28
08

Independente do voto do TCE, vou fazer uma análise técnica e justa, diz Janaina sobre contas

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) foi escolhida pelo presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAO), deputado Romoaldo Junior (MDB) para relatar as contas de governo do ex-governador Pedro Taques (PSDB), referentes ao ano de 2018. O balancete foi lido na sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira pelo presidente Eduardo Botelho (DEM).

 

“Fiquei sabendo agora há pouco que fui escolhida pelo presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAO) para ser relatora das contas do último ano de gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB). Já integro a CFAO e fiquei muito feliz e honrada com a confiança do presidente”, escreveu Janaina Riva em sua conta no Instagram.

 

O Tribunal de Contas do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa um parecer pela aprovação das contas de Taques, embora tenha verificado irregularidades consideradas graves no balancete. Embora a corte de contas faça uma análise do assunto, a aprovação ou não é de responsabilidade do parlamento.

 

Em agosto, depois do posicionamento favorável do TCE, Janaina Riva concedeu uma entrevista ao site RDNEWs, na qual afirmou que trabalharia na Casa de Leis para que as contas de Taques “sofressem uma reprovação exemplar”. Para isso, já teria mobilizado sua equipe técnica para análise dos documentos referentes ao período em questão.

 

“Todas as ilicitudes e atos de irresponsabilidade com a coisa pública devem ser punidos com a reprovação de contas. A nova Assembléia não será omissa como no passado. E no que depender de mim, essa votação servirá como exemplo aos próximos governantes de que não mais se passarão impunes aqueles que não se esforçarem para cumprir com as metas e obrigações legais”, afirmou Janaina ao RDNews.

 

Principal opositora do governo Pedro Taques, Janaina Riva disse que fará um relatório traçando um paralelo sobre a forma como o TCE emite o parecer pela aprovação das contas do Taques, “mas por conta de vícios muito menores, se manifesta pela reprovação das contas de diversos prefeitos”.

 

“Independente do voto do TCE, vou fazer uma análise técnica e justa em cima da realidade”, ponderou.

 

De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, a expectativa é que se aprecie as contas de governo até o dia 15 de dezembro.

 

Ao escolher Janaina Riva, Romoaldo Júnior disse acreditar na competência da parlamentar para a análise do balancete e descartou que a análise da deputada possa ser afetada pelo fato de ter sido oposição ao governo tucano.

 

“Já escolhi e vai ser ela. A Janaína tem competência para fazer um julgamento imparcial, independente do voto do Tribunal. Ela vai fazer um voto em cima da realidade”, disse ao site HNT/Hipernotícias.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade