02
06

Blog do Mauro na Gazeta

Escassez

 

Os produtores de suínos em Mato Grosso estão amargando duras perdas em razão da escassez de milho na fabricação de ração para os animais.

 

Prejuízo

 

Segundo o diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues de Castro Jr., hoje o criador contabiliza prejuízo de aproximadamente R$ 50 a cada animal de 100 quilos comercializado.

 

Milionário

 

Para aqueles que produzem 30 mil animais/mês, o prejuízo mensal chega à casa de R$ 1,5 milhão.

 

Exportação

 

Dois fatores justificam a falta de grãos no Estado: a quebra da safra, em função de problemas climáticos, e o excesso de milho destinado à exportação.

 

Estoques

 

O senador Blairo Maggi (PP), assim que assumiu o Ministério da Agricultura (MAPA) anunciou a liberação de 162 mil toneladas dos estoques reguladores da Conab para a venda em balcão, o que atende aos pequenos produtores.

 

Crise

 

O Ministério da Agricultura tenta minimizar os efeitos da crise e evitar graves prejuízos às criações (suínos e aves, em particular) e, como consequência, o aumento de preços dessas carnes para o consumidor.

 

MAPA

 

O secretário executivo Eumar Novacki, que responde interinamente pelo Ministério, disse ontem que a quantidade de milho liberada pelo ministro Blairo Maggi deverá minimizar a crise e conter a alta dos preços. Ele garantiu que outras medidas serão tomadas, caso necessário.

 

Contestação

 

De acordo com a Acrismat, a Conab não possui estoques de milho para atender às necessidades dos criadores. No Rio Grande do Sul os produtores estão importando milho da Argentina a R$ 60,00 a saca, um preço que inviabiliza a produção de suínos e aves.

 

Retração

 

A projeção da Acrismat é de que Mato Grosso poderia chegar a 200 mil matrizes em 2018, não fosse a crise do milho. Ainda não existem estudos, mas a tendência é de que ocorra uma forte retração na produção de suínos.

 

Previsão

 

A previsão é que a produção de milho deste ano sofra uma quebra de 25%, na estimativa local (o MAPA trabalha com uma quebra entre 15 e 18%). A expectativa de 27 milhões de toneladas deve se limitar a apenas 20 milhões. E 70% dessa produção já está comercializada.

 

Estratégia

 

Os produtores de aves e suínos buscam um caminho para assegurar que uma fatia maior do milho produzido em Mato Grosso permaneça no estado para sustentar as atividades que dependam do grão como base alimentar.

 

 

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade