23
06

Blog do Mauro na Gazeta

 

 

Alto lá!

 

O governador Pedro Taques (PSDB) ainda não bateu o martelo sobre as mudanças que ocorrerão com a segunda reforma administrativa de sua gestão. Ele avaliou, junto com uma equipe de secretários, as possibilidades, mas pretende discuti-las novamente antes de fechar a questão. A expectativa é que o projeto fique pronto ainda nesta semana.

 

Discussões

 

Depois de aprovar as mudanças no seu staff, Taques pretende apresentar a nova estrutura de seu governo aos deputados estaduais. A ideia é democraticamente ouvir sugestões dos parlamentares antes de enviar o Projeto de Lei para análise e votação em Plenário, o que deverá ocorrer na próxima semana.

 

Calma

 

Por conta disso, é prematuro afirmar que Luis Carlos Nigro, atual secretário adjunto de Turismo de Mato Grosso, comandará a Casa Civil, que cuidará das questões internas do governo. “Ele é um dos cotados, mas o governador ainda não se decidiu. Ele pode concordar ou não com a escolha”, afirmou um interlocutor de Taques. A única questão fechada é que Paulo Taques seguirá como um dos principais nomes da equipe, ocupando o novo Gabinete de Articulação Política.

 

Câmara

 

A morte do vereador Júlio Pinheiro (PTB) precipitou uma série de discussões acerca do comando da Câmara Municipal de Cuiabá, vaga que era ocupada por ele. Até o momento, o nome de Haroldo Kuzai (SD) é o mais forte para assumir o cargo, mas como dizia o ex-governador mineiro Magalhães Pinto, “política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”.

 

Interferência

 

A única coisa certa neste processo de escolha do novo presidente da Câmara é que ele não terá a participação do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB). O político tem dito aos quatro ventos que não vai interferir no assunto e que espera que os vereadores ajam com serenidade e cumpram o Regimento Interno e a legislação. Mendes pontua que não cabe ao Executivo participar de um assunto interno do Legislativo, garantindo assim a independência dos Poderes.

 

Feijão

 

Nesta quarta-feira (22), o governo federal tomou providências para liberar a importação de feijão de países vizinhos sul-americanos, como Argentina, Paraguai e Bolívia. A requisição do presidente em exercício Michel Temer (PMDB) ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), reduzirá o preço do produto para os consumidores.

 

Tem mais

 

O governador Pedro Taques (PSDB) anunciou para a próxima semana a liberação de novas emendas parlamentares destinadas aos municípios mato-grossenses. O primeiro bloco de R$ 8,8 milhões, destinado à saúde, foi entregue na manhã de segunda-feira (21) a prefeitos ou seus representantes e os parlamentares que as indicaram.

 

Explicações

 

O presidente do MT Participações e Projetos (MT Par), Vinícius de Carvalho Araújo, foi convocado pelos deputados estaduais a prestar esclarecimento. Os parlamentares querem ouvir os detalhes das parcerias público-privadas (PPPs) propostas para o sistema educacional de Mato Grosso.

 

 

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade