05
07

Blog do Mauro na Gazeta

 

Em estudo

 

Embora anunciada pelo líder do Governo na Assembleia, a participação de parlamentares no secretariado estadual ainda não está 100% fechada.

 

Prudente

 

O governador Pedro Taques (PSDB) está avaliando cuidadosamente a alternativa, que tanto pode trazer ganhos quanto crises políticas. Taques não gosta de errar.

 

Reforma

 

A reforma administrativa está na mesa do governador. Ontem, Pedro Taques começaria a avaliar todo o projeto para só então apresentá-lo aos deputados governistas.

 

Recesso

 

O projeto de reforma administrativa deverá ser encaminhado ao Legislativo somente no próximo semestre, já que a AL entra em recesso na semana que vem.

 

Via decreto

 

O governador poderá optar por tomar algumas medidas via decreto, em particular aquelas que envolvem alterações na estrutura do Governo, mas que não dependam da criação de cargos ou outras ações privativas dos parlamentares.

 

Alinhado

 

O discurso do presidente Michel Temer (PMDB) durante o Global Agribusiness Forum 2016 (GAF16), ontem, em São Paulo, segue a mesmíssima linha adotada pelo governador Pedro Taques aqui em Mato Grosso, notadamente no que diz respeito à defesa de reformas e medidas duras de ajuste fiscal.

 

Verba

 

O Ministério da Saúde autorizou a liberação de R$ 653.647,42 do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF) para o Hospital Júlio Müller.

 

Uso

 

Os recursos podem ser utilizados ‘na melhoria da qualidade da gestão e do atendimento e para reformas e aquisição de materiais médico-hospitalares.

 

Prejuízo

 

O Ministério da Saúde precisa sim assegurar recursos ao Hospital Júlio Müller, mas seria importantíssimo que também interviesse na obra paralisada do novo hospital universitário. A situação é vergonhosa, com grave prejuízo à saúde pública.

 

Ineficiência

 

A Secretaria de Estado de Cidades (SECID) precisa dizer a que veio com relação às obras inacabadas da Copa. Levantamento da editoria de Cidades revela que passado dois anos do Mundial, apenas duas obras foram totalmente concluídas: do Morro e do viaduto do Despraiado.

 

 

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade