25
07

Entre as promessas, Mendes pede prazo de um ano para solucionar o VLT

Por Danna Belle

HiperNotícias

 

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) confirmou sua pré-candidatura ao Governo do Estado em evento do Democratas na Capital, na manhã desta terça-feira (24), e entre os projetos para caso seja eleito, está solucionar o problema do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) no prazo de um ano.

 

“O que eu posso dizer com toda tranquilidade é o seguinte: nós vamos resolver as obras do VLT em no máximo um ano”, comentou Mendes durante entrevista ao programa Resumo do Dia na noite desta terça-feira.

 

A obra foi iniciada em 2012 na gestão de Silval Barbosa (sem partido) com o prazo de ser entregue para os jogos da Copa do Mundo de 2014, mas não ficou pronta, passando o legado para o próximo governo.

 

Em dezembro de 2016, o governador Pedro Taques (PSDB) fechou em cerca de R$ 900 milhões o acordo com o Consórcio VLT para a conclusão de toda obra, na intenção de retomar a ação em abril de 2017 para conseguir entregar até 2018, pelo menos uma linha do modal funcionando. O fato também não aconteceu.

 

Caso Mendes seja eleito, será o terceiro governo a gerir o transporte. O democrata não apresentou a cura para o problema, mas afirma que buscará por meio de estudos, uma resposta para finalmente cessar a questão do VLT.

 

“Agora qual é a solução? Se der para terminar, nós vamos terminar. Se não der para terminar, nós vamos dizer quais os motivos, porquê e qual a alternativa. Não vamos ficar mais quatro anos, como ficou agora, enrolando e não fazendo nada, com os trilhos sucateados e os vagões ao relento”, disparou o ex-prefeito.

 

A ideia do democrata é defendida por seus companheiros, entre eles o deputado federal Fábio Garcia (DEM), argumentando necessidade de debate com a população para expor toda a realidade, antes de dar o veredito.

 

“Precisa chegar alguém lá e mostrar claramente para todas as pessoas, o VLT é assim, vai custar isso, vai funcionar desse jeito, vai sair daqui e chegar até certo lugar. Mendes disse ‘Eu vou resolver isso, vou tomar a decisão’. O prefeito precisará informar e debater com a sociedade para tomar a decisão”, explicou durante entrevista à rádio Vila Real, na manhã desta quarta-feira (25).

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade