26
06

Candidatura de Mendes leva Botelho a criticar o atual governo

Por HiperNotícias

 

O cenário político apresentou mudanças após aumentar a probabilidade do ex-prefeito Mauro Mendes sair candidato ao Governo de Mato Grosso. Até mesmo um dos últimos democratas a estar do lado do Pedro Taques (PSDB), Eduardo Botelho (DEM), teceu duras críticas a atual gestão.

 

“Vivemos em um Estado no qual está faltando tudo”, pontuou Botelho.

 

O presidente da Assembleia Legislativa afirma que apesar das riquezas de Mato Grosso e do crescimento acima da média nacional, não há melhorias para a população, em especial no setor de saúde.

 

“Precisamos transformar esses números em uma melhor infraestrutura, em estradas melhores, em uma saúde melhor, em uma segurança mais digna e é isso que nós queremos propor e trabalhar para o futuro”, acrescentou.

 

Botelho comparou a aprovação do Fundo Emergencial de Estabilização Fiscal (FEEF) por parte Assembleia Legislativa com um “oxigênio” necessário para uma pessoa conseguir respirar, evitando a morte.

 

“A Saúde está na UTI. Está mal em todos os lugares. Está péssima, hospitais estão fechando. A saúde pública está falida”, cutucou o deputado.

 

O parlamentar acredita que o Fundo não é a solução, mas é “uma sobrevida até final do ano” quando irão elaborar um projeto maior para solucionar de forma definitiva.

 

As declarações foram proferidas no evento regional do DEM, realizado em Diamantino (209km de Cuiabá) no último sábado (23). A postura do Botelho pode ser entendida como uma forma de fortalecer a pré-campanha de Mendes.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade