15
08

Mauro Mendes quer repetir fórmula de Nova York para combate ao crime

registro da candidatura de mauro mendes no TREPor Débora Siqueira

HiperNotícias

 

Um programa de Tolerância Zero é uma das principais propostas para o combate a criminalidade em Mato Grosso, dentro do plano de governo do candidato Mauro Mendes (DEM) para comandar o Estado nos próximos quatro anos. A prioridade é endurecer o combate ao tráfico de drogas, crimes letais e contra o patrimônio. Outra medida que ele promete é criar um Disque Denúncia exclusivo para o combate ao tráfico de drogas.

 

A Tolerância Zero foi uma política utilizada pelo ex-prefeito de Nova York City, Rudolph Giuliani, que administrou a cidade de 1994 a 2002 e conseguiu reduzir em 60% os crimes na época. Uma das bandeiras era tratar os crimes considerados de menor potencial ofensivo, como pequenos furtos, com rigor. Contudo o tripé usado em Nova York era: aumento de policiamento, condenações judiciais e encarceramento.

 

O plano de governo de Mendes tem 13 páginas e é dividido em cinco eixos: Mato Grosso Mais Sustentável, Mato Grosso Mais Produtivo- Caminho Para o Futuro, Mato Grosso Eficiente- Melhorar Pra Crescer, Mato Grosso: Desenvolvimento e Competitividade, além de Mato Grosso Mais Justo e Solidário.

 

Mais uma vez, o ex-prefeito Mauro Mendes volta a falar das obras do novo Pronto-Socorro de Cuiabá. Foi uma promessa de campanha na eleição de 2012, contudo, ele deixou o Palácio Alencastro com a obra inacabada. Como governador, quer concluir. Outra proposta para a saúde é a conclusão das obras do Hospital Universitário Júlio Muller, que tem R$ 90 milhões parados em conta convênio.

 

“Não faltará médico, nem remédio. A saúde será reestruturada e investiremos na saúde preventiva e na atenção básica. Fortaleceremos nossa rede de atendimento no interior e na capital”, diz trecho do plano de governo.

 

Na área de infraestrutura, o plano prevê convidar o setor privado para junto com Mendes e Otaviano Pivetta (PDT) liderar o maior programa de investimento em infraestrutura da história de Mato Grosso através de novas concessões, parcerias público privadas e com o uso dos recursos públicos estaduais e federais. A intenção é de que programa melhore a logística, reduza o custo de produção e de escoamento e trazendo mais competitividade ao Estado.

 

Comissionados, RGA e salários no mês

 

Mauro Mendes promete em seu plano de governo diminuir o custo da máquina pública, reduzir e controlar as despesas, cortar cargos comissionados e privilégios. “Sabemos que os servidores públicos são os principais atores de uma gestão exitosa e serão nossos maiores parceiros na implantação das novas políticas públicas para mudar Mato Grosso. Portanto, iremos tratá-los com respeito e valorizá-los. Garantiremos a eles o pagamento do seu salário em dia e dentro do mês trabalhado, a recomposição anual dos salários e os seus direitos”.

 

No plano de governo, assinado por Mauro Mendes e pelo vice Otaviano Pivetta (PDT), o maior desafio é arrumar a casa e não tolerar o desperdício do dinheiro público.

 

“Mato Grosso viveu nos últimos oito anos graves crises de ordem moral, ética, que causaram grandes prejuízos a sociedade mato-grossense. O estado também sofreu nos últimos anos pela incompetência administrativa que levou o pujante Mato Grosso a um endividamento bilionário, além de uma grave ineficiência na prestação de serviços públicos essenciais como Saúde, Educação, Segurança e a paralização de diversas obras no estado. É inaceitável que um estado rico e produtivo como o nosso conviva com esta triste realidade. Queremos construir um Mato Grosso mais moderno, mais empreendedor, mais justo”.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade