19
06

Comissão tem 120 dias para apurar irregularidades

A Câmara Municipal de Cuiabá definiu quem serão os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde em reunião do Colégio de Líderes, nesta segunda-feira. Por ser o propositor do requerimento de abertura da investigação, Abílio Júnior (PSC) fica como presidente. Ricardo Saad (PSDB) um dos integrantes da bancada da saúde foi escolhido como relator e Doutor Xavier (PTC) como membro. Os trabalhos começam nesta terça -feira (19), logo após a sessão legislativa.

 

A CPI foi instalada na última quinta-feira (14) depois que nove vereadores assinaram o requerimento. O objetivo da investigação é apurar gestão temerária na saúde pública, ingerência política e administrativa da Secretaria Municipal de Saúde, falta de medicamentos e eventual crise provocada para viabilizar a realização de contratações emergenciais e a contratação de servidores fantasmas.

 

Os nove vereadores que assinaram o requerimento até o momento são Abílio Junior, Ricardo Saad, Dr. Xavier, Dilemário Alencar (Pros),  Marcelo Bussiki (PSB), Toninho de Souza (PSD), Diego Guimarães (PP), Felipe Wellaton (PV) e Gilberto Figueiredo (PSB).

 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), emitiu nota declarando apoio à investigação. Segundo ele, é preciso “colocar o dedo na ferida” da saúde pública. O gestor ainda pontuou que a CPI auxiliará a colocar a saúde de Cuiabá nos eixos e que ele mesmo já tomou várias iniciativas neste sentido.

 

A CPI tem prazo de 120 dias para ser concluída, podendo ser prorrogada pelo mesmo período.

 

Essa é a segunda CPI instalada para investigar Emanuel Pinheiro. A primeira delas foi a CPI do Paletó, que apura quebra de decoro por parte do prefeito. A comissão foi instalada depois que um vídeo, no qual Emanuel Pinheiro aparece enchendo os bolsos com dinheiro supostamente oriundo de propina, veio à tona com a delação do ex-governador Silval Barbosa. A CPI do Paletó foi suspensa pela justiça e ainda não teve sua finalização.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade