30
03

Allan Kardec diz que não desistiu de se filiar ao PSB

Por Felipe Leonel

HiperNotícias

 

O deputado estadual Allan Kardec (sem partido) ainda não conseguiu definir em qual partido se filiar. O parlamentar saiu do PT devido a discordâncias com a Executiva Estadual sobre a sua participação na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fundos, que investiga suposto desvio de finalidade de recursos do Fundeb e a possibilidade de evasão do Fethab.

 

Diante da não concordância do presidente do PSB em Mato Grosso, Valtenir Pereira, sobre a sua filiação, o parlamentar tenta fazer as costuras “por cima”, em Brasília. Na semana passada, Kardec foi a Brasília para conversar com o presidente nacional da agremiação, Carlos Siqueira. O assunto tem gerado muito “desconforto” nas partes envolvidas.

 

“Com a notícia se aventando, cada vez mais, da saída do deputado Valtenir do PSB, eu acho que é natural que a gente esteja ocupando um espaço em um partido que marcha no campo popular. Nós não desistimos de fazer esse diálogo com o PSB”, afirmou Kardec, em entrevista, na manhã desta quarta-feira (28), na Assembleia Legislativa. Ele também mantém diálogo com o PC do B.

 

Segundo o parlamentar, o deputado federal Valtenir Pereira deve sair do PSB para voltar ao MDB e manter o controle da agremiação socialista. Valtenir foi nomeado presidente ano passado, quando destitui todas as comissões provisórias municipais. Caso a saída dele se concretize, Kardec defende a reestruturação do partido.

 

A chegada de Pereira ao partido causou uma verdadeira “debandada” da sigla, com a primeira baixa, sendo o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes. Também saíram os deputados federais, Fábio Garcia (presidente destituído pelo presidente nacional), Adilton Sachetti e três deputados estaduais: Mauro Savi; Professor Adriano e Eduardo Boteho, todos filiados ao DEM.

 

“O diretório precisará ser revisto, eu acho que o PSB é um partido de origem nacional e um partido nacional não pode deixar um político, voltando para um partido de direita, tentar manter o controle de um partido grande como o PSB. Conseguindo êxito na filiação, vamos procurar fazer diálogo com a base, incluindo com os que permanecerem”, finalizou o parlamentar.

Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Publicicade

Publicicade