 

“Tenho o MDB como um partido grande, um partido de companheiros, que já estivemos em várias eleições juntos. Tenho fé, tenho certeza, tenho esperança que estaremos juntos”, asseverou.

 

Viana já havia confirmado, na semana passada, o nome do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta como vice-governador de Mendes. Mas, o imbróglio dos pré-candidatos ao Senado Federal, Carlos Fávaro (PSD) e Adilton Sachetti (PRB) continua.

 

“Já está acertado e o próprio candidato ao Governo, Mauro Mendes, faz questão que seja o Otaviano Pivetta e está ajustado, é Otaviano o nosso vice”, disse o deputado.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade